Quinto Víbio Segundo

Quinto Víbio Segundo (em latim: Quintus Vibius Secundus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de março a abril de 86 com um colega de nome desconhecido. Nascido e criado em Roma, Segundo era membro da prestigiosa gente Víbia. Seu irmão era o influente político Lúcio Júnio Quinto Víbio Crispo, cônsul três vezes[1]. É possível que ele seja parente do cônsul sufecto Lúcio Víbio Sabino, pai da imperatriz Víbia Sabina, esposa de Adriano[2].

Quinto Víbio Segundo
Cônsul do Império Romano
Consulado 86 d.C.

CarreiraEditar

No final de 60, Segundo foi condenado por extorsão pelos habitantes da Mauritânia e foi exilado da Itália, só escapando da morte por causa do irmão[1]. Reconvocado a Roma na época de Domiciano, foi cônsul sufecto em 86 e depois foi nomeado procônsul da Ásia entre 101 e 102[3].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Domiciano XI

com Tito Aurélio Fulvo II
com Quinto Júlio Cordino Caio Rutílio Gálico II (suf.)
com Lúcio Valério Cátulo Messalino II (suf.)
com Marco Arrecino Clemente II (suf.)
com Lúcio Bébio Honorato (suf.)
com Públio Herênio Polião (suf.)
com Marco Ânio Herênio Polião (suf.)
com Décimo Abúrio Basso (suf.)
com Quinto Júlio Balbo (suf.)
com Caio Sálvio Liberal Nônio Basso (suf.)

Domiciano XII
86

com Sérvio Cornélio Dolabela Petroniano
com Caio Sécio Campano (suf.)
com Quinto Víbio Segundo (suf.)
com Sexto Otávio Frontão (suf.)
com Tibério Júlio Cândido Mário Celso (suf.)
com Aulo Búcio Lápio Máximo (suf.)
com Caio Otávio Tídio Tossiano Lúcio Javoleno Prisco (suf.)

Sucedido por:
'Domiciano XIII

com Lúcio Volúsio Saturnino
com Caio Calpúrnio Pisão Crasso Frúgio Liciniano (suf.)
com Caio Belício Natal Públio Gavídio Tebaniano (suf.)
com Caio Ducênio Próculo (suf.)
com Caio Cílnio Próculo (suf.)
com Lúcio Nerácio Prisco (suf.)


Referências

  1. a b Tácito, Anais XIV.28
  2. Anthony Richard Birley, Marcus Aurelius: a biography, Second Edition (London: Routledge, 2000), pp. 241,242 ISBN 0-415-17125-3, ISBN 978-0-415-17125-0
  3. Werner Eck, "Jahres- und Provinzialfasten der senatorischen Statthalter von 69/70 bis 138/139", Chiron, 12 (1982), pp. 336f

BibliografiaEditar