Rajon Rondo

basquetebolista estadunidense

Rajon Pierre Rondo (Kentucky, 22 de fevereiro de 1986) é um jogador norte-americano de basquete profissional que atualmente joga no Cleveland Cavaliers da National Basketball Association.[1]

Rajon Rondo
Rajon Rondo, Kelly Oubre Jr. (38294689275) (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Rajon Pierre Rondo
Data de nasc. 22 de fevereiro de 1986 (36 anos)
Local de nasc. Louisville, Kentucky,  Estados Unidos
Altura 6 ft 1 in (1.85 m)
Peso 180 lb (82 kg)
Apelido Johnny
Playoff Rondo
Swag
The Yoga Instructor
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Cleveland Cavaliers
Número 1
Posição Armador
Clubes de juventude
2004–2006 Estados Unidos Kentucky Wildcats
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2006–2014
2014–2015
2015–2016
2016–2017
2017–2018
2018–2020
2020–2021
2021
2021–2022
2022– Presente
Estados Unidos Boston Celtics
Estados Unidos Dallas Mavericks
Estados Unidos Sacramento Kings
Estados Unidos Chicago Bulls
Estados Unidos New Orleans Pelicans
Estados Unidos Los Angeles Lakers
Estados Unidos Atlanta Hawks
Estados Unidos Los Angeles Clippers
Estados Unidos Los Angeles Lakers
Estados Unidos Cleveland Cavaliers
619 (7.119)
48 (445)
72 (859)
71 (561)
74 (630)
110 (909)
27 (106)
31 (191)
18 (55)
17 (116)

Rondo jogou dois anos de basquete universitário pelo Kentucky Wildcats antes de ser selecionado pelo Phoenix Suns no draft de 2006 e posteriormente negociado com o Boston Celtics. Rondo é bicampeão da NBA, foi quatro vezes selecionado para o All-Star Game e foi quatro vezes selecionado para a Equipe Defensiva.

Início da vidaEditar

Rondo nasceu em 22 de fevereiro de 1986 em Louisville, Kentucky, filho de Amber Rondo. Ele tem três irmãos: Dymon, William e Anton. Ele teve pouco contato com seu pai, que deixou sua família quando ele tinha sete anos.[2]

Para sustentar a família, sua mãe trabalhou no terceiro turno na Philip Morris, uma empresa de tabaco. Rondo se interessou primeiro pelo futebol americano, antes de sua mãe guiá-lo para o basquete porque ela achava que o esporte seria menos punitivo em seu corpo magro.

Carreira no ensino médioEditar

Rondo estudou na Eastern High School de Louisville por três anos. Durante seu primeiro ano, ele teve médias de 27,9 pontos, 10,0 rebotes e 7,5 assistências, o que lhe rendeu a 7º posição no Prêmio de Jogador da Região do Ano.

Ele se transferiu para a Academia Oak Hill da Virgínia para o seu último ano, onde teve médias de 21,0 pontos, 3,0 rebotes e 12,0 assistências e ajudou a equipe a terminar a temporada com um recorde de 38-0.[3] Em seu último ano na Oak Hill Academy, Rondo quebrou o recorde escolar de Jeff McInnis de 303 assistências, enquanto tinha uma média de um duplo-duplo. Ele teve um jogo de 55 pontos, o segundo maior de todos os tempos na Oak Hill Academy, superado apenas por Calvin Duncan com 61.[4]

Rondo encerrou sua carreira como líder de todos os tempos em assistências na Oak Hill Academy em uma única temporada com 494.[5]

Carreira universitáriaEditar

Rondo, juntamente com Joe Crawford e Randolph Morris, deu ao treinador Tubby Smith e a Universidade de Kentucky a classe de recrutamento mais bem avaliada para 2004.[6]

Rondo liderou Kentucky para várias vitórias, incluindo vitórias contra Louisville, Carolina do Sul e Central Florida, mas a equipe não conseguiu avançar para as quartas-de-final do Torneio da NCAA nas suas duas primeiras temporadas.

Ele estabeleceu um recorde de Kentucky de mais roubos de bola em uma única temporada com um total de 87 roubos. Rondo terminou seu primeiro ano com médias de 8,1 pontos, 2,9 rebotes, 3,5 assistências e 2,6 roubos.[7]

Em seu segundo ano, ele teve médias de 11,2 pontos, 6,1 rebotes, 4,9 assistências e 2,1 roubos.[8]

Carreira profissionalEditar

Boston Celtics (2006-2014)Editar

Draft da NBA de 2006Editar

Após a temporada de 2005-06, Rondo anunciou que abandonaria suas duas últimas temporadas em Kentucky e entraria no draft da NBA.[9] Rondo foi selecionado pelo Phoenix Suns como a 21º escolha geral no draft da NBA de 2006. Phoenix então o trocou para o Boston Celtics, junto com Brian Grant, em troca de uma escolha de primeira rodada no draft de 2007 e considerações em dinheiro.[10]

Temporada de 2006-07: Ano de estreiaEditar

Durante sua temporada de estreia na NBA, Rondo desempenhou um papel de coadjuvante e dividiu o seu tempo de jogo com Sebastian Telfair e Delonte West. Rondo foi titular em só 25 jogos naquela temporada. Em 1 de novembro de 2006, ele fez sua estreia na temporada regular da NBA em uma derrota em casa contra o New Orleans Hornets.[11]

Ele conseguiu marcar 23 pontos contra o Toronto Raptors e registrar seu primeiro duplo-duplo na carreira em uma derrota contra o Washington Wizards. Em seu primeiro jogo como titular, ele marcou 23 pontos contra o Los Angeles Clippers. Depois de se tornar oficialmente titular, ele começou a receber mais tempo de jogo (47 minutos de jogo) que levou a uma melhora na produção (14 rebotes contra o San Antonio Spurs[12] e 7 roubos de bola contra o Indiana Pacers). À medida que o meio da temporada se aproximava, seus números começaram a aumentar, o que lhe rendeu uma seleção de para a Segunda-Equipe de Novatos.[13]

Ele terminou a temporada com médias de 6,4 pontos e 3,8 assistências, ficando entre os dez melhores da NBA em roubos (128) e também no top 10 entre os novatos em várias outras categorias, incluindo primeiro em roubos e segundo em assistências. No final, no entanto, os Celtics terminaram a temporada com um recorde de 24-58 e não se classificaram para os playoffs.

