Rádio Bandeirantes São Paulo

estação de rádio brasileira da cidade de São Paulo

Rádio Bandeirantes São Paulo é uma emissora de rádio brasileira sediada em São Paulo, capital do estado brasileiro homônimo. Opera no dial AM e FM nas frequências de 840 kHz[1], 86,3 MHz[2] da banda estendida e 90,9 MHz,[4]e é uma emissora própria e geradora da Rede Bandeirantes de Rádio. Seus estúdios estão localizados no bairro do Morumbi, na sede do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Seus transmissores de AM localizam-se no bairro de Vila Liviero (região do Sacomã),[1] e os da FM 86,3 estão na Torre da TV Bandeirantes, na região da Avenida Paulista.[7][8]A concessão da FM 90,9 pertence à Vip Rádio e Televisão Ltda., pela afiliada Vip FM, que tem concessão em Itanhaém e sede em São Bernardo do Campo, onde atualmente está a torre de transmissão da emissora, na Rodovia dos Imigrantes.[3] A Vip FM retransmite o sinal da Rádio Bandeirantes cobrindo com som local o sul e centro-leste da Grande São Paulo e grande parte da Baixada Santista, inclusive uma porção do litoral sul paulista,[9] além de usar reforçadores de sinal para melhorar sua cobertura e recepção na região.

Rádio Bandeirantes São Paulo
Rádio Bandeirantes São Paulo
Rádio e Televisão Bandeirantes Ltda.
Vip Rádio e Televisão Ltda.
País Brasil
Cidade de concessão São Paulo, SP
Frequência(s)
Sede São Paulo, SP
Slogan Fechada com você, fechada com a verdade
Fundação 6 de maio de 1937 (87 anos)
como Sociedade Bandeirante de Radiodifusão
Fundador José Pires Oliveira Dias
Pertence a Grupo Bandeirantes de Comunicação
Proprietário(s) Johnny Saad
Antigo(s) proprietário(s)
Audiência 18º lugar[nota 1]
Formato emissora comercial
Género entretenimento
jornalismo
esportes
Afiliações Rádio Bandeirantes
Idioma português
Prefixo ZYK 687 (AM)[1]
ZYM 680 (FM)[3]
Prefixo(s) anterior(es)
Cobertura 180 Km (Alcance médio)(AM)
150 Km (Alcance médio)(FM)
Nacional (via satélite)
Coord. do transmissor 23° 38' 44.99" S 46° 36' O (AM) 23° 54' 23.00" S 46° 33' 22.00" O (FM)
Dados técnicos Potência ERP: 50 kW (AM)[1]
47,8 kW (FM)[3]
Classe: A1
RDS: Sim
Informação de licença AM: CDB, PDF
FM: PDF, PDF
Webcast Ouça ao vivo
Página oficial Rádio Bandeirantes
Rádio Vip FM (FM)

História

editar

A emissora, inicialmente chamada de Sociedade Bandeirante de Radiodifusão, foi inaugurada na noite de 6 de maio de 1937 por José Pires Oliveira Dias na Rua São Bento, centro de São Paulo, onde sediou seus estúdios e um auditório. InicIalmente transmitiu apenas programas musicais e de entretenimento.[10][11][12]

Seus primeiros locutores foram Joaquim Carlos Nobre, Tito Lívio Fleury Martins, Mário de Carvalho Araújo e Plínio Freire de Sá Campello.[13]No ano seguinte, Otávio Gabus Mendes assumiu a direção artística[10]e lançou, entre outras atrações, o boletim Bandeirantes Repórter e o programa Síntese, com as principais notícias da semana. Em setembro de 1939, com o início da Segunda Guerra Mundial, entrou no ar o informativo Panorama da Guerra.[14]

Em 1944, a emissora foi adquirida por Paulo Machado de Carvalho, dono das rádios Record, Panamericana, Excelsior e da Rede de Emissoras Unidas. Três anos depois ele vendeu a rádio para Adhemar de Barros, que um ano depois a repassou para seu genro, João Jorge Saad.[13]

Nas décadas de 1940, 1950 e 1960, a Bandeirantes lançou programas musicais de enorme audiência, como Brasil Caboclo com o Capitão Barduíno, Onde canta o Sabiá com o Comendador Biguá, Serra da Mantiqueira com Zacarias Mourão, Na beira da Tuia com Tonico e Tinoco,[15]Almoço à Brasileira com Moraes Sarmento, Telefone pedindo Bis com Enzo de Almeida Passos, Na Toca do Pica-Pau com Walter Silva, Não diga não com Miguel Vaccaro Neto, e Arquivo Musical, que estreou em 1963 e saiu do ar em dezembro de 2020. No início dos anos 1960, Alexandre Kadunc criou a equipe Os Titulares da Notícia que contava, entre outros locutores, com Humberto Marçal e Fábbio Perez. Em 1962, Vicente Leporace estreou O Trabuco, que ficou no ar até sua morte em abril de 1978, sendo o antecessor do Jornal Gente. No mesmo ano, estreou o jornal matutino Primeira Hora[14][16][17]

Em 1972, Hélio Ribeiro lançou o Correspondente Musical (posteriormente O Poder da Mensagem) e no ano seguinte os programas jornalísticos O Pulo do Gato com Gioia Júnior e depois com José Paulo de Andrade e também Ciranda da Cidade.[18][19]

A transmissão em FM foi inaugurada em 1975 na frequência de 96,1 MHz, hoje utilizada pela Band FM. Em agosto de 1999 iniciaram as transmissões em 90,9 MHz, com a antena instalada em São Bernardo do Campo e não na tradicional torre da TV Bandeirantes.[20]

