Abrir menu principal

Jovem Pan News Santos

estação de rádio brasileira de Santos, SP
(Redirecionado de Rádio Atlântica)
Jovem Pan News Santos
{{{alt}}}
Rádio Atlântica Ltda.
País Brasil
Frequência(s) AM 590 kHz
Sede Santos, SP
Fundação 26 de maio de 1935 (84 anos)
Fundador Carlos Baccarat
Pertence a Grupo ABC de Comunicação
Proprietário(s) Ivo Rocha
Antigo(s) proprietário(s) Carlos Baccarat
Élio Ávila de Souza
José Manoel Ferreira Gonçalves
Afiliações Jovem Pan News
Afiliações anteriores Rádio Deus é Amor (2010-2018)
Idioma Português
Prefixo ZYK 534
Prefixo(s) anterior(es) PRG-5
ZYE 343
Nome(s) anterior(es) Rádio Atlântica (1935-2018)
Página oficial jovempan.uol.com.br/afiliada/santos-news

Jovem Pan News Santos é uma emissora de rádio brasileira sediada em Santos, cidade do estado de São Paulo. Opera no dial AM, na frequência 590 kHz, e é afiliada à Jovem Pan News. Fundada em 26 de maio de 1935 por Carlos Baccarat, era nomeada Rádio Atlântica e foi a segunda emissora de rádio inaugurada na cidade de Santos. Atualmente controlada pelo empresário Ivo Rocha, é integrante do Grupo ABC de Comunicação, que também administra a Jovem Pan News, de Campinas, a Rádio ABC, de Santo André, e a Clip FM, de Indaiatuba.

HistóriaEditar

Segunda emissora de rádio instalada na cidade de Santos, a Rádio Atlântica de Santos foi inaugurada no dia 26 de maio de 1935 por Carlos Baccarat, membro de uma família de cafeicultores.[1] Seus estúdios iniciais eram localizados no Parque Balneário Hotel, transferindo-se posteriormente para o edifício da Sociedade Humanitária dos Empregados do Comércio de Santos, onde estava instalada sua antena transmissora. Em 1943, passou a ser sediada na Praça Correa de Melo, esquina com a Rua Itororó, onde já contava com um pequeno auditório.[2] A rádio seguiu a tendência das emissoras do período e possuía uma programação clássica, com programas de auditório, musicais e radionovelas que fizeram história na programação.[2]

Em seu auge, a Rádio Atlântica já teve entre seus profissionais Armando Rosas, Vicente Leporace (que posteriormente ganhou fama na Rádio Bandeirantes, em São Paulo), Caldeira Filho, Correia Júnior, Rosinha Mastrângelo, Walter Dias, José Liberato e outros.[2] Até a década de 1960, grandes artistas já se apresentaram na emissora, como Francisco Alves, Sílvio Caldas, Orlando Silva, Carmem Miranda, Carlos Galhardo, Nelson Gonçalves, Vicente Celestino, Grande Otelo, Gregório Barrios, Dalva de Oliveira, Dircinha e Linda Batista e, posteriormente, com alguns artistas da então nova geração, como Jair Rodrigues, Jerry Adriani, Genival Lacerda, Demetrius, Katya, Luiz Guedes, Perla e Tomás Roth, além do apresentador Chacrinha.[2] Este período também contou com radionovelas escritas pela novelista Ivani Ribeiro e programações esportivas comandadas por Gracioso Filho e depois com Ernani Franco.[2]

No fim de 1970, a emissora transfere sua sede para a Rua Frei Gaspar, fase em que enfrenta grande crise financeira e começa a decair tecnicamente. Em 1971, é vendida para o Sistema A Tribuna de Comunicação, sob propriedade de Élio Ávila de Souza com direção geral de Roberto Santini.[2] A Rádio Atlântica passa então a ter programação popular, com programas jornalísticos, esportivos e debates.[3] Posteriormente, passa a ser controlada por José Manoel Ferreira Gonçalves até 2007, quando é adquirida pelo Grupo ABC de Comunicação, proprietário da Rádio ABC de Santo André.[4] Em fevereiro de 2010, a programação da Rádio Atlântica é retirada do ar e passa a ser arrendada à Igreja Pentecostal Deus é Amor, repetindo a programação da Rádio Deus é Amor. Em artigo enviado pelo jornalista Paulo Rogério (do Expresso Popular) ao site Observatório da Imprensa, a Rádio Atlântica foi arrendada por 50 mil reais mensais, além de relatar problemas recorrentes tanto na emissora como no cenário geral do rádio AM na Baixada.[5] Em 2013, entra com termo aditivo para migrar a emissora do AM para o FM.[6]

Em 21 de novembro de 2018, a programação da Rádio Deus é Amor foi substituída pela repetição da Rádio ABC devido ao fim do arrendamento para a igreja.[7] Após alguns dias repetindo a programação de forma provisória, é confirmada a entrada da Jovem Pan News na frequência. A estreia oficial ocorreu às 17h de 30 de novembro de 2018, inicialmente sendo uma retransmissão integral da grade gerada de São Paulo.[8] A entrada da Jovem Pan News no AM marcou o retorno da programação da emissora jornalística ao dial da região, que estava sem transmissão desde 2013 com o fim da transmissão na frequência FM que posteriormente virou CBN Santos.

Referências

  1. Rúbia Vasques (5 de abril de 2008). «As primeiras emissoras de rádio AM em Santos». Caros Ouvintes. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  2. a b c d e f «Rádio Atlântica de Santos (1)». Novo Milênio. 27 de abril de 2011. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  3. «Rádio Atlântica de Santos (2)». Novo Milênio. 25 de junho de 2006. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  4. «Rádio Atlântica de Santos (6)». Novo Milênio. 12 de janeiro de 2013. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  5. Paulo Rogério (9 de fevereiro de 2010). «Adeus, Atlântica». Observatório da Imprensa. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  6. «Grupo ABC de Comunicação sai na frente na migração de suas emissoras AM». Bastidores do Rádio. 12 de novembro de 2013. Consultado em 2 de abril de 2017. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2017 
  7. Daniel Starck (22 de novembro de 2018). «Extra: Depois de Campinas, Rádio ABC aparece na Baixada Santista». Tudo Rádio. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  8. Daniel Starck (30 de novembro de 2018). «Exclusivo: Jovem Pan News estreia hoje (30) uma afiliada na Baixada Santista. Região também passa a contar com a Rádio Cidade». Tudo Rádio. Consultado em 2 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar