Abrir menu principal

Processo Einsatzgruppen

Otto Ohlendorf e Heinz Jost

O Processo Einsatzgruppen (oficialmente Os Estados Unidos da América vs. Otto Ohlendorf, et al.) foi o nono dos doze julgamentos por crimes de guerra que as autoridades dos Estados Unidos realizaram na zona ocupada de Nuremberg, Alemanha após o fim da Segunda Guerra Mundial nos chamados processos de guerra de Nuremberg. Estes julgamentos foram organizados pelas cortes estadunidenses e aconteceram no Palácio da Justiça da cidade alemã.

EinsatzgruppenEditar

A Einsatzgruppen era a tropa de morte móvel da Schutzstaffel, operando nos países ocupados pela Alemanha Nazista. De 1941 até 1943, mataram mais de um milhão de judeus e dezenas de milhares de "partisans", inimigos políticos, ciganos e deficientes físicos.

Os juízes do caso foram Michael A. Musmanno, John J. Speight e Richard D. Dixon. A Schutzstaffel, Sicherheitsdienst e a Gestapo foram consideradas organizações criminosas.

AcusaçõesEditar

  1. Crimes contra a humanidade por perseguir, exterminar e prender pessoas por sua raça, religião ou visão política.
  2. Crimes de guerra.
  3. Membro de organização criminosa (SS, SD e/ou Gestapo).

Todos os acusados se declararam inocentes. Todos acusados foram indiciados em todas as acusações, com exceção de Rühl e Graf, que foram considerados culpados somente na acusação 3.

AcusadosEditar

Nome Foto Função Sentença Decisão de 1951
Otto Ohlendorf   SS Gruppenführer; membro da SD; comandante da Einsatzgruppe D Morte por enforcamento Executado em 7 de junho de 1951
Heinz Jost   SS Brigadeführer; membro da SD; comandante da Einsatzgruppe A Prisão perpétua Reduzida para 10 anos; morreu em 1964
Erich Naumann   SS Brigadeführer; membro da SD; comandante da Einsatzgruppe B Morte por enforcamento Executado em 7 de junho de 1951
Otto Rasch   SS Brigadeführer; membro da SD e Gestapo; comandante da Einsatzgruppe C Removido do julgamento em fevereiro por razões médicas Morreu em 1 de novembro de 1948
Erwin Schulz (DE)   SS Brigadeführer; membro da Gestapo; comandante da Einsatzkommando 5 da Einsatzgruppe C 20 anos Reduzida para 15 anos; libertado em janeiro de 1954
Franz Six   SS Brigadeführer; membro da SD; comandante da Vorkommando Moscou da Einsatzgruppe B 20 anos Reduzida para 15 anos; libertado em setembro de 1952
Paul Blobel   SS Standartenführer; membro da SD; comandante da Sonderkommando 4a da Einsatzgruppe C Morte por enforcamento Executado em 7 de junho de 1951
Walter Blume   SS Standartenführer; membro da SD e Gestapo; comandante da Sonderkommando 7a da Einsatzgruppe B Morte por enforcamento Reduzida para 25 anos; libertado em 1955
Martin Sandberger   SS Standartenführer; membro da SD; comandante da Sonderkommando 1a da Einsatzgruppe A Morte por enforcamento Reduzida para Prisão perpétua. Libertado em 1958
Willy Seibert   SS Standartenführer; membro da SD; Membro da Einsatzgruppe D Morte por enforcamento Reduzida para 15 anos
Eugen Steimle   SS Standartenführer; membro da SD; comandante da Sonderkommando 7a da Einsatzgruppe B e Sonderkommando 4a da Einsatzgruppe C Morte por enforcamento Reduzida para 20 anos; libertado em junho de 1954
Ernst Biberstein   SS Obersturmbannführer; membro da SD; comandante da Einsatzkommando 6 da Einsatzgruppe C Morte por enforcamento Reduzida para Prisão perpétua. Liberado em 1958
Werner Braune (DE)   SS Obersturmbannführer; membro da SD e Gestapo;comandante da Sonderkommando 11b da Einsatzgruppe D Morte por enforcamento Executado em 7 de junho de 1951
Walter Haensch   SS Obersturmbannführer; membro da SD; comandante da Sonderkommando 4b da Einsatzgruppe C Morte por enforcamento Reduzida para 15 anos
Gustave Nosske (DE)   SS Obersturmbannführer; membro da Gestapo; comandante da Einsatzkommando 12 da Einsatzgruppe D Prisão perpétua Reduzida para 10 anos
Adolf Ott   SS Obersturmbannführer; membro da SD; comandante da Sonderkommando 7b da Einsatzgruppe B Morte por enforcamento Reduzida para prisão perpétua; libertado em maio de 1958
Eduard Strauch   SS Obersturmbannführer; membro da SD; comandante da Einsatzkommando 2 da Einsatzgruppe A Morte por enforcamento; morreu no hospital em 1955 devido a saúde debilitada  
Emil Haussmann SS Sturmbannführer; membro da SD; oficial da Einsatzkommando 12 da Einsatzgruppe D Cometeu suícidio em 31 de julho de 1947  
Waldemar Klingelhöfer   SS Sturmbannführer; membro da SD; oficial da Sonderkommando 7b da Einsatzgruppe B Morte por enforcamento Reduzida para prisão perpétua; libertado em 1956
Lothar Fendler SS Sturmbannführer; membro da SD; Membro da Sonderkommando 4b da Einsatzgruppe C 10 anos; Reduzida para 8 anos
Waldemar von Radetzky   SS Sturmbannführer; membro da SD; Membro da Sonderkommando 4a da Einsatzgruppe C 20 anos Libertado
Felix Rühl SS Hauptsturmführer; membro da Gestapo; oficial da Sonderkommando 10b da Einsatzgruppe D 10 anos Libertado
Heinz Schubert   SS Obersturmführer; membro da SD; membro da Einsatzgruppe D Morte por enforcamento Reduzida para 10 anos
Mathias Graf SS Untersturmführer; membro da SD; membro da Einsatzkommando 6 da Einsatzgruppe D Tempo já servido  

Ligações externasEditar