Abrir menu principal

Rádio 96 FM (Palmas)

96 FM Unitins
Fundação Universidade do Tocantins
País  Brasil
Frequência(s) 96.1 MHz
Sede Palmas, Tocantins
Slogan A rádio que Palmas ouve
Fundação 1 de fevereiro de 2000 (19 anos)
Fundador Siqueira Campos
Pertence a Universidade Estadual do Tocantins
Proprietário(s) Universidade Estadual do Tocantins
Idioma (português brasileiro)
Prefixo ZYC 579
Emissoras irmãs TV Educativa do Tocantins
Dados técnicos Potência: 2 Kw
Classe: A3
RDS: Não
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Webcast Ouça ao vivo
Aplicativo móvel Google Play: [1]
Página oficial 96fm.to.gov.br

96 FM é uma emissora de rádio brasileira da cidade de Palmas, Tocantins.

HistóriaEditar

Foi criada em 1 de fevereiro de 2000 e é transmitida na frequência 96.1 MHz para toda a região central do Tocantins, abrangendo mais de 39 municípios do interior do estado, além da capital.

É a rádio FM de maior alcance no estado do Tocantins, pois pode ser sintonizada em alguns locais que estão a mais de 150 km de Palmas (em linha reta). A emissora faz parte do Instituto de Radiodifusão Educativa do Tocantins/Redesat, que é uma autarquia do governo do Tocantins.

Em primeira coletiva de imprensa após a posse do governador Mauro Carlesse, no dia 1.º de janeiro de 2019, foi anunciada que a Fundação Redesat seria incorporada à Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).[1] Com isso, a 96 FM passou a ser administrada pela Secretaria Estadual de Comunicação (Secom) e manteve sua programação.[2][3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Governo Carlesse anuncia corte de 12 secretarias e volta da jornada de 8h para servidores». G1 Tocantins. 1.º de janeiro de 2019. Consultado em 8 de janeiro de 2019 
  2. «TV pública do Tocantins não terá mais programação local; rádio continua funcionando». G1 Tocantins. 2 de janeiro de 2019. Consultado em 8 de janeiro de 2019 
  3. Georgethe Pinheiro (3 de janeiro de 2019). «Redesat suspende programação local de TV e estrutura volta ao comando da Unitins». Jornal do Tocantins. Consultado em 8 de janeiro de 2019 

Ligações externasEditar