Folha FM
Emissora Continental de Campos Ltda.
País Brasil
Frequência(s) FM 98,3 MHz
Antigas frequências:
AM 1270 kHz (1956–2019)
Sede Campos dos Goytacazes, RJ
Slogan A rádio que toca você
Fundação 29 de fevereiro de 1956 (1956-02-29)
Fundador Rubens Berardo
Pertence a Grupo Folha de Comunicação
Antigo(s) proprietário(s) Rubens Berardo (1956–59)
Mário Tamborindeguy (1959–78)
Andral Tavares (1978–88)
Pereira Jr. (1978–83)
Barbosa Lemos (1983–84)
Formato Comercial
Gênero
Idioma Português
Prefixo(s) anterior(es) ZYD 80
ZYP 29
ZYJ 474
Nome(s) anterior(es) Rádio Continental (1956–2019)
Emissoras irmãs
Dados técnicos Potência: 13 kW
Classe: A4
RDS: Não
Agência reguladora ANATEL
Webcast Ouça ao vivo
Página oficial www.folhafm98.com.br

Folha FM é uma emissora de rádio brasileira sediada em Campos dos Goytacazes, cidade do estado do Rio de Janeiro. Opera no dial FM, na frequência 98,3 MHz, oriunda da migração da AM 1270 kHz, que operou, entre 1956 e 2019, como Rádio Continental. Pertence ao Grupo Folha de Comunicação, que também controla a Hits FM Macaé, a InterTV Planície (em parceria com a Rede InterTV, afiliada à Rede Globo) e a Plena TV.

HistóriaEditar

A Rádio Continental foi inaugurada em 29 de fevereiro de 1956, e pertencia ao empresário e deputado federal pelo então Distrito Federal Rubens Berardo. Em 1959, a emissora é vendida para o também empresário e deputado federal Mário Tamborindeguy, que foi seu proprietário até fevereiro de 1978, quando é adquirida pelos comunicadores Andral Tavares e Pereira Jr., que já detinham a Rádio Campos Difusora. Em 1983, o consórcio formado por Andral e Pereira se associa ao empresário e radialista Barbosa Lemos, e as duas rádios também passam a pertencê-lo. Porém, no ano seguinte, a Continental volta apenas para Andral Tavares. Em maio de 1988, a emissora é repassada ao Grupo Folha de Comunicação, que controla o jornal Folha da Manhã.

Na tarde de 14 de janeiro de 2018, o estúdio de gravação da emissora, localizado em sua sede no Centro de Campos dos Goytacazes, é atingido por um incêndio causado pela explosão de um ar-condicionado. Os agentes do Corpo de Bombeiros chegaram rapidamente ao local, impedindo que o fogo se alastrasse para outros setores da rádio. No momento um programa estava sendo gravado ao vivo.[1]

Em 14 de dezembro de 2018, a Rádio Continental inicia o processo de migração para a faixa FM, passando a operar em caráter experimental pela frequência 98,3 MHz. A previsão foi de que a frequência AM fosse desligada em janeiro de 2019, o que só ocorreu em 28 de março.[2][3] Neste dia, a emissora muda seu nome para Folha FM, visando uma maior sinergia com o grupo.[4]

Referências

  1. Jane Ribeiro (14 de janeiro de 2018). «Incêndio atinge estúdio da rádio Continental». Folha 1 (em português brasileiro). Geral. Consultado em 18 de julho de 2019 
  2. Victor Azevedo (14 de dezembro de 2018). «Continental já transmite em FM». Folha 1 (em português brasileiro). Geral. Consultado em 18 de julho de 2019 
  3. Victor Azevedo (6 de fevereiro de 2019). «Rádio Continental dará lugar à Folha FM a partir de março». Folha 1 (em português brasileiro). Geral. Consultado em 18 de julho de 2019 
  4. Suzy Monteiro e Arnaldo Neto (27 de março de 2019). «Com música e informação de qualidade, Folha FM entra no ar nesta quinta-feira». Folha 1 (em português brasileiro). Geral. Consultado em 18 de julho de 2019 

Ligações externasEditar