Raça Brasil

revista mensal brasileira com conteúdo relacionado a cultura afro-brasileira

Revista Raça é uma revista mensal, publicada pela Editora Pestana Arte & Publicações. Primeira e mais conceituada revista do Brasil com conteúdo relacionado à cultura afro, a RAÇA é um fenômeno editorial. A primeira edição, em setembro de 1996, vendeu mais de 270 mil exemplares, recorde que se mantém imbatível. Até hoje, é o único canal presente em todas as mídias - TV, impresso e digital - para falar diretamente com 54% da população brasileira que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é formada por afrodescendentes.


Fundada em 1996 pela editora Símbolo, teve como primeiro editor-chefe Aroldo Macedo,[1] posteriormente foi publicada pela editora Escala, em 2007, com Maurício Pestana como diretor executivo. Dez anos depois, em 2017, a revista teve uma rápida passagem pela editora Minuano[2] Em 2018, Maurício Pestana, ex-Secretário de Promoção de Igualdade Racial da Cidade de São Paulo, jornalista, publicitário e cartunista, assumiu novamente a revista, desta vez como CEO. A Revista Raça passa a ser editada pela Editora Pestana Arte & Publicações, desde 1994 referência no país e no exterior no que diz respeito à produção de materiais didáticos nas áreas de diversidade, cidadania e direitos humanos.


Contrariando a tendência de crise do mercado editorial, a Raça resgata a periodicidade mensal em 2020 e reforça a integração do impresso com o universo digital. Essa adaptação, iniciada em 2018 e receberá muito mais atenção e investimentos neste ano, intensificando o programa Raça na TV, exibido na TV Guarulhos; o site www.revistaraca.com.br; o canal no YouTube, o Instagram, o Facebook e o Linkedin.


A jornalista Flavia Cirino é a editora-chefe desde 2018. Fazem parte do Conselho Editorial: Carlos Machado, Carol Barreto, Dilza Muramoto, Evaldo Vieira, Fábio Garcia, Fábio Pereira, Fátima França, Fernanda Alcântara, Flávio Andrade, Francilene Martins, Jane Costa, Katleen Conceição, Márcio Barbosa, Mônica Garcia, Olívia Santana, Petronilha Gon, Rachel Maia, Rachel Quintiliano, Théo Van Der Loo, Uênia Baumgartner e Zulu Araújo.



.


Referências

Ligações externasEditar