Abrir menu principal

"Primallerina" foi a canção alemã no Festival Eurovisão da Canção 1969, interpretada em alemão por Siw Malmkvist.[1].

Alemanha "Primaballerina"
Festival Eurovisão da Canção 1969
País
Artista(s)
Língua
Alemão
Compositor(es)
Hans Blum
Letrista(s)
Hans Blum
Performance das finais
Resultado da final
9.º
Pontos da final
8
◄ "Ein Hoch der Liebe" (1968)   
"Wunder gibt es immer wieder" (1970) ►

A canção foi a décima terceira à ser interpretada na noite do Festival (depois de Kirsti Sparboe da Noruega com "Oj, Oj, Oj, så glad jeg skal bli" e antes de Frida Boccara da França com "Un jour, un enfant"). Ao final da votação obteve 8 pontos, ficando em 9º lugar, numa classificação com 16 colocações.

A canção é dirigida a uma figura de porcelana num relógio, com Malmkvist a perguntar-lhe se está sozinha e dançando por um amante ausente.

A canção que a seguiu como representante alemã no festival de 70, foi a música "Wunder gibt es immer wieder", interpretada por Katja Ebstein.

Referências

  1. Eurovision tv Página em inglês visitada em 4 de maio de 2009.
  Este artigo sobre Eurovisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.