Abrir menu principal

Processo de cassação de Renan Calheiros

Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorá-lo(a), mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo.

Dê a sua opinião e caso ela seja transformada numa votação após uma semana, vote (se tiver direito a voto) na discussão.

Se aprovada, a eliminação ocorrerá a partir de 6 de agosto.

Processo de cassação de Renan Calheiros
Participantes Renan Calheiros
Localização  Brasil
Resultado Absolvido em 12 de setembro de 2007.

O processo de cassação de Renan Calheiros consistiu na absolvição do presidente do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) das acusações de que teria usado um lobista para pagar despesas pessoais. Foram 40 votos pela absolvição, 35 pela cassação e seis abstenções, em sessão secreta, realizada em 12 de setembro de 2007.[1]

Referências

  1. a b «Renan Calheiros é absolvido em sessão secreta do Senado». Gazeta do Povo. 12 de setembro de 2007. Consultado em 14 de junho de 2016 
  Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.