Quione (Boréade)

Disambig grey.svg Nota: Se procura a mãe de Autólico, veja Quíone.

Quione (em grego Χιόνη), na mitologia grega, era uma filha do deus do vento Bóreas e Orítia, [1][2][3] e a mãe do filho de Poseidon Eumolpo,[4] que veio da Trácia para reinar em Elêusis e cujo túmulo era reconhecido pelos eleusinos e atenienses do século II d.C..[2]

Quione morto com uma flecha apoiada por seus dois filhos.

Sua mãe, Orítia, era filha do rei de Atenas Erecteu, filho de Pandião I, e de Praxiteia, filha do Potâmo Frasimo e da Ninfa Diogeneia, e fora carregada pelo vento Bóreas.[5] Orítia e Bóreas tiveram duas filhas, Cleópatra e Quíone, e dois filhos, Zetes e Calais.[1]

Quione engravidou de Poseidon e deu à luz Eumolpo, mas, para que o seu pai não soubesse, jogou o filho no mar.[6] O deus, porém, o recolheu, e o levou até a Etiópia, entregando-o a Benthesicyme, sua filha com Anfitrite.[6] Após várias aventuras, Eumolpo foi morto por Erecteu durante a guerra entre Elêusis e Atenas.[6]

Árvore genealógica baseada em Apolodoro:


Erecteu
Praxiteia
Bóreas
Orítia
Cleópatra
Quione
Zetes
Calais
Posidão
Eumolpo


Referências

  1. a b Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.15.2
  2. a b Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 1.38.2
  3. Higino, Fabulae, CLVII, Filhos de Netuno. Higino usa os nomes romanos: Eumolpo, filho de Quíone, filha de Áquilo
  4. The New Century Classical Handbook; Catherine Avery, redactor; Appleton-Century-Crofts, New York, 1962; p. 289
  5. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.15.1
  6. a b c Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.15.4
  Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.