Abrir menu principal
Grabado-Huaman-Poma-de-Ayala.png

A Real Audiência de Lima era o mais alto tribunal da Coroa espanhola, localizado na cidade de Lima, parte do Vice-Reino do Peru. Foi criada em 20 de novembro de 1542 pelo imperador Carlos I. Começou a funcionar em 1543 e inicialmente tinha jurisdição sobre todo o vice-reinado, virtualmente todos os territórios sob controle dos espanhóis, que incluíam a América do Sul e Panamá.[1] Posteriormente, foram criadas outras audiencias no Vice-reinado. A Audiencia funcionou até 1821, quando as forças de José de San Martín entraram em Lima.

Referências

BibliografiaEditar

  • De la Puente Brunke, José (2001). «Los Ministros de la Audiencia y la administración de justicia en Lima (1607-1615)». Revista de estudios histórico-jurídicos (em espanhol). 23. [S.l.: s.n.] p. 24-39. Consultado em 10 de dezembro de 2010 

{{Navbox |name = Império Espanhol |title = Império Espanhol |image =  

|group1 = Instituições
administrativas |list1 = Casa de Contratação · Conselho das Índias

|group2 = Vice-reinos |list2 = Nova Granada · Nova Espanha · Peru · Rio da Prata

|group3 = Reais Audiências |list3 = Charcas · Lima · Quito

|group4 = Capitanias-Gerais |list4 = Guatemala · Filipinas · Venezuela </noinclude>