Temporada de 2007-08: Primeiro títuloEditar

 
Rondo em maio de 2008

Depois que Telfair e West foram negociados durante a offseason da temporada de 2007-08, Rondo garantiu um lugar no time titular. Cercado pelos All-Stars Kevin Garnett, Paul Pierce e Ray Allen, ele rapidamente se tornou um jogador constante e consistente. Em seus 77 jogos disputados, ele teve médias de 10,6 pontos, 5,1 assistências e 4,2 rebotes. Seu papel como jogador refletiu nele liderando a equipe em assistências e roubos.

Após o fim de semana do All-Star Game, Rondo anotou 16 assistências na vitória contra o Charlotte Bobcats.[14] Apesar de seu sólido ano de estreia, havia muita especulação sobre Boston precisar de um armador veterano e em março, eles contrataram o veterano armador Sam Cassell.

Após a temporada regular, Rondo terminou entre os cinco melhores para a votação do Jogador que Mais Evoluiu. Em 20 de abril de 2008, Rondo fez sua estreia nos playoffs contra o Atlanta Hawks e terminou o jogo com 15 pontos, 9 assistências e 2 roubos. Os Celtics fechou a série em sete jogos, derrotou o Cleveland Cavaliers na rodada seguinte e depois venceu o Detroit Pistons nas Finais da Conferência Leste. Nas finais da NBA, enfrentando o Los Angeles Lakers, Rondo teve duas atuações fortes, incluindo 16 assistências no Jogo 2. No Jogo 3, ele deixou a quadra no terceiro quarto após rodar o tornozelo.[15] A lesão foi considerada um "não-fator" e Rondo finalmente fez seu retorno no Jogo 4.[16] No Jogo 6, o armador teve 6 roubos de bola quando os Celtics derrotaram os Lakers e ele ganhou o seu primeiro anel de campeão da NBA. Após o jogo, o treinador dos Lakers, Phil Jackson, chamou Rondo de "estrela" do Jogo 6.

Temporada de 2008-09Editar

 
Rondo em dezembro de 2008

Em sua terceira temporada na NBA, os Celtics começaram a temporada com o melhor recorde inicial da história da NBA e também estabeleceu um recorde da franquia com uma sequência de 19 vitórias.[17] Os números de Rondo aumentaram em seu desempenho na temporada anterior; no entanto, ele foi criticado por seu arremesso.[18]

Ele registrou seu primeiro triplo-duplo na carreira com 16 pontos, 13 rebotes e 17 assistências contra o Indiana Pacers.[19] Em uma vitória em casa contra o New York Knicks, Rondo liderou a equipe para empatar o recorde da franquia de 18 vitórias consecutivas. No entanto, depois que a série de vitórias foi quebrada, a equipe perdeu sete dos seus próximos nove jogos. Contra o Dallas Mavericks, ele registrou seu segundo triplo-duplo na carreira com 19 pontos, 15 rebotes e 14 assistências.[20]

Ele se tornou o primeiro atleta da NBA a assinar um contrato de patrocínio com a Red Bull em 17 de abril de 2009.

Ele terminou a temporada em quinto lugar na NBA em assistências (8,2) e roubos de bola (1,9). A equipe terminou a temporada como a segunda melhor campanha na Conferência Leste, embora eles entrassem nos playoffs sem Kevin Garnett.

No confronto dos playoffs contra o Chicago Bulls, apesar de ter somado 29 pontos no Jogo 1, os Celtics perderam na prorrogação.[21] Boston venceu os dois jogos seguintes e nos Jogos 2 e 4, Rondo registrou triplo-duplos e tornou-se o primeiro jogador dos Celtics com dois triplos-duplos na mesma série desde Larry Bird em 1986. Ele também se tornou o primeiro jogador com múltiplos triplos-duplos na mesma série de playoffs desde Jason Kidd teve três triplos-duplos nas Finais da Conferência Leste de 2002. No Jogo 6, ele registrou 19 assistências e empatou o recorde dos playoffs da NBA.[22] Na rodada seguinte contra o Orlando Magic, Rondo fez outro triplo-duplo na vitória no Jogo 2. Seu terceiro triplo-duplo na pós-temporada empatou o recorde da franquia de Larry Bird. No entanto, os Celtics foram derrotados em sete jogos nas semifinais da Conferência Leste. Durante a pós-temporada, Rondo quase teve uma média de triplo-duplo com 16,9 pontos, 9,7 rebotes e 9,8 assistências.

