Abrir menu principal

Rancho Queimado é um município brasileiro do estado de Santa Catarina, na região sul do Brasil. Localiza-se a uma latitude 27º40'21" sul e a uma longitude 49º01'18" oeste, estando a uma altitude de 810 metros. Sua população, segundo o Censo Brasileiro de 2010, é de 2.748 habitantes.

Município de Rancho Queimado
Bandeira indisponível
Brasão de Rancho Queimado
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 8 de novembro de 1962 (57 anos)
Gentílico rancho-queimadense
Prefeito(a) Cleci Aparecida Veronezi (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rancho Queimado
Localização de Rancho Queimado em Santa Catarina
Rancho Queimado está localizado em: Brasil
Rancho Queimado
Localização de Rancho Queimado no Brasil
27° 40' 22" S 49° 01' 19" O27° 40' 22" S 49° 01' 19" O
Unidade federativa Santa Catarina
Mesorregião Grande Florianópolis IBGE/2008 [1]
Microrregião Tabuleiro IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Águas Mornas, Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Leoberto Leal e São Pedro de Alcântara
Distância até a capital 65 km
Características geográficas
Área 286,432 km² [2]
População 2 748 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 9,59 hab./km²
Altitude 810 m
Clima temperado
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,753 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 38 732,869 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 491,07 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.rq.sc.gov.br

Rancho Queimado é a capital catarinense do morango. Possui uma área de 286,432 km².

Fica a 65 km de Florianópolis e tem este nome devido ao fato de um rancho, antiga pousada de tropeiros que viajavam do litoral para o município serrana de Lages, ter-se incendiado. Ficou o nome.

Uma das atrações do município é o museu histórico, a antiga casa de campo de Hercílio Luz.

Um de seus distritos mais famosos é Taquaras, onde se realiza anualmente a Festa do Morango.

Na cidade também se encontra, desde 1905, a fábrica de refrigerantes Bebidas Leonardo Sell, uma das mais antigas do Brasil. A indústria é a fabricante do tradicional refrigerante Guaraná Pureza.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 15 de fevereiro de 2014 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar