Quatermass and the Pit

filme de 1967 dirigido por Roy Ward Baker

Quatermass and the Pit (bra: Uma Sepultura na Eternidade[2]; prt: O Mundo das Trevas[1]) é um filme britânico, de 1967, de terror e ficção científica, produzido pela Hammer Film, dirigido por Roy Ward Baker e roteirizado por Nigel Kneale, com música de Tristam Cary.

Quatermass and the Pit
Julian Glover é o Coronel Breen
No Brasil Uma Sepultura na Eternidade
Em Portugal O Mundo das Trevas
 Reino Unido
1967 •  cor •  97 min 
Direção Roy Ward Baker
Produção Anthony Nelson Keys
Roteiro Nigel Kneale
Elenco James Donald
Andrew Keir
Barbara Shelley
Julian Glover
Duncan Lamont
Bryan Marshall
Peter Copley
Edwin Richfield
Grant Taylor
Maurice Good
Género filme de ficção científica
filme de horror
Música Tristram Cary
Cinematografia Arthur Grant
Direção de arte Bernard Robinson
Kenneth Ryan
Efeitos especiais Les Bowie
Figurino Rosemary Burrows
Edição Spencer Reeve
Companhia(s) produtora(s) Associated British-Pathé
Hammer Film Productions
Distribuição Estados Unidos Twentieth Century Fox Film Corporation
Lançamento Reino Unido 9 de novembro de 1967
Portugal 12 de julho de 1968[1]
Idioma língua inglesa

SinopseEditar

Um artefato alienígena é desenterrado em Londres, e este tem poderosos poderes psíquicos para afetar toda a população.

ElencoEditar

Nome Personagem
James Donald Dr. Mathew Roney
Andrew Keir Professor Bernard Quatermass
Barbara Shelley Barbara Judd
Julian Glover Coronel Breen
Duncan Lamont Sladden
Bryan Marshall Capitão Potter
Peter Copley Howell
Edwin Richfield Ministro
Grant Taylor Ellis - Sargento da polícia
Maurice Good Sargento Cleghorn
Robert Morris Jerry Watson
Sheila Steafel Jornalista
Hugh Futcher Sapador
Hugh Morton Jornalista idoso
Thomas Heathcote Vigário
Noel Howlett Bibliotecário da paróquia
Hugh Manning Cliente do bar
June Ellis Loura
Keith Marsh Johnson
James Culliford Cabo Gibson
Bee Duffell Senhorita Dobson
Roger Avon Eletricista
Brian Peck Oficial técnico
John Graham Inspetor
Charles Lamb Vendedor de jornais

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b «Cine Europa (publicidade)». Diário de Lisboa (16.366, ano 48). 12 de julho de 1968. p. 5. Consultado em 10 de outubro de 2021 
  2. EWALD FILHO, Rubens (1975). Os filmes de hoje na TV. São Paulo (Brasil): Global Editora. p. 179 
  Este artigo sobre um filme de horror é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.