António Raimundo Belo

(Redirecionado de Raimundo Belo)

António Raimundo Belo (Praia da Vitória, 8 de Julho de 1897Angra do Heroísmo, 5 de Outubro de 1958), mais conhecido por Raimundo Belo, foi um jornalista e historiador açoriano que se notabilizou pelos seus estudos sobre a genealogia das famílias da ilha Terceira e sobre a história da emigração açoriana para o Brasil[1].

Raimundo Belo
Nome completo António Raimundo Belo
Nascimento 8 de julho de 1897
Praia da Vitória, Portugal
(ex-Reino de Portugal)
Morte 5 de outubro de 1958 (61 anos)
Angra do Heroísmo, Portugal
Nacionalidade Portugal português
Ocupação jornalista, genealogista

BiografiaEditar

Primo de Gervásio Lima, foi chefe da secretaria notarial de Angra do Heroísmo. Membro da tertúlia intelectual terceirense da década de 1930, foi contista, jornalista e investigador da história angrense, da genealogia e da história da emigração açoriana para o Brasil.

Colaborou nos principais jornais da Terceira e publicou alguns artigos e contos em revistas portuguesas. Foi um dos fundadores do Instituto Histórico da Ilha Terceira e uma figura activa na vida cultural da ilha Terceira até ao seu falecimento. Foi um dos intelectuais que incentivaram Vitorino Nemésio a publicar os seus primeiros textos[1].

Notas

Principais obrasEditar

  • 1928 — Prosas Soltas. Angra do Heroísmo, Livraria Editora Andrade.
  • 1934 — Pró-Bem. Angra do Heroísmo, Livraria Editora Andrade.
  • 1936 — Caminho da Vida. Angra do Heroísmo, edição do autor.
  • 1938 — Da voz que me fala. Angra do Heroísmo, edição do autor.
  • 1944 — Candida: story of an Azorian girl. Angra do Heroísmo, ed. do autor.
  • 1947 — "Relação dos emigrantes açorianos, de 1771-74, para os Estados do Brasil, extraído do Livro de Registos de passaportes da Capitania-Geral dos Açores". Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira. Angra do Heroísmo, V- IX e XII.
  • 1952 — Brasileiros na ilha Terceira e outras notas genealógicas terceirenses. Instituto Histórico da Ilha Terceira, Angra do Heroísmo.
  • 1957 — "Os Avelares nos Açores, no Brasil e na América do Norte (notas histórico-genealógicas)". Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. 15, Angra do Heroísmo.

Ligações externasEditar