Temporada de 2009-10: Primeira seleção para o ASGEditar

Durante a temporada de 2009-10, Rondo teve as médias mais altas na carreira em pontos (13,7), assistências (9,8) e roubos de bola (2,3) e se tornou o primeiro jogador dos Celtics a liderar a liga em roubos de bola.[23] Em 2 de novembro de 2009, Rondo assinou uma prorrogação de contrato de cinco anos e no valor de 55 milhões de dólares garantidos.[24]

Em 10 de janeiro de 2010, Rondo registrou seu terceiro triplo-duplo na temporada regular com 22 pontos, 13 assistências e 10 rebotes contra o Toronto Raptors.[25] Em 28 de janeiro de 2010, ele recebeu sua primeira seleção para o All-Star Game como reserva da Conferência Leste.[26] Em 24 de março de 2010, Rondo registrou seu quarto triplo-duplo na temporada regular com 11 pontos, 15 assistências e 11 rebotes.[27] Dois dias depois contra o Sacramento Kings, ele bateu o recorde da franquia de Rick Fox de mais roubos de bola em uma única temporada (167).[28] Em 2 de abril de 2010, em um jogo contra o Houston Rockets, ele quebrou o recorde da franquia de Bob Cousy de mais assistências em uma única temporada.[29]

Nos playoffs, os Celtics derrotaram o Miami Heat em cinco jogos e enfrentou o Cleveland Cavaliers na segunda rodada. No Jogo 2, Rondo distribuiu 19 assistências e empatou um recorde de franquia de mais assistências em um jogo de playoffs.[30] No Jogo 4, ele registrou seu quarto triplo-duplo na pós-temporada com 29 pontos, 18 rebotes e 13 assistências.[31] Ele se juntou a Wilt Chamberlain e Oscar Robertson como os únicos outros jogadores na história da NBA a ter 29 pontos, 18 rebotes e 13 assistências em um jogo de playoffs.[32] Eles acabaram derrotando os Cavaliers e depois o Orlando Magic nas Finais da Conferência Leste em seis jogos.[33] Nas Finais da NBA, os Celtics mais uma vez enfrentaram o Los Angeles Lakers. No Jogo 2, Rondo registrou seu segundo triplo-duplo da pós-temporada (19 pontos, 12 rebotes e 10 assistências),[34] no entanto, os Celtics sucumbiram aos Lakers em sete jogos.[35]

Temporada de 2010-11Editar

No terceiro jogo da temporada de 2010-11, Rondo registrou um triplo-duplo de 10 pontos, 10 rebotes e 24 assistências contra o New York Knicks.[36] Ele se juntou a Isiah Thomas como os únicos jogadores na história da NBA a ter pelo menos 24 assistências em um triplo-duplo.[37] Seu total de 50 assistências nos três primeiros jogos da temporada empatou o recorde da NBA de John Stockton. No jogo seguinte contra o Detroit Pistons, ele terminou o jogo com 17 assistências para um total de 67 assistências, que é o maior número de assistências nos quatro primeiros jogos da equipe na história da NBA.[38] Com um esforço de 15 assistências no dia seguinte, Rondo novamente estabeleceu um recorde de mais assistências nos cinco primeiros jogos.[39]

A temporada de Rondo também começou com lesões. Ele perdeu três jogos em novembro devido a um tendão esquerdo tenso.[40] Ele torceu o tornozelo esquerdo na vitória contra os Knicks em 15 de dezembro de 2010 e perdeu os sete jogos seguintes.[41]

Em 22 de abril, no terceiro jogo da primeira rodada da série de playoffs contra os Knicks, Rondo teve um triplo-duplo com 20 assistências.[42] Ele estabeleceu o recorde da franquia de mais assistências em um jogo de playoffs. Ele também estava empatado com LeBron James com 6 triplos-duplos na carreira nos playoffs até James chegar ao seu sétimo nos playoffs durante o Jogo 4 das Finais. Rondo teve a terceira camisa mais vendida da liga durante a temporada de 2010-11, atrás apenas de James e Kobe Bryant.[43]

Temporada de 2011-12Editar

 
Rondo em dezembro de 2011

Em 21 de fevereiro de 2012, Rondo foi nomeado o substituto de Joe Johnson no All-Star Game de 2012.[44] Com 18 pontos, 17 rebotes e 20 assistências contra o New York Knicks em 4 de março, ele se juntou a Wilt Chamberlain, Magic Johnson e Jason Kidd como os únicos jogadores a ter pelo menos 15 pontos, rebotes e assistências no mesmo jogo.[45] Na vitória contra o Miami Heat em 1º de abril, Rondo registrou outro triplo-duplo com 16 pontos, 14 assistências e 11 rebotes.[46]

Rondo fechou a temporada regular com 24 jogos consecutivos de 10 ou mais assistências. Este não é apenas um recorde da franquia, mas também é a maior sequência que a NBA já viu desde que John Stockton registrou uma sequência de 29 jogos em 1992. Essa sequência ainda era considerada ativa e foi retomada no início da temporada regular de 2012-13.[47]

Rondo teve seu primeiro triplo-duplo dos playoffs de 2012 contra o Atlanta Hawks em 4 de maio,[48] outro em 13 de maio no primeiro jogo da segunda rodada contra o Philadelphia 76ers[49] e um terceiro em 26 de maio no último jogo dessa rodada.[50] Ele se juntou a Larry Bird como os únicos jogadores dos Celtics a gravar um triplo-duplo em um Jogo 7.[51]

Em 6 de junho de 2012, ele passou Bob Cousy na marca de mais jogos de playoffs com 10 ou mais assistências com 39. Rondo registrou outro triplo-duplo no Jogo 7 das Finais da Conferência Leste, mas os Celtics perderam para o Miami Heat, encerrando sua série de playoffs.

