Quinto Cedício

político

Quinto Cedício (m. 256 a.C.; em latim: Quintus Caedicius) foi um político da gente Cedícia da República Romana eleito cônsul em 256 a.C. com Lúcio Mânlio Vulsão Longo. Era filho de Quinto Cedício Nótua, cônsul em 289 a.C..[1]

Quinto Cedício
Cônsul da República Romana
Consulado 256 a.C.
Morte 256 a.C.

Consulado (256 a.C.)Editar

Antes de ser cônsul, foi tribuno militar em 258 a.C..[2] Foi eleito cônsul em 256 a.C., o nono ano da Primeira Guerra Púnica, com Lúcio Mânlio Vulsão Longo, mas morreu ainda no cargo. Para substituí-lo, Marco Atílio Régulo foi nomeado cônsul sufecto.[3]

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Cneu Cornélio Blasião II

com C. Atílio Régulo Serrano

Lúcio Mânlio Vulsão Longo
256 a.C.

com Quinto Cedício
com Marco Atílio Régulo (suf.)

Sucedido por:
'Marco Emílio Paulo

com Sérvio Fúlvio Petino Nobilior


Referências

  1. (em alemão) Quintus Caedicius Noctua. In: Der Neue Pauly (DNP). Volume 12/1, Metzler, Stuttgart 2002, ISBN 3-476-01482-7, Pg. 1099.
  2. (em alemão) Quintus Caedicius. In: Der Neue Pauly (DNP). Volume 2, Metzler, Stuttgart 1997, ISBN 3-476-01472-X, Pg. 900.
  3. Fastos Capitolinos

BibliografiaEditar