Abrir menu principal

Psico-oncologia pediátrica

Psico-oncologia pediátrica pode ser caracterizada como o campo da psicologia da saúde que estuda a influência de fatores psicológicos sobre o desenvolvimento e a manifestação do câncer infantil.[1] Ao tornar o ambiente psicológico do hospital, que tem caráter obrigatoriamente aversivo e impessoal em certas situações, principalmente pela necessidade de higienização e prevenção de doenças, um lugar mais acolhedor, seguro e agradável para a criança o psico-oncologista pediátrico aumenta a adesão e colaboração ao tratamento, torna o paciente mais ativo, e torna a recuperação menos traumática e possivelmente mais rápida.

Referências

  1. COSTA JR., Áderson L.. Psico-Oncologia e manejo de procedimentos invasivos em oncologia pediátrica: uma revisão de literatura. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 12, n. 1, 1999. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721999000100007&lng=en&nrm=iso>. access on 09 Feb. 2010. doi: 10.1590/S0102-79721999000100007.