Abrir menu principal
A Adivinha (1899) Enrique Simonet.

Quiromancia é o ato de ler as mãos.

A quiromancia (do grego  Χείρων, "mão", e Μαντεια, " profecia") é um método complexo de adivinhação e de interpretação de sinais baseados nas linhas da palma da mão e no seu formato, tamanho e textura.

Existe a crença que acredita que, através da quiromancia, ou seja, pela leitura das mãos, é possível descobrir o passado e o futuro, as tendências e as potencialidades do indivíduo, além de prever problemas de vários gêneros, tendo assim o reconhecimento para poder mudar e evitar tais problemas. As linhas da mão mudam, portanto, quem determina as mudanças na própria vida é o próprio indivíduo.

Esse sistema de arte divinatória deve ter tido origem na Índia há pelo menos cinco mil anos. Era praticado na China, no Tibete, na Pérsia, na Mesopotâmia e no Egito. As lendas nos contam que o filósofo grego Aristóteles, que dizia que a mão é o "principal órgão" do corpo, ensinou quiromancia a seu mais famoso pupilo, Alexandre, o Grande. Dizem que também Júlio César acreditava ter tanta habilidade para decifrar palmas da mão que julgava seus homens pela aparência de suas mãos.

Índice

Princípios básicos da leitura de mãoEditar

 
As 3 linhas principais

De maneira geral:

  • quanto mais definida, equilibrada, sem correntes e sem ramos as linha tiverem, melhores serão os aspectos associados a elas.
  • se não aparece um aspecto positivo, não significa que a pessoa tenha o lado negativo do aspecto, por exemplo, se não há indicação que a pessoa seja bondosa não significa que ela é uma pessoa má; ou não ser inteligente não é exatamente igual a ser ignorante.
  • é melhor não ter uma linha do que ter uma linha ruim.
  • linhas perfeitamente duplas são as melhores.

As principais linhas da mão são:

1. A LINHA DA VIDA:

  • A crença popular diz que essa linha indica quanto tempo uma pessoa vai viver.

No entanto, ela dá uma ideia geral da qualidade de vida e da vitalidade dessa pessoa. Uma curva acentuada para baixo, mesmo numa linha curta, indica força física. Já uma linha relativamente reta sugere pouca resistência. Situa-se perto do polegar, perto da linha da cabeça.

2.LINHA DA CABEÇA:

  • Mostra a capacidade intelectual da pessoa.

Ela revela a criatividade latente, o poder de concentração e a capacidade de resolver problemas. Quanto maior a linha, maior a capacidade de concentração. Situa-se no meio da palma da mão, quase reta.

3.A LINHA DO DESTINO:

  • Tem relação com a postura no trabalho e como o futuro influencia a pessoa.

Se inexistente ou curta, a pessoa gosta de valorizar o presente e aproveitar o dia. Se vai da parte de baixo da palma até o dedo médio, indica que se trata de alguém que valoriza seu trabalho e que gosta de planejamentos a longo prazo.

Outras linhas:

  • Saúde
  • Anél de Vênus
  • Linhas de Marte
  • Filhos

Outros elementos:

  • Cruzes
  • Triângulos
  • Quadrados
  • Estrelas (asteriscos)
  • Grades

Montes:

  • Mercúrio
  • Apolo
  • Saturno
  • Júpiter
  • Martes
  • Lua
  • Vênus

Esquerda ou direita?Editar

A mão que você mais usa é chamada de principal ou superior. Ela indica os eventos futuros bem como o seu exterior. A outra mão é denominada secundária ou inferior. Ela mostra seu potencial bem como o seu interior. Pessoas destras tendem a ser mais lógicas, pois a mão direita está conectada com a região lógica, lado esquerdo do cérebro. Pessoas canhotas tendem a ser mais criativas, pois a mão esquerda está conectada com a região intuitiva, lado direito do cérebro.

CiênciaEditar

Houve pouca aceitação de pesquisas amplas para a verificação da exatidão da quiromancia como um sistema de análise. Muita análise foi empreendida pelos próprios leitores[1]. Nenhuma informação conclusiva foi usada para suportar as alegações realizadas por leitores, e na verdade, há tanta evidências inválidas contra validação científica da quiromancia como, da mesma forma, que há a favor.

Veja TambémEditar

Referências

Ligações externasEditar