Temporada de 2012-13Editar

 
Rondo em fevereiro de 2013

Rondo começou a temporada com 24 jogos consecutivos de mais de 10 assistências. Ele continuou essa sequência e registrou seu 37º jogo com mais de 10 assistências contra o Orlando Magic em 25 de novembro de 2012, igualando a maior sequência de John Stockton. Apenas Magic Johnson teve uma sequência mais longa (46 jogos). A sequência terminou no jogo seguinte contra o Brooklyn Nets, quando ele foi expulso por brigar com Kris Humphries.[52]

Ele foi eleito o titular do All-Star Game de 2013, mas em 27 de janeiro de 2013, durante um jogo com o Miami Heat, foi revelado que havia rasgado seu ligamento cruzado anterior e perderia o restante da temporada.[53]

Temporada de 2013-14Editar

Em 15 de janeiro de 2014, Rondo foi designado para o Maine Red Claws da D-League para fins de treinamento e reabilitação.[54] Mais tarde naquele dia, ele foi chamado pelos Celtics.[55]

Em 17 de janeiro de 2014, Rondo fez sua estreia na temporada, quase um ano depois de sua lesão. Em 19 minutos de jogo, ele teve 8 pontos, 4 assistências e 2 rebotes na derrota por 104-107 para o Los Angeles Lakers. Após seu retorno, ele foi nomeado o 15º capitão da história do Boston Celtics.[56]

Em 2 de fevereiro de 2014, na vitória por 96-89 sobre o Orlando Magic, Rondo registrou seu primeiro duplo-duplo desde sua lesão (19 pontos e 10 assistências). Em 4 de abril de 2014, ele registrou seu primeiro triplo-duplo da temporada com 11 pontos, 11 rebotes e 16 assistências na derrota por 102-111 para o Philadelphia 76ers.[57]

Temporada de 2014-15: Último ano em BostonEditar

Em 26 de setembro de 2014, Rondo foi descartado por seis a oito semanas após passar por uma cirurgia para reparar a mão esquerda quebrada. A lesão foi resultado de uma queda em sua casa na noite anterior.[58][59] Depois de perder toda a pré-temporada, ele retornou para a abertura da temporada regular em 29 de outubro e registrou 13 pontos, 12 assistências e sete rebotes na vitória por 121-105 sobre o Brooklyn Nets.

Em 17 de dezembro, em seu último jogo como jogador dos Celtics, Rondo registrou 13 pontos, 15 assistências e sete rebotes na vitória por 109-92 sobre o Orlando Magic.

Dallas Mavericks (2014-2015)Editar

Em 18 de dezembro de 2014, Rondo foi negociado, juntamente com Dwight Powell, para o Dallas Mavericks em troca de Jae Crowder, Jameer Nelson, Brandan Wright, uma escolha na primeira rodada de 2015 e uma escolha da segunda rodada de 2016.[60]

Dois dias depois, Ele fez sua estreia pelos Mavericks e registrou seis pontos, nove assistências e sete rebotes na vitória por 99-93 sobre o San Antonio Spurs. Em seu retorno a Boston em 2 de janeiro de 2015, Rondo marcou 29 pontos na vitória de Dallas por 119 a 101.

Ao longo de janeiro, rachaduras começaram a aparecer na relação entre Rondo e os Mavericks. Ele teve dificuldades para se encaixar no sistema dos Mavs e muitas vezes brigou com o treinador Rick Carlisle. Embora não houvesse problemas relatados fora da quadra, a falta de química foi notável ao longo da temporada.[61][62] Enquanto a defesa dos Mavericks melhorou ligeiramente com a aquisição de Rondo, seu ataque deu um notável passo para trás, caindo do melhor da liga para o quarto em pontos por jogo no final de fevereiro.[63] No final de abril, Rondo e os Mavericks concordaram mutuamente em se separar após um final tumultuado da temporada.[64]

Sacramento Kings (2015-2016)Editar

Em 13 de julho de 2015, Rondo assinou um contrato de um ano e 10 milhões de dólares com o Sacramento Kings.[65][66]

Ele fez sua estreia pelos Kings na abertura da temporada e registrou quatro pontos, sete rebotes e quatro assistências na derrota por 111-104 para o Los Angeles Clippers. Em 13 de novembro, ele registrou seu terceiro triplo-duplo em quatro jogos e o 25º de sua carreira com 23 pontos, 10 rebotes e 14 assistências na vitória por 111-109 sobre o Brooklyn Nets. Em 27 de novembro, ele teve 16 pontos e 16 assistências na derrota por 101-91 para o Minnesota Timberwolves. Ele se tornou o primeiro jogador desde 1977-78 a ter 16 pontos, 16 assistências e nenhum turnover em um jogo.

Em 3 de dezembro, Rondo foi expulso do jogo contra o Boston Celtics por Bill Kennedy, e em resposta, fez xingamentos homofobicos. Ele foi suspenso pela NBA por um jogo sem pagamento em 14 de dezembro.[67][68] Depois de postar duas declarações no Twitter que foram amplamente criticadas, Rondo emitiu um pedido de desculpas em 15 de dezembro.

Em 23 de janeiro de 2016, Rondo registrou seu quinto triplo-duplo da temporada com 11 pontos, 10 rebotes e 10 assistências na vitória por 108-97 sobre o Indiana Pacers. Dois dias depois, ele teve 20 assistências e 10 rebotes em uma derrota por 129-128 após duas prorrogações para o Charlotte Hornets, registrando assim 10 ou mais assistências em 12 jogos seguidos, um recorde dos Kings. A sequência terminou em 14 jogos.

Em 29 de fevereiro, Rondo teve 11 pontos, 12 assistências e nove rebotes na derrota por 131-116 para o Oklahoma City Thunder. Ele alcançou digitos duplos em assistências pela 39ª vez na temporada de 2015-16, empatando um recorde de Sacramento estabelecido por Reggie Theus em 1985-86. Em 25 de março, ele deu 12 assistências contra o Phoenix Suns e passou o recorde de Theus.

