Abrir menu principal

Rape era o nome dado a uma tradicional subdivisão do condado de Sussex na Inglaterra. Sua origem é incerta, mas parece anteceder a Conquista Normanda. A Victoria History of the County of Sussex é organizada por estas divisões.

Cada rape era divida em várias centenas.

EtimologiaEditar

Uma origem sugerida para a palavra é a divisão territorial islandesa hreppr, embora esta probabilidade tenha sido rejeitada no New English Dictionary. Outra sugestão é o termo saxão rap, uma corda, visto que cordas eram usadas para delimitar territórios.

Organização normandaEditar

Na época do Domesday Book, Sussex foi dividida nas rapes de Arundel, Bramber, Chichester, Hastings, Lewes e Pevensey. Cada uma destas era centrada num castelo, tinha um único xerife e se estendia como uma faixa, norte-sul, da divisa de Surrey até o Canal da Mancha. Os castelos de Arundel, Bramber e Lewes estavam situados sobre posições a cavaleiro dos rios Arun, Adur e Ouse, respectivamente, enquanto os de Chichester, Hastings e Pevensey vigiavam a costa. Esta formação foi criação de Guilherme I da Inglaterra, presumivelmente projetado para proteger as rotas para a Normandia.

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre Geografia da Inglaterra é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.