Abrir menu principal

Primeira Força Aérea Táctica Australiana

O esquadrão 78.

A Primeira Força Aérea Táctica Australiana (No. 1 TAF) foi formada em 25 de Outubro de 1944 pela Royal Australian Air Force (RAAF). A sua finalidade era fornecer uma força móvel de aviões de caça e de aeronaves de ataque ao solo que poderiam prestar apoio ao exército aliado e às unidades navais que lutavam contra o Império do Japão. Uma de várias forças aéreas tácticas aliadas formadas durante a Segunda Guerra Mundial,[1] foi formada a partir do Grupo Operacional N.º 10 da RAAF,[2] estabelecido um ano antes. Após da acção nos assaltos em Aitape e Noemfoor, o grupo foi rebaptizado como a primeira força aérea táctica para reflectir melhor seu tamanho e papel. Foi atacado na moral e na liderança devido a diversas influencias no início de 1945, mas recuperou para tomar parte nas batalhas de Tarakan, Norte do Bornéu e Balikpapan.[3] Alcançando a sua força máxima com mais de 25 000 funcionários em Julho de 1945, os esquadrões da No. 1 TAF operaram aeronaves como o P-40 Kittyhawk, Supermarine Spitfire, Bristol Beaufighter e B-24 Liberator. A formação permaneceu activa após o final das hostilidades no Pacífico, até que foi dissolvida em 24 de Julho de 1946.

Referências

  1. «Australian War Memorial». www.awm.gov.au. Consultado em 18 de novembro de 2016 
  2. «First Tactical Air Force - Oxford Reference». doi:10.1093/oi/authority.20110803095820196 
  3. «Federation and Meteorology, War History of the Australian Meteorological Service, page 664». www.austehc.unimelb.edu.au (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2016 
  Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.