Abrir menu principal

Racionalidade (economia)

A teoria económica predominante postula a hipótese da racionalidade económica, que corresponde ao homo economicus.

Segundo esta hipótese, os indivíduos procuram satisfazer as suas necessidades da forma racionalmente perfeita. O alcance da hipótese é um pouco mais vasto do que a simples satisfação das necessidades, ela implica que os indivíduos são capazes de classificar as suas escolhas por ordem de preferência, privilegiando as com o menor custo de oportunidade associado.

Convém, acrescentar, que racionalidade económica é uma forma utópica de realização, pois conceitos éticos influenciam a vida das pessoas, constantemente.

Ver tambémEditar