Chicago Bulls (2016–2017)Editar

Em 7 de julho de 2016, Rondo assinou um contrato de dois anos e US$ 28 milhões com o Chicago Bulls.[69][70]

Ele fez sua estreia pelos Bulls na abertura da temporada em 27 de outubro e registrou 4 pontos, 6 rebotes, 9 assistências e 2 roubadas de bola na vitória por 105-99 sobre o Boston Celtics.[71] Em 2 de dezembro, ele registrou seu primeiro triplo-duplo da temporada com 15 pontos, 12 assistências e 11 rebotes na vitória por 111-105 sobre o Cleveland Cavaliers.[72] Três dias depois, ele foi suspenso pelos Bulls por um jogo por conduta prejudicial à equipe.[73]

Em 21 de abril, Rondo foi descartado indefinidamente depois de quebrar o polegar direito no Jogo 2 da primeira rodada dos playoffs contra os Celtics. Eles perderam para o Celtics em seis jogos.[74]

Em 30 de junho de 2017, ele foi dispensado pelos Bulls.[75]

New Orleans Pelicans (2017–2018)Editar

Em 19 de julho de 2017, Rondo assinou um contrato de US$ 3,3 milhões por um ano com o New Orleans Pelicans.[76][77]

Em 8 de outubro de 2017, ele foi diagnosticado com uma hérnia esportiva.[78] Dois dias depois, ele passou por uma cirurgia e foi descartado por quatro a seis semanas. Em 13 de novembro de 2017, ele estreou pelos Pelicans contra o Atlanta Hawks e registrou dois pontos e duas assistências em cerca de cinco minutos.[79]

Em 27 de dezembro de 2017, ele fez 25 assistências, estabelecendo um recorde da franquia, na vitória por 128-113 sobre o Brooklyn Nets.[80] Ele quebrou a marca de Chris Paul com sua 22ª assistência e se tornou apenas o sétimo jogador na história da NBA a ter 25 assistências em um jogo, juntando-se a Scott Skiles, John Stockton, Jason Kidd, Kevin Johnson, Nate McMillan e Isiah Thomas.

No Jogo 1 da primeira rodada dos playoffs contra o Portland Trail Blazers, Rondo teve 17 assistências, empatando o recorde da franquia, oito rebotes e seis pontos na vitória por 97-95.[81][82] Na segunda rodada contra o Golden State Warriors, ele fez 21 assistências no Jogo 3, a única vitória dos Pelicans na série.[83]

Los Angeles Lakers (2018–2020)Editar

Temporada de 2018-19Editar

Em 6 de julho de 2018, Rondo assinou um contrato de um ano e US$ 9 milhões com o Los Angeles Lakers.[84][85]

Em 18 de outubro, em sua estreia pelos Lakers na abertura da temporada, Rondo registrou 13 pontos e 11 assistências em uma derrota por 128-119 para o Portland Trail Blazers.[86] Dois dias depois, em um jogo contra o Houston Rockets, Rondo e Chris Paul brigaram por causa de um empurrão de Brandon Ingram em James Harden. O conflito, agravado devido à alegação de Paul de que Rondo cuspiu nele, resultou em Rondo recebendo uma suspensão de três jogos.[87][88]

Depois de quebrar a mão direita na vitória por 126-117 sobre o Portland Trail Blazers em 14 de novembro, Rondo foi descartado por quatro a cinco semanas.[89] Em seu jogo de volta em 21 de dezembro, depois de perder 17 jogos, ele teve oito pontos e nove assistências na vitória por 112-104 sobre o New Orleans Pelicans.[90] Em 25 de dezembro contra o Golden State Warriors, depois de apenas três jogos de volta de sua lesão na mão, ele sofreu uma entorse no dedo anelar direito.[91] Ele passou por uma cirurgia três dias depois e foi posteriormente descartado por cerca de quatro a cinco semanas. Ele voltou à ação em 24 de janeiro de 2019, depois de perder 14 jogos, registrando 15 pontos, 13 assistências e seis rebotes na derrota por 120-105 para o Minnesota Timberwolves.[92]

Em 4 de março, Rondo passou para o 11º lugar na lista de mais triplos-duplos na história da NBA, ao mesmo tempo em que se tornou o segundo jogador (o outro é Mark Jackson) a registrar um triplo-duplo com cinco equipes diferentes, quando registrou seu 32º triplo-duplo com 24 pontos, 10 rebotes e 12 assistências, quando os Lakers perderam por 113-105 para o Los Angeles Clippers.[93] Em 29 de março, ele teve 17 assistências e cinco roubos de bola na vitória por 123-115 sobre o Charlotte Hornets, tornando-se o primeiro jogador dos Lakers com pelo menos 17 assistências e cinco roubos de bola desde Magic Johnson em dezembro de 1989.[94]

Temporada de 2019–20: Segundo títuloEditar

Em 8 de julho de 2019, Rondo renovou com os Lakers[95] e venceu as Finais da NBA de 2020, sua primeira em 12 anos e se tornando o segundo jogador na história da NBA, depois de Clyde Lovellette, a ganhar um título com o Boston Celtics e os Lakers.[96] As 105 assistências de Rondo nos playoffs de 2020 são as maiores de um jogador reserva em uma única pós-temporada desde os playoffs de 1971, superando as 95 assistências de Manu Ginóbili em 2014.[97]

Atlanta Hawks (2020–2021)Editar

Em 23 de novembro de 2020, Rondo assinou um contrato de 2 anos e US$ 15 milhões com o Atlanta Hawks.[98] Em 28 de dezembro de 2020, Rondo fez sua estreia nos Hawks e registrou 12 pontos e oito assistências na vitória por 128-120 contra o Detroit Pistons.[99]

