Rakshasa

Rakshasa (em português, raxasa) é uma raça de seres mitológicos humanoides ou espíritos malignos na religião Budista e Hindu.[1] O nome vem do sânscrito "raksha", pedir proteção, já que eram seres tão horripilantes que induziam, a quem quer que se deparassem com eles, a pedir proteção.

Rakshasa

Eram seres abomináveis, canibais e de mente perversa. O Rakshasa mais célebre foi Ravana, que se tornou rei de Sri Lanka (Ceilão) e que teve a ousadia de abduzir Sita, a esposa de Vixnu, que havia se encarnado como Rama, história detalhada no clássico hindu Ramayana.

Rakshasas se alimentam de carne humana.

ReferênciasEditar

  1. «Rakshasa». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 24 de novembro de 2019 
Ramáiana de Valmiki
Personagens
Dasharatha | Kausalya | Sumitra | Kaikeyi | Janaka | Manthara | Rama | Bharata | Lakshmana | Shatrughna | Sita | Urmila | Mandavi | Shrutakirti | Vishvamitra | Ahalya | Jatayu | Sampati | Hanuman | Sugriva | Vali | Angada | Jambavantha | Vibhishana | Tataka | Surpanakha | Maricha | Subahu | Khara | Ravana | Kumbhakarna | Mandodari | Mayasura | Sumali | Indrajit | Prahasta | Akshayakumara | Atikaya | Lava | Kusha
Outros
Ayodhya | Mithila | Lanca | Sarayu | Treta Yuga | Raghuvamsa | Lakshman Rekha | Aditya Hridayam | Oshadhiparvata | Sundara Kanda | Vedavati | Vanara