Abrir menu principal

Propriedades extraterritoriais da Santa Sé

artigo de lista da Wikimedia

Propriedades da Santa Sé são territórios pertencentes à Santa Sé definidas pelo Tratado de Latrão, de 1929, assinado pelo Reino da Itália e o Papa. Estes territórios, embora façam parte do território italiano, gozam, se forem extraterritoriais, de imunidades similares às dispensadas às embaixadas.[1][2]

Pix.gif Centro Histórico de Roma, Propriedades da Santa Sé e Basílica de São Paulo Extramuros *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Rome (IT), Sankt Paul vor den Mauern -- 2013 -- 3982.jpg
Fachada da Basílica de São Paulo fora da Muralha
País Estado da Cidade do Vaticano
Critérios (i)(ii)(iii)(iv)(vi)
Referência 91 en fr es
Coordenadas Propriedades extra-territoriais da Santa Sé
Histórico de inscrição
Inscrição 1980
Extensão: 1990  (? sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
Propriedades extraterritoriais da Santa Sé em Castel Gandolfo:
1. Palácio Papal com um jardim adjacente
2. Jardim de Villa Cybo
3. Villa Barberini, jardins e área agrícola nas redondezas
4. Oliveto ex-Bacelli
5. San Tommaso di Villanova

Fora do Vaticano, mas em RomaEditar

Propriedades extraterritoriaisEditar

 Ver artigo principal: Extraterritorialidade

Propriedades não-extraterritoriaisEditar

Antigas propriedades extraterriaisEditar

Fora de RomaEditar

Propriedade extraterritorialEditar

Propriedades não-extraterritoriaisEditar

O Acordo Fundamental, assinado em 1993, garante direitos de posse e isenções fiscais à Santa Sé sobre vários lugares santos cristãos em Israel, mas o acordo jamais foi firmado por causa de problemas diplomáticos entre o Vaticano e o governo israelense.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Veja Artigos 13, 14, 15 e 16 no texto original do Tratado de Latrão Arquivado em 13 de agosto de 2011, no Wayback Machine. (em inglês)
  2. «CIA - The World Factbook -- Holy See (Vatican City)». Central Intelligence Agency. 19 de dezembro de 2006. Consultado em 3 de janeiro de 2007 
  3. a b c «Zone exterritoriali vaticani». Website of the Holy See. Consultado em 8 de dezembro de 2009