Los Angeles Clippers (2021)Editar

Em 25 de março de 2021, Rondo foi negociado com o Los Angeles Clippers em troca de Lou Williams, duas escolhas de segunda rodada e considerações em dinheiro.[100]

Em 4 de abril, ele estreou em uma vitória por 104-86 sobre seu ex-time, o Los Angeles Lakers, e registrou dois pontos e três assistências em 13 minutos.[101] Em 8 de abril, ele registrou 15 pontos e nove assistências na vitória por 113-103 sobre o Phoenix Suns.[102]

Em 16 de agosto de 2021, Rondo foi negociado com o Memphis Grizzlies.[103] Doze dias depois, ele foi dispensado.[104]

Retorno ao Lakers (2021–2022)Editar

Em 31 de agosto de 2021, Rondo assinou um contrato de um ano para retornar ao Lakers.[105][106]

Cleveland Cavaliers (2022–Presente)Editar

Em 3 de janeiro de 2022, os Lakers trocaram Rondo com o Cleveland Cavaliers como parte de um acordo de três equipes que também incluía o New York Knicks.[107]

Estatística na NBAEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Campeão da temporada da NBA
Líder da liga

Temporada RegularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2006-07 Boston 78 25 23.5 .418 .207 .647 3.7 3.8 1.6 .1 6.4
2007-08 Boston 77 77 29.9 .492 .263 .611 4.2 5.1 1.7 .2 10.6
2008-09 Boston 80 80 33.0 .505 .313 .642 5.2 8.2 1.9 .1 11.9
2009-10 Boston 81 81 36.6 .508 .212 .621 4.4 9.8 2.3 .1 13.7
2010-11 Boston 68 68 37.2 .475 .233 .568 4.4 11.2 2.2 .2 10.6
2011-12 Boston 53 53 36.9 .448 .238 .597 4.8 11.7 1.8 .1 11.9
2012-13 Boston 38 38 37.4 .484 .240 .645 5.6 11.1 1.8 .2 13.7
2013-14 Boston 30 30 33.3 .403 .289 .627 5.5 9.8 1.3 .1 11.7
2014-15 Boston 22 22 31.8 .405 .250 .333 7.5 10.8 1.7 .1 8.3
Dallas 46 46 28.7 .436 .352 .452 4.5 6.5 1.2 .1 9.3
2015-16 Sacramento 72 72 35.2 .454 .365 .580 6.0 11.7 2.0 .1 11.9
2016-17 Chicago 69 42 26.7 .408 .376 .600 5.1 6.7 1.4 .2 7.8
2017-18 New Orleans 65 63 26.2 .468 .333 .543 4.0 8.2 1.1 .2 8.3
2018-19 Lakers 46 29 29.8 .405 .359 .639 5.3 8.0 1.2 .2 9.2
2019-20 Lakers 48 3 20.5 .418 .328 .659 3.0 5.0 0.8 .0 7.1
2020–21 Atlanta 27 2 14.9 .400 .378 .500 2.0 3.5 .7 .1 3.9
L.A. Clippers 18 1 20.4 .486 .432 1.000 3.1 5.8 1.0 .1 7.6
2021–22 L.A. Lakers 18 0 16.1 .324 .267 .500 2.7 3.7 .7 .3 3.1
Carreira 936 732 28.7 .440 .301 .598 4.5 7.8 1.4 .1 9.2
All-Star 3 0 18.3 .545 .000 .000 1.7 7.0 0.3 0.0 4.0

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2008 Boston 26 26 32.0 .407 .250 .691 4.1 6.6 1.7 .3 10.2
2009 Boston 14 14 41.2 .417 .250 .657 9.7 9.8 2.5 .2 16.9
2010 Boston 24 24 40.6 .463 .375 .596 5.6 9.3 1.9 .1 15.8
2011 Boston 9 9 38.3 .477 .000 .632 5.4 9.6 1.1 .0 14.0
2012 Boston 19 19 42.6 .468 .267 .696 6.7 11.9 2.4 .1 17.3
2015 Dallas 2 2 18.6 .450 .500 .000 1.0 3.0 0.0 .0 9.5
2017 Chicago 2 2 33.7 .423 .000 .500 8.5 10.0 3.5 .5 11.5
2018 New Orleans 9 9 33.6 .413 .421 .643 7.6 12.2 1.4 .2 10.3
2020 Lakers 16 0 24.7 .455 .400 .684 4.3 6.6 1.4 .1 8.9
2021 L.A. Clippers 13 0 16.9 .340 .393 .667 2.6 3.8 .4 .2 4.2
Carreira 134 105 32.2 .431 .285 .576 5.5 8.2 1.6 .1 11.8