 
Estúdio do Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, em 2019. Na ocasião, o então governador de São Paulo, João Doria, é entrevistado pelos jornalistas Thais Herédia e Fábio Campos

Nos anos 1940, a cobertura esportiva teve início com Ary Silva, Nicolau Tuma, Dárcio Ferreira e posteriormente com Edson Leite, Haroldo Fernandes, Darcy Reis, Fernando Solera, Silvio Luiz e Pedro Luiz Paoliello.[13] Em 1963, Fiori Gigliotti montou o Escrete do Rádio que foi líder de audiência por vários anos seguidos, sendo que nessa época os locutores esnobavam, falando em inglês, referindo-se à Seleção Brasileira de Futebol como "scratch". Aproveitando esse momento, Fiori escalava o Escrete do Rádio.[13]

Em julho de 2022, iniciaram-se as transmissões na banda estendida de FM 86,3 MHz.[21][22][23]

Em outubro do mesmo ano, a emissora oscilava entre a terceira e a quarta rádio jornalística mais ouvida de São Paulo, dentre as quatro emissoras jornalísticas da capital paulista.[24] Ela integra a Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão – que inclui também a Rede BandNews FM de rádio e o canal por assinatura BandNews TV, ambos dedicados ao jornalismo – de propriedade atualmente do neto de Adhemar de Barros, Johnny Saad que preside o grupo do qual a rádio faz parte.

Ver também

editar

Referências

  1. Dados da medição do Kantar IBOPE Media no dial FM e na internet referentes ao período entre novembro de 2023 e janeiro de 2024.[6]
  1. a b c d e «Relatório do Canal AM». Anatel 
  2. a b «Relatório do Canal FM 86,3». Anatel 
  3. a b c d «Relatório do Canal FM 90,9». Anatel 
  4. a b «Lista de rádios FM - Grande São Paulo». tudoradio.com 
  5. a b c «Canais de ondas curtas não são mais citados na vinheta da Rádio Bandeirantes». Radioamantes. 23 de julho de 2017 
  6. Daniel Starck (12 de fevereiro de 2024). «Panorama: Band FM segue líder isolada; Antena 1 pula para o top 5 de audiência e Kiss FM avança em São Paulo». tudoradio.com. Consultado em 13 de fevereiro de 2024 
  7. Starck, Daniel (18 de março de 2024). «FM estendido em pauta: Classic Pan avança em audiência e novas rádios surgem no dial de São Paulo». tudoradio.com 
  8. «Nova etapa da migração AM-FM começa a ficar visível em São Paulo: estruturas passam por montagem». tudoradio.com 
  9. «Folha de S.Paulo - Rádio: Bandeirantes AM "ganha" emissora FM». folha.uol.com.br. 6 de agosto de 1999. Consultado em 30 de julho de 2016 
  10. a b Pires, Mauro (24 de setembro de 1978). «O rádio do meu tempo». Folha de S. Paulo 
  11. «RADIOTELEPHONIA». O Estado de S. Paulo. 7 de maio de 1937 
  12. «Inaugurou se hontem a Sociedade Bandeirante de Rádio Diffusão». Folha da Manhã. 7 de maio de 1937 
  13. a b c d Bufarah, Álvaro Ferreira; Nunes, Gisele Sayeg; Silva, Albano da; Oliveira, Júlia Lúcia de; Villaça, Lenize; Prado, Magaly; Sergl, Marcos Júlio; Rangel, Patrícia (2010). «Panorama do Rádio em São Paulo» (PDF). Intercom 
  14. a b MELO, José Marques de (2004). São Paulo na idade mídia. São Paulo: Arte & Ciência. pp. 136, 141, 142. ISBN 8574731498 
  15. Peripato, Sandra Cristina. «Tonico e Tinoco». Recanto Caipira 
  16. «Tradição na Rádio Bandeirantes, Arquivo Musical sai do ar.». Radioamantes. 3 de janeiro de 2021 
  17. «Arquivo Musical da Rádio Bandeirantes completa um ano fora do ar». Radioamantes. 5 de janeiro de 2022 
  18. HAUSSEN, Doris (2003). Rádio Brasileiro, Episódios e Personagens. [S.l.]: Intercom. p. 214 
  19. «Rádio Bandeirantes organiza especial para o aniversário de 50 anos do programa O Pulo do Gato». tudoradio.com 
  20. «Bandeirantes AM "ganha" emissora FM». Folha de S. Paulo (n°25.692): pg. 52. 6 de agosto de 1999 
  21. «Mapa da atualização - julho de 2022». tudoradio.com. 29 de julho de 2022 - Rádio Bandeirantes FM 86.3 é captada em São Paulo através de transmissão experimental com RDS ativo - emissora é uma migrante AM-FM com porte não definitivo originada da AM 840. 
  22. «Mapa da atualização - outubro de 2022». tudoradio.com. 2 de outubro de 2022 - Rádio Bandeirantes FM 86.3 de São Paulo tem seu alcance de sinal ampliado entre a Grande São Paulo e as regiões de Jundiaí (SP), Baixada Santista (SP), Sorocaba (SP) e São José dos Campos (SP). A estação transmite em caráter científico, mas se aproxima de seu porte definitivo, que é classe A1. 
  23. «Rádio Bandeirantes inicia divulgação da frequência 86.3 FM em São Paulo». tudoradio.com. 18 de outubro de 2023 
  24. Starck, Daniel (10 de outubro de 2022). «Panorama: Jovem Pan FM e 89 FM A Rádio Rock avançam em São Paulo. Band FM lidera». tudoradio.com. Consultado em 20 de janeiro de 2023 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.