Procissão do Senhor aos Enfermos, Belinho

A Procissão do Senhor aos Enfermos é uma procissão com mais de 90 anos que se realiza todos os anos na freguesia de Belinho no domingo seguinte à Páscoa.

Nas ruas por onde passa a procissão é feito um tapete em flores ou em serrim. O tapete é realizado durante a noite, por vezes muitas pessoas que participam na sua realização nem vão à cama. Mas os trabalhos começam meses antes. São realizados também ao longo dos tapetes as "empanadas", que por vezes significam muitas semanas de trabalho. Também são executados "arcos gigantes" (atualmente dois), um ao fundo da Avenida e outro no lugar de Belinho. Outro atrativo são os quadros vivos de passagens bíblicas, que encenam aquando a passagem da procissão e também três cenas teatrais: Santo Amaro, Carreira Cova e no final em frente à igreja. A festa é realizada pelas comissões de cada lugar: Outeiro, Avenida, Belinho e Santo Amaro.

O principal objectivo da procissão é a visita aos enfermos, que aquando a visita comungam e beijam a cruz. Há também os foguetes que são deitados interruptamente desde o início da procissão (9h) até a sua conclusão por volta das 13h.

Ficheiro:Procissão do Senhor aos enfermos, Belinho.jpg
Procissão do Senhor aos Enfermos em Belinho