Prêmios e HomenagensEditar

Referências

  1. «Rajon Rondo | Cleveland Cavaliers | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 17 de março de 2022 
  2. Springer, Shira (17 de maio de 2009). «No catching Rondo». Boston.com. Consultado em 17 de março de 2022 
  3. «Prep to pro: Rajon Rondo». ESPN.com (em inglês). 6 de maio de 2009. Consultado em 17 de março de 2022 
  4. «Individual High Scoring Games - Oak Hill Basketball - Oak Hill Academy». web.archive.org. 4 de maio de 2009. Consultado em 17 de março de 2022 
  5. «Individual Records - Oak Hill Basketball - Oak Hill Academy». web.archive.org. 27 de abril de 2009. Consultado em 17 de março de 2022 
  6. «Rajon Rondo, 2004 Point guard - Rivals.com». n.rivals.com. Consultado em 17 de março de 2022 
  7. «2004-05 Kentucky Wildcats Roster and Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  8. «2005-06 Kentucky Wildcats Roster and Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  9. «Kentucky's Rondo to hire agent, forgo college». ESPN.com (em inglês). 4 de abril de 2006. Consultado em 17 de março de 2022 
  10. nbatrades. «Boston Celtics Acquire Rajon Rondo». NBA Trades. Consultado em 17 de março de 2022 
  11. «Hornets vs. Celtics - Game Recap - November 1, 2006 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  12. «Celtics vs. Spurs - Game Recap - March 17, 2007 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  13. May 8, Peter F. Stringer Celtics com; 2007. «Rondo Named to NBA All-Rookie Second Team». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  14. «Bobcats vs. Celtics - Game Recap - February 29, 2008 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  15. Witz, Billy (12 de junho de 2008). «Rondo's Injury Adds Uncertainty to Celtics' Backcourt». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 17 de março de 2022 
  16. Jun 12, The Associated Press on; 2008; Sports, under. «Celtics' Rondo: Ankle injury won't keep me out of Game 4 - Tucson Citizen Morgue, Part 1 (2006-2009)». tucsoncitizen.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  17. «Celtics vs. Lakers - Game Recap - December 25, 2008 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  18. Desk, The Republican Sports (26 de abril de 2009). «Celtics point guard Rajon Rondo has been criticized, but coach Doc Rivers has no complaints». masslive (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  19. «Pacers vs. Celtics - Game Recap - December 3, 2008 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  20. «Celtics vs. Mavericks - Game Recap - February 12, 2009 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  21. «Bulls vs. Celtics - Game Recap - April 18, 2009 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  22. «Elias Says». ESPN.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  23. «Rajon Rondo 2009-10 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 17 de março de 2022 
  24. «Celtics give Rondo $55 million extension - NBA - Yahoo Sports». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  25. «Celtics vs. Raptors - Game Recap - January 10, 2010 - ESPN». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  26. «Boston Celtics Rajon Rondo, Paul Pierce named All-Star reserves». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  27. «Nuggets at Celtics game updates -Celtics blog - Boston Globe basketball news». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  28. «Boston Celtics' Rajon Rondo sets team steal record at 168». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  29. «Boston Celtics' Rajon Rondo breaks Bob Cousy's team assist mark». web.archive.org. 3 de fevereiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  30. «Postgame notes: Rondo looks like MVP - Boston Celtics Blog- ESPN». web.archive.org. 3 de março de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  31. «NBA.com: Rondo turns in one of playoff's greatest games». web.archive.org. 22 de fevereiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  32. «The unofficial leader of the Celtics». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  33. «Celtics finally finish off Magic in Game 6 to head back to Finals - USATODAY.com». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 17 de março de 2022 
  34. «Rajon Rondo is real reason Boston Celtics win Game 2 of NBA Finals - NBA News - FOX Sports on MSN». web.archive.org. 20 de junho de 2010. Consultado em 17 de março de 2022 
  35. «2010 NBA Finals: Boston Celtics couldn't run with Los Angeles Lakers in fourth quarter». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 17 de março de 2022 
  36. «Rajon Rondo's 24 assists highlight his triple-double for the Boston Celtics against the New York Knicks». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  37. «Rondo's triple-double is one for the ages - TrueHoop- ESPN». web.archive.org. 3 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  38. «Shaquille O'Neal-less Celtics send Pistons to 0-4 start». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  39. «Happy feet? - Boston Celtics Blog- ESPN». web.archive.org. 3 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  40. «Boston Celtics' Rajon Rondo returns vs. Toronto Raptors after missing 3 games with hamstring strain; Delonte West needs wrist surgery». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  41. «Paul Pierce, Rajon Rondo able to go for Boston Celtics against Minnesota Timberwolves». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  42. «Celtics vs. Knicks - Game Recap - April 22, 2011 - ESPN». web.archive.org. 5 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  43. «LeBron passes Kobe for No.1 in jersey sales - Miami Heat Index- ESPN». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  44. «Boston Celtics' Rajon Rondo replaces injured Atlanta Hawks' Joe Johnson in All-Star Game». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  45. «Rajon Rondo outplays Jeremy Lin, Baron Davis as Boston Celtics beat New York Knicks - NYPOST.com». web.archive.org. 20 de junho de 2012. Consultado em 18 de março de 2022 
  46. «Rajon Rondo shines again under national spotlight». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  47. «Bucks vs. Celtics - Game Recap - April 26, 2012 - ESPN». web.archive.org. 6 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  48. «NBA Playoffs: Rajon Rondo's triple-double helps Celtics to overtime victory over Hawks | ProBasketballTalk». web.archive.org. 10 de maio de 2012. Consultado em 18 de março de 2022 
  49. «Philadelphia at Boston | Saturday May 12, 2012 | NBA - Yahoo! Sports». web.archive.org. 16 de maio de 2012. Consultado em 18 de março de 2022 
  50. «Philadelphia at Boston | Saturday May 26, 2012 | NBA - Yahoo! Sports». web.archive.org. 31 de maio de 2012. Consultado em 18 de março de 2022 
  51. «Rondo triples his pleasure, seals Celtics win - TrueHoop- ESPN». web.archive.org. 4 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  52. «VIDEO: Rajon Rondo ejected as brawl overshadows Brooklyn Nets' victory over Boston Celtics». The Toronto Star (em inglês). 29 de novembro de 2012. ISSN 0319-0781. Consultado em 18 de março de 2022 
