Rambo: First Blood

Rambo: First Blood, ou simplesmente Rambo (bra: Rambo - Programado para Matar[2]; prt: A Fúria do Herói[3]), é um filme norte-americano de 1982 dirigido por Ted Kotcheff, produzido por Mario Kassar e Andrew G. Vajna, com roteiro de David Morrell, Michael Kozoll, William Sackheim e Sylvester Stallone. A história é baseada na obra de mesmo título de David Morrell, publicada em 1972. O título original First Blood refere-se à frase "They drew first blood, not me!", dita pelo personagem no filme.

Rambo: First Blood
No Brasil Rambo - Programado para Matar
Em Portugal A Fúria do Herói
 Estados Unidos
1982 •  cor •  97 min 
Direção Ted Kotcheff
Produção Buzz Feitshans
Coprodução Mario Kassar
Andrew G. Vajna
Roteiro David Morrell (livro)
Michael Kozoll
William Sackheim
Sylvester Stallone
Elenco Sylvester Stallone
Richard Crenna
Brian Dennehy
Género ação
Música Jerry Goldsmith
Direção de fotografia Andrew Laszlo
Direção de arte Wolf Kroeger
Figurino Tom Bronson
Edição Joan E. Chapman
Distribuição Orion Pictures
Lançamento Estados Unidos 22 de Outubro de 1982
Brasil 6 de Novembro de 1982
Portugal 24 de Março de 1983
Idioma inglês
Orçamento US$ 15 milhões[1]
Receita US$ 125,2 milhões[1]
Cronologia
Rambo 2 - A Missão (1985)

EnredoEditar

O boina verde John Rambo, após dar baixa, retorna ao seu país. Durante a Guerra do Vietnã, após muitas missões de infiltração em campo inimigo, virou prisioneiro de guerra dos norte-vietnamitas. O cativeiro lhe gerou profundos traumas psicológicos devido à tortura e privações. Ao executar um elaborado plano de fuga e atravessar boa parte das úmidas florestas vietnamitas, consegue retornar às linhas amigas e mesmo com inúmeras honras militares e condecorações, decide que é hora de abandonar as armas e retornar para casa.

De volta aos Estados Unidos decide procura um velho amigo que fora colega no exército, mas descobre que este havia falecido de câncer, resultante do contato com agente laranja.

Sem mais opções, segue de volta para casa.

Confundido com um vagabundo andarilho, Rambo é detido injustamente pelo xerife de uma pequena cidade, que no livro é um veterano da guerra da Coreia, mas ao fugir, acaba sendo caçado pela polícia local como um criminoso. Quando começa o cerco à montanha onde se refugia, se inicia uma verdadeira guerra não só contra os policiais, mas também ao xerife que o prendeu. Ferindo-os ele chama a atenção de seu velho comandante, que agora busca ajudar o exército e a polícia local a prendê-lo.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

O roteiro original de "Rambo: Programado para Matar", previa que no final do filme, John Rambo, após falar com o Coronel Samuel Trautman, cometeria suicídio. A cena chegou a ser filmada, mas acabou sendo excluída do filme, e um novo final, com John Rambo sendo preso, foi filmado.

Há muitas diferenças entre o livro e o filme. No livro John Rambo, na verdade é um homem problemático, que provoca morte de várias pessoas. No filme o protagonista é tratado como herói, e as pessoas que o perseguem, como vilões, o que também não existia no livro e não chega a matar ninguém no longa.

O desfecho do filme não corresponde ao do livro, em que Rambo acaba morto pelo seu antigo comandante, o Coronel Trautman.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «First Blood (1982) - Box Office Mojo». boxofficemojo.com 
  2. «Rambo - Programado Para Matar (1982)». Cineplayers. 26 de novembro de 2018. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  3. «Sapo - A Fúria do Herói;». Consultado em 11 de fevereiro de 2022 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.