Abrir menu principal
Panzerhaubitze 2000
PzH2000 houwitser.png
Panzer Howtizer
Tipo Artilharia autopropulsada
Local de origem  Alemanha
História operacional
Em serviço 1998-presente
Guerras Guerra do Afeganistão
Histórico de produção
Data de criação 1996
Fabricante Krauss-Maffei/Wegmann
Custo unitário $4,5 milhões de dólares
Período de
produção
1998 - ?
Especificações
Peso 55,8 t (123 000 lb)
Comprimento 11,7 m (12 000 mm)
Largura 3,60 m (3 600 mm)
Altura 3,1 m (3 100 mm)
Tripulação 5 (comandante, motorista, atirador, auxiliar do atirador)
Calibre Rheinmetall 155 mm (6,1 in) L52
Cadência de tiro 10 tpm
Blindagem do veículo Aço, 70 mm (máximo), 10mm (mínimo) ERA Blindagem reativa explosiva
Armamento
primário
1 x 155mm Rh-L52 (Calibre: 155mm - Alcance estimado de 5Km a 40Km)[1]
Armamento
secundário
1 x 7,62 mm MG 3
Motor MTU-881
1 000 hp (750 kW)
Peso/potência 20.4 hp/ton
Suspensão Barra de torção
Alcance
Operacional
420 km (260 mi)
Velocidade 65km/h estrada e 45km/h terra

O Panzerhaubitze 2000 é um obuseiro auto-propulsado de 155mm, desenvolvido para o Exército Alemão pelas empresas Krauss-Maffei Wegmann (KMW) e Rheinmetall. O PzH 2000 é um dos mais poderosos e sofisticados sistemas de artilharia atualmente em operação. Pode disparar entre 10 e 13 tiros por minuto.[2] Seu remuniciamento é automatizado.

PzH 2000.

HistóriaEditar

 
Um PzH 2000 do exército holandês.

O óbus auto propulsado PzH-2000 (Panzeraubitze ou Óbus blindado) foi apresentado pela primeira vez na Alemanha no inicio dos anos 1990, tendo as primeiras unidades de pré-produção sido mostradas em 1995. Os primeiros veículos entraram ao serviço no exército da Alemanha em 1998.

Concebido pela Kraus-Maffei Wegmann, e utilizando um chassis baseado no carro de combate pesado Leopard 1, o PzH-2000 distingue-se pelo alcance da sua arma principal, que pode disparar munição standard a distâncias superiores a 30 km.

Além do PzH-2000 foi igualmente estudada a possibilidade de instalação do sistema noutras plataformas.

Em 2008, um sistema derivado do PzH-2000, com a mesma peça de artilharia mas outro chassis mais leve foi apresentado pela KMW e pela Steyr-Daimler Puch, o braço europeu da General Dynamics.

Trata-se do DONAR, um sistema que combina a arma da Rheinmetal e parte da torre do PzH-2000 com o chassis do veículo blindado austríaco ASCOD / ULAN.

O PzH-2000, é presentemente o mais sofisticado sistema de artilharia em operação no mundo. Criado para substituir as versões alemãs do M-109, o PzH-2000 supera largamente as prestações do modelo norte-americano.

Utilizando o óbus L-52 de 155mm da Rheinmetal, o PzH-2000 utiliza um chassis derivado daquele utilizado pelo carro de combate Leopard-1.

O veículo pode receber proteção adicional com módulos de blindagem reativa, que aumentam o peso e afetam a mobilidade do veículo, concedendo-lhe no entanto uma proteção mais eficiente.

OperadoresEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. KMweg.de
  2. Army Technology with data on PzH2000
  3. «DefenceNet.gr». Consultado em 22 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 12 de maio de 2011 

Ligações externasEditar