Quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014

artigo de lista da Wikimedia

O quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 é uma lista que classifica os Comitês Olímpicos Nacionais de acordo com o número de medalhas conquistadas nos Jogos realizados em Sóchi, na Rússia. Foram disputadas 98 finais em 15 esportes.

Patrick Chan (Canadá, prata), Yuzuru Hanyu (Japão, ouro) e Denis Ten (Cazaquistão, bronze) com as medalhas do individual masculino da patinação artística durante a cerimônia de premiação.

A primeira medalha de ouro foi conquistada pelo estadunidense Sage Kotsenburg no slopestyle do snowboard, prova que estreava em edições de Olimpíadas de Inverno. Ele ficou a frente do norueguês Ståle Sandbeck e do canadense Mark McMorris.[1]

Os anfitriões russos conquistaram a primeira medalha com a patinadora Olga Graf, bronze na 3000 metros da patinação de velocidade, atrás da checa Martina Sáblíková e da neerlandesa Ireen Wüst em 9 de fevereiro.[2] No mesmo dia conquistaram a primeira medalha de ouro com a equipe de patinação artística.[3]

O quadroEditar

O quadro de medalhas está classificado de acordo com o número de medalhas de ouro, estando as medalhas de prata e bronze como critérios de desempate em caso de países com o mesmo número de ouros. O Comitê Olímpico Internacional não reconhece a existência de um quadro de medalhas, alegando que isso cria uma competição entre os países, o que não é o objetivo dos Jogos.[4]

No evento do downhill feminino do esqui alpino, houve um empate na primeira colocação e duas medalhas de ouro foram entregues. Nenhuma atleta recebeu a medalha de prata.[5] No super-G masculino, também do esqui alpino, houve um empate na terceira colocação e duas medalhas de bronze foram concedidas.[6]

     País sede destacado.
 Ordem  País        
1  RUS Rússia 11 10 9 30
2  NOR Noruega 11 6 9 26
3  CAN Canadá 10 10 5 25
4  USA Estados Unidos 9 9 10 28
5  NED Países Baixos 8 7 9 24
6  GER Alemanha 8 6 5 19
7  SUI Suíça 7 2 2 11
8  BLR Bielorrússia 5   1 6
9  AUT Áustria 4 8 5 17
10  FRA França 4 4 7 15
11  POL Polônia 4 1 1 6
12  CHN China 3 4 2 9
13  KOR Coreia do Sul 3 3 2 8
14  SWE Suécia 2 7 6 15
15  CZE República Checa 2 4 3 9
16  SLO Eslovênia 2 2 4 8
17  JPN Japão 1 4 3 8
18  FIN Finlândia 1 3 1 5
19  GBR Grã-Bretanha 1 1 3 5
 LAT Letônia 1 1 3 5
21  UKR Ucrânia 1   1 2
22  SVK Eslováquia 1     1
23  ITA Itália   2 6 8
24  AUS Austrália   2 1 3
25  CRO Croácia   1   1
26  KAZ Cazaquistão     1 1
TOTAL 99 97 99 295

Mudanças no quadro de medalhasEditar

Casos de doping na RússiaEditar

Inicialmente o Comitê Olímpico Internacional desclassificou os seguintes atletas da Rússia por violações de doping:

  • Maxim Vylegzhanin perdeu a medalha de prata na largada coletiva de 50 km do esqui cross-country devido a caso de doping divulgado em 9 de novembro de 2017. Consequentemente a equipe russa da prova de velocidade por equipes, formada por Nikita Kriukov (também punido em 22 de dezembro de 2017)[8] e Vylegzhanin, que conquistou a prata, também foi desclassificada e a medalha cassada. A medalha no revezamento 4x10 km já havia sido retirada pelo doping de Alexander Legkov.[9]

No entanto, com exceção de Zubkov, Zaitseva e Voyevoda as punições aos demais atletas foram anuladas pelo Tribunal Arbitral do Esporte entre 2018 e 2020 após apelação dos envolvidos.[18][19]

Referências

  1. GloboEsporte.com (8 de fevereiro de 2014). «Com suspense e 'sem medalha', americano ganha 1º ouro de Sochi». Consultado em 8 de fevereiro de 2014 
  2. R7.com (9 de fevereiro de 2014). «Rússia conquista bronze na patinação e estreia no quadro de medalhas; veja melhores imagens». Consultado em 9 de fevereiro de 2014 
  3. GloboEsporte.com (9 de fevereiro de 2014). «Adolescente emociona com 'A Lista de Schindler', e Rússia leva primeiro ouro». Consultado em 9 de fevereiro de 2014 
  4. The New York Times (18 de agosto de 2008). «A Medal Count That Adds Up To Little» (em inglês). Consultado em 8 de fevereiro de 2014 
  5. GloboEsporte.com (12 de fevereiro de 2014). «Em dia quente e atípico em Sochi, esquiadoras empatam e dividem ouro». Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  6. BandSports (16 de fevereiro de 2014). «Sochi volta a ter empate; norueguês é ouro». Consultado em 16 de fevereiro de 2014 
  7. «IOC SANCTIONS TWO RUSSIAN ATHLETES AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 1 de novembro de 2017. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  8. a b c «IOC SANCTIONS 11 RUSSIAN ATHLETES AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 22 de dezembro de 2017. Consultado em 3 de janeiro de 2018 
  9. «IOC SANCTIONS FOUR RUSSIAN ATHLETES AND CLOSES ONE CASE AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 9 de novembro de 2017. Consultado em 19 de dezembro de 2017 
  10. «IOC SANCTIONS FOUR RUSSIAN ATHLETES AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 22 de novembro de 2017. Consultado em 26 de dezembro de 2017 
  11. a b «IOC SANCTIONS FOUR RUSSIAN ATHLETES AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 24 de novembro de 2017. Consultado em 27 de dezembro de 2017 
  12. «IOC SANCTIONS FIVE RUSSIAN ATHLETES AND PUBLISHES FIRST FULL DECISION AS PART OF THE OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 27 de novembro de 2017. Consultado em 29 de dezembro de 2017 
  13. «IOC SANCTIONS ONE RUSSIAN ATHLETE, AND CLOSES ONE CASE AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 18 de dezembro de 2017. Consultado em 28 de dezembro de 2017 
  14. «Olympic Winter Games Sochi – 2-man Bobsleigh» (em inglês). IBSF. Consultado em 28 de dezembro de 2018 
  15. «Olympic Winter Games Sochi – 4-man Bobsleigh» (em inglês). IBSF. Consultado em 28 de dezembro de 2018 
  16. «IOC SANCTIONS FIVE RUSSIAN ATHLETES AND PUBLISHES FIRST FULL DECISION AS PART OF THE OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 27 de novembro de 2017. Consultado em 29 de dezembro de 2017 
  17. «IOC SANCTIONS THREE RUSSIAN ATHLETES AS PART OF OSWALD COMMISSION FINDINGS» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 1 de dezembro de 2017. Consultado em 31 de dezembro de 2017 
  18. «The Court of Arbitration for Sport (CAS) delivered its decisions in the matter of 39 Russian Athletes v/ the IOC: 28 appeals upheld, 11 partially upheld» (PDF) (em inglês). Tribunal Arbitral do Esporte. 1 de fevereiro de 2018. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  19. «Decisions Rendered by the Court of Arbitration for Sport (CAS) in the Appeal Arbitrations between Russian Athletes Olgo (sic) Vilukhina, Yana Romanova and Olga Zaytseva, and the International Olympic Committee (IOC)» (PDF) (em inglês). Tribunal Arbitral do Esporte. 24 de setembro de 2020. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 

Ligações externasEditar