  53. «Celtics' Rondo out for season with torn ACL | NBA.com». web.archive.org. 15 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de março de 2022 
  54. 2014. «Celtics Assign Rondo». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  55. 2014. «Celtics Recall Rondo». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  56. 2014. «C's Name Rondo Captain On Night of Return». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  57. «76ers vs. Celtics - Game Recap - April 4, 2014 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  58. 2014. «Rondo Undergoes Successful Surgery». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  59. «Rondo breaks hand, out 6-8 weeks for Celts». ESPN.com (em inglês). 26 de setembro de 2014. Consultado em 18 de março de 2022 
  60. «It's official: Celtics ship Rondo to Mavericks». ESPN.com (em inglês). 19 de dezembro de 2014. Consultado em 18 de março de 2022 
  61. Price, Satchel (22 de abril de 2015). «How Rondo's Mavs tenure became a disaster». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  62. Price, Satchel (29 de abril de 2015). «Mavs went out of their way to bury Rondo». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  63. Price, Satchel (22 de abril de 2015). «How Rondo's Mavs tenure became a disaster». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  64. Price, Satchel (29 de abril de 2015). «Mavs went out of their way to bury Rondo». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  65. «Kings Sign Rondo, Belinelli, Koufos». Sacramento Kings (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  66. «Rajon Rondo, Kings agree to 1-year, $10 million deal». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  67. King, Jay (15 de dezembro de 2015). «NBA referee Bill Kennedy reveals he is gay; both Rajon Rondo and Doc Rivers have allegedly called him homophobic slurs». masslive (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  68. «https://sports.yahoo.com/news/nba-referee-bill-kennedy-reveals-he-is-gay--rajon-rondo-made-alleged-homosexual-slur-to-him-174255321.html». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022  Ligação externa em |titulo= (ajuda)
  69. «Bulls sign Rajon Rondo». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  70. D'Andrea, Christian (3 de julho de 2016). «Rondo agrees to a 2-year, $28M deal with the Bulls». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  71. «Celtics vs. Bulls - Box Score - October 27, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  72. «Cavaliers vs. Bulls - Game Recap - December 2, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  73. «Rondo suspended for one game». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  74. «Celtics vs. Bulls - Game Recap - April 28, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  75. «Bulls waive Rajon Rondo and Isaiah Canaan». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  76. Guillory, William. «Rajon Rondo signs one-year, $3.3 million deal with the Pelicans: source». NOLA.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  77. «Pelicans Sign Rajon Rondo». New Orleans Pelicans (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  78. Guillory, William. «Rajon Rondo diagnosed with sports hernia, will see specialist on Monday». NOLA.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  79. «Hawks vs. Pelicans - Game Recap - November 13, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  80. «Nets vs. Pelicans - Game Recap - December 27, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  81. «Pelicans vs. Trail Blazers - Game Recap - April 14, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  82. Press, Associated (17 de abril de 2018). «Rajon Rondo has a knack for performing in the playoffs». INQUIRER.net (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  83. «Warriors vs. Pelicans - Game Recap - May 4, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  84. «Lakers Sign Rajon Rondo». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  85. Lloyd, Jonathan; Green • •, Austin. «Lakers Sign Four-Time NBA All-Star Rajon Rondo, Re-Sign Kentavious Caldwell-Pope». NBC Los Angeles (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  86. «Blazers spoil LeBron's Lakers debut». Reuters (em inglês). 19 de outubro de 2018. Consultado em 18 de março de 2022 
  87. «Sources: NBA looking at Rondo spitting video». ESPN.com (em inglês). 21 de outubro de 2018. Consultado em 18 de março de 2022 
  88. «Ingram, Rondo, Paul get suspended for melee». ESPN.com (em inglês). 21 de outubro de 2018. Consultado em 18 de março de 2022 
  89. «Rondo Sidelined by Broken Hand». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  90. «Pelicans vs. Lakers - Game Recap - December 21, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  91. «Rajon Rondo Undergoes Surgery». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  92. «Timberwolves vs. Lakers - Game Recap - January 24, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  93. «Clippers vs. Lakers - Game Recap - March 4, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  94. «Hornets vs. Lakers - Game Recap - March 29, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  95. «Lakers Re-Sign Rajon Rondo». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  96. «Rajon Rondo is the second player in NBA history to win titles with both the Lakers and Celtics». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  97. «https://twitter.com/nbastats/status/1315496350625280000». Twitter. Consultado em 18 de março de 2022  Ligação externa em |titulo= (ajuda)
  98. «Atlanta Hawks Sign Free Agent Guard Rajon Rondo». Atlanta Hawks (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  99. Spencer, Sarah K. «Rondo, Capela make debuts as Hawks beat Pistons, start 3-0». The Atlanta Journal-Constitution (em English). ISSN 1539-7459. Consultado em 18 de março de 2022 
  100. «LA Clippers Acquire Rajon Rondo». Los Angeles Clippers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  101. «Rondo makes Clippers debut in win over Lakers». ESPN.com (em inglês). 3 de abril de 2021. Consultado em 18 de março de 2022 
  102. Azarly, Tomer (9 de abril de 2021). «🎥 Rajon Rondo Takes Hilarious Jab At Chris Paul». ClutchPoints (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  103. «Grizzlies acquire Patrick Beverley, Rajon Rondo and Daniel Oturu from Clippers». Memphis Grizzlies (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  104. «Grizzlies waive Rajon Rondo». Memphis Grizzlies (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  105. «Lakers Sign Rajon Rondo». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  106. Twitter; Instagram; Email; Facebook (31 de agosto de 2021). «A Laker once again, Rajon Rondo is eager to prove people wrong». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  107. «Lakers Complete Trade with Cleveland and New York». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Rajon Rondo