Rafaela Bezanilla

primeira-dama do Chile

Rafaela Bezanilla Bezanilla[1] (1797 - 7 de maio de 1855) foi a primeira-dama do Chile entre 1829-1830 e 1830-1831.

Rafaela Bezanilla Bezanilla.

HistóriaEditar

Em 3 de abril de 1812[2] casou-se com seu sobrinho José Tomás Ovalle Bezanilla, na paróquia El Sagrario, em Santiago. Curiosamente, ela também era filha de tio e sobrinha, Francisco de Bezanilla y Bárcena e Juana de Bezanilla y Abós-Padilla. A família Bezanilla do Chile é descendente de Tirso de Bezanilla, senhor da casa solar de Bezanilla, em Presanes, Montanhas de Burgos, Espanha.[3][2]

Entre alguns dos filhos deste casal encontram-se Francisco Javier Ovalle, Ministro da Justiça de Manuel Montt, e Manuel José Ovalle, conhecido pelo apelido de" O Pequeno Príncipe".[2]

José Tomás Ovalle governou como Presidente do Chile, de 24 de dezembro de 1829 até o dia 18 de fevereiro de 1830 e, desde 1 de abril de 1830 até o dia 8 de março de 1831.[4]

Com a morte repentina de seu marido, Rafaela Bezanilla se dedicou a manter a lembrança deste, gerindo o nome de uma pequena aldeia do Norte Chico, hoje conhecida como Ovalle. Deu-lhe o nome da rua Bezanilla na comuna de Independencia.[1] Rafaela Bezanilla Bezanilla faleceu em 7 de maio de 1855. Seu túmulo está no Cemitério Geral de Santiago.[1]

Referências

  1. a b c Centro de Estudios Históricos Forenses. «Primeras Damas de Chile» (PDF) (em espanhol). Consultado em 29 de julho de 2018 
  2. a b c Thayer Ojeda, Luis. origenes de chile:Elementos etnicos, apellidos, familias. [S.l.: s.n.] 7 páginas 
  3. «Familia Bezanilla». www.genealog.cl (em espanhol). Consultado em 29 de julho de 2018 
  4. «Familia Ovalle». www.genealog.cl (em espanhol). Consultado em 29 de julho de 2018