Rabate-Salé-Quenitra

(Redirecionado de Rabat-Salé-Kénitra)

Rabate-Salé-Quenitra[1] (Rabat-Salé-Kénitra), é uma Região Marroquina criada em setembro de 2015[2]. Tem uma área de 18.194km[3]², o que corresponde a cerca de 2,5% de todo o território Marroquino (Sara Ocidental incluído). A sua população é de 4.580.866 (em 2014[4]), o que corresponde a cerca de 13,5 % de toda a população Marroquina (Sara Ocidental incluido). A capital administrativa é Rabat[2]. Em termos de riqueza, a região contribui com 16,3%[4] do PIB de Marrocos (Sara Ocidental incluido).

Marrocos Rabate-Salé-Quenitra

Rabat-Salé-Kénitra • جهة الرباط سلا القنيطرةⴻⵕⵕⴱⴰⵟ-ⵙⵍⴰ-ⵈⵏⵉⵟⵔⴰ

 
  Região  
A foz do Rio Cebu
A foz do Rio Cebu
Localização
Localização da região em Marrocos.Sara Ocidental incluído.
Localização da região em Marrocos.Sara Ocidental incluído.
País Marrocos
História
Fundação 2015
Administração
Capital Rabat
Características geográficas
Área total 18 194 km²
População total (2014) 4 580 866 hab.
Densidade 251,8 hab./km²
Outras informações
Províncias e
prefeituras

Organização AdministrativaEditar

A região de Rabate-Salé-Quenitra está dividida em 3 Prefeituras, 4 províncias, 10 distritos, 21 municípios e 91 Comunas[4].

Prefeituras/ProvínciasEditar

A primeira divisão administrativa da região é feita entre províncias e prefeituras (estas últimas são o equivalente urbano das primeiras).

Nome Tipo Área[4]

(em km²)

Habitantes

(em 2014)[3]

Salé Prefeitura 672 982.163
Rabat Prefeitura 118 577.827
Skhirate-Témara Prefeitura 485 574.543
Quenitra Província 3.052 1.061.435
Khémisset Província 8.305 542.221
Sidi-Kacem Província 3.113 522.270
Sidi-Slimane Província 1.825 320.407

DemografiaEditar

Entre 2004 e 2014 a população passou de 4.023.217 habitantes, para 4.580.866 habitantes, ou seja teve um crescimento médio anual de 1,31%[4]. A população urbana é de 3.198.712 habitantes e a rural de 1.382.154 habitantes[4].

EconomiaEditar

O PIB da Região em 2014 era de 150,7[4] bilhões de DH, sendo o sector terciário responsável por 64,8%[4]. A taxa de pobreza é de 13,3%[5](em 2007).

AgriculturaEditar

A região detém 12% da área agrícola útil do país (1.019.369 ha)[5].A principal produção agrícola é a dos cereais[5].

PecuáriaEditar

Além da agricultura, a maioria dos agricultores pratica a criação intensiva de ovinos, bovinos, caprinos e equídeos, além da criação de aves e apicultura[5]. Em 2013 havia na região 1.584,1 mil cabeças de ovinos, 519,7 mil cabeças de gado e 139,2 mil cabeças de cabras[5].

PescaEditar

As capturas são cerca de 6.943 toneladas[5].

Recursos mineraisEditar

Os principais recursos minerais são cascalho, areia de dunas, areia de uso geral, mármore e argila[5].

AmbienteEditar

FlorestaEditar

A área florestal é de 351.290 hectares, o que representa 4% do total florestal de Marrocos. Desse total, 226.520 hectares são de florestas naturais de madeira de lei, 58.320 de matagal e 50.810 hectares de espécies resinosas naturais[5].

Áreas protegidasEditar

Rabate-Salé-Quenitra possui ecossistemas naturais muito diversos, em particular áreas húmidas e terrestres cuja superfície excede 20.000 ha. O lago Sidi boughaba (Mehdia) e o Merja zerga (Moulay bousselham) representam um dos pântanos mais significativos da região, com uma grande biodiversidade de flora e fauna. Essas duas áreas foram classificadas como Sítios de Ramsar devido à sua importância internacional muito alta para as aves aquáticas migratórias, bem como a presença de espécies muito raras e ameaçadas de extinção, respectivamente (lontra européia e tartaruga européia). As outras áreas da região pertencentes ao domínio terrestre representam mais de 13.000 ha. A floresta de Mamora, com sua inegável riqueza em fauna, flora e solo fértil, é a área terrestre mais importante da região[6].

A floresta de MamoraEditar

A floresta de Mamora é a maior floresta de carvalhos e sobreiros do mundo. Com uma área total de 133.000 hectares, a fauna é muito variada e certas espécies são muito raras: 69 espécies de aves, 19 de mamíferos e 25 de répteis[7][8].

A lagoa de Merja ZergaEditar

Merja Zerga é uma lagoa localizada na costa atlântica marroquina, caracterizada por um regime hidrológico específico (medidor de marés e influências continentais) e por uma grande diversidade de habitats.O inventário atualizado da flora natural de Merja Zerga inclui 190 táxons, dos quais 16 são raros para espécies muito raras, dois deles são endêmicos hispano-marroquinos (Lippia nodiflora, Lotus chazaliei) e outros dois endêmicos mauritano-marroquinos (Sarcocornia perennis , Limonium ovalifolium). No que diz respeito à fauna, o local é frequentado por mais de cem espécies de aves aquáticas, das quais cinquenta são observadas regularmente. A merja também abriga espécies endêmicas de anfíbios marroquinos, Pelobates varaldii, além de uma boa população de enguias de Anguilla anguilla e amêijoas Venerupis decussatus[9].

Outros[10]Editar

Reserva Biológica de Sidi Bou Ghaba[11]

ClimaEditar

É do tipo mediterrâneo semi-árido, com influência oceânica marítima ou continental; leve, moderada e chuvosa no inverno; e húmido e temperado no verão. A temperaturas varia entre a mínima de 4 ° C e máxima de 40 ° C. Quanto à pluviosidade, ela varia entre 900 mm e 300 mm.[5]

Referências

  1. Direito Marítimo Internacional 1964, p. 127.
  2. a b fixant le nombre des régions.pdf «Décret fixant le nombre des régions» Verifique valor |url= (ajuda) (PDF). Ministério do Interior do Reino de Marrocos. 5 de março de 2015. Consultado em 11 de março de 2020 
  3. a b «Monographie de la Région de Rabat-Salé-Kenitra» (PDF). Portail National des Collectivités Territoriales, Ministério do Interior do Reino de Marrocos. Consultado em 12 de março de 2020 
  4. a b c d e f g h «Présentation de la Région Rabat-Salé-Kénitra». Haut Commissariat au Plan, do Reino de Marrocos. Consultado em 11 de março de 2020 
  5. a b c d e f g h i «Monographie de la région Rabat-Salé-Kénitra | Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra» 
  6. «Aires protégées». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2020 
  7. «Mamora (31)». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2013 
  8. «Fiche technique de la Mamora». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2013 
  9. «Fiche technique du SIBE "Merja Zerga». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2020 
  10. «Aires protégées». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2013 
  11. «Fiche technique du SIBE de Sidi Bou Ghaba». Centre d'Echange d'Information sur la Biodiversité de la Région Rabat-Salé-Kénitra. Consultado em 12 de março de 2020 

BibliografiaEditar

  • Direito Marítimo Internacional. Lisboa: Comissão Permanente de Direito Marítimo Internacional, Ministério da Marinha. 1964 


  Este artigo sobre Geografia de Marrocos, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.