New York Red Bulls

(Redirecionado de Red Bull New York)

O New York Red Bulls é um clube profissional de futebol dos Estados Unidos, localizado na região metropolitana de Nova Iorque. O Red Bulls compete na Major League Soccer (MLS), como membro da Conferência Leste. O clube foi fundado em outubro de 1994 e começou a jogar na temporada inaugural da liga em 1996 como New York/New Jersey MetroStars. Em 2006, o time foi vendido para a Red Bull GmbH e renomeado como parte da rede global de clubes de futebol da empresa.

New York Red Bulls
Nome New York Red Bulls
Alcunhas RBNY
NYRB
The Red Bulls
Metro/Metros
Principal rival New York City[1][2][3]
D.C. United[4]
New England Revolution[5]
Fundação 1995 (25 anos)
como New York/New Jersey MetroStars
9 de março de 2006 (14 anos) como New York Red Bulls
Estádio Red Bull Arena
Capacidade 25.000
Localização Nova Iorque, Nova Iorque
Proprietário(a) Red Bull GmbH
Treinador(a) Sandro Schwarz
Patrocinador(a) Red Bull
Material (d)esportivo Adidas
Competição Major League Soccer
Website Site oficial (em inglês)
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O Red Bulls joga suas partidas como mandante na Red Bull Arena em Harrison, Nova Jérsia desde 2010, tendo jogado anteriormente no Giants Stadium. O clube é um dos dois times da MLS sediados na região metropolitana de Nova Iorque junto com o New York City FC, que entrou na liga em 2015. Os dois times competem entre si no Hudson River Derby.

História editar

New York MetroStars (1995–2005) editar

Fundado em 1995 como New York MetroStars e com sede em New Jersey, participou, entre 1996 e 2005, da Major League Soccer (MLS), a liga americana de futebol. Não ganhou nenhum título. Seus melhores resultados foram os vice-campeonatos da US Open Cup em 2003 e o da MLS Reserve Division em 2005. Participou da Copa Merconorte em 2001, mas foi desclassificado na primeira fase.

New York Red Bulls (2006–presente) editar

 
Thierry Henry foi uma das várias contratações de alto nível pelo Red Bulls em 2010

Em 9 de março de 2006, o clube foi comprado pela companhia multinacional austríaca de bebidas energéticas Red Bull e mudou seu nome para New York Red Bulls. Foi vice-campeão da MLS Cup em 2008. Em 2009, o New York Red Bulls fez uma campanha muito ruim. Tanto, que venceu apenas 5 dos 30 jogos disputados. Terminou na última colocação geral e ficou a 9 pontos do penúltimo colocado, o San José Earthquakes. Ainda participou da Liga dos Campeões da CONCACAF 2009-10, mas não passou da fase preliminar. No dia 27 de março de 2010, o New York Red Bulls venceu o Chicago Fire na estreia da MLS deste ano por 1x0. Este também foi o primeiro jogo do clube pela liga utilizando o seu novo estádio, a Red Bull Arena. No dia 14 de julho de 2010, foi oficializada a contratação do craque francês Thierry Henry,[6] seguindo a Lei de Beckham. Henry estreou pelo New York no dia 22 de julho de 2010, num amistoso contra o Tottenham e fez um gol logo na estreia, mas o New York perdeu o jogo por 2x1. Em 2 de agosto, os Red Bulls contrataram mais um jogador seguindo a Lei de Beckham , o mexicano Rafael Márquez. Com a contratação de Márquez, os Red Bulls se tornaram a primeira equipe da MLS a ter três jogadores seguindo a Lei de Beckham. Nesse mesmo ano ficou em 3º lugar na MLS Supporters' Shield. Em 26 de outubro de 2013, conquistou seu primeiro título da MLS: MLS Supporters' Shield[7]

Estádio editar

 
Partida de inauguração da Red Bull Arena contra o Santos FC em 20 de março de 2010

Teve seu estádio próprio inaugurado no dia 20 de março de 2010 e se chama Red Bull Arena. Para comemorar a inauguração, o New York Red Bulls marcou um amistoso contra o Santos nesse mesmo dia. O jogo terminou em 3x1 para o New York Red Bulls.

Rivalidade editar

Os times em que o New York Red Bulls mantém certa rivalidade são o D.C. United, o New England Revolution , o primeiro mantendo-se como o maior rival do time, desde a época dos MetroStars. Recentemente, rivaliza com outro time da cidade, o New York City.

Palmarés editar

Competições Nacionais
Competição Venceu Temporadas
  MLS Supporters' Shield 3 2013, 2015, 2018
Competições Regionais
Competição Venceu Temporadas
  Atlantic Cup 8 1997*, 2000*, 2001*, 2003, 2010, 2011, 2013, 2015
  New York Cup 1 2014
Competições de Conferência
Competição Venceu Temporadas
  MLS Western Conference (Playoff) 1 2008
  MLS Eastern Conference (Regular Season) 6 2000, 2010, 2013, 2015, 2016, 2018
Outros troféus
Competição Venceu Temporadas
    Walt Disney World Pro Soccer Classic 1 2010
  Copa Emirates 1 2011
  La Manga Cup 1 2004

* Não oficiais.

Campanhas de destaque editar

Como New York MetroStars

Como New York Red Bulls

Elenco atual editar

Atualizado em 16 de dezembro de 2023.[8]

Legenda
  •  : Capitão
  •  : Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
1   Carlos Coronel
18   Ryan Meara
40   AJ Marcucci
Defensores
N.º Jogador Pos.
4   Andrés Reyes Z
15   Sean Nealis   Z
6   Kyle Duncan LD
12   Dylan Nealis LD
  Juan Mina LD
24   Curtis Ofori LE
47   John Tolkin LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
5   Peter Stroud V
8   Frankie Amaya V
75   Daniel Edelman V
19   Wikelman Carmona M
48   Ronald Donkor M
91   Bento Estrela M
  Emil Forsberg M
Atacantes
N.º Jogador
7   Cory Burke
9   Jorge Cabezas
10   Lewis Morgan
11   Elias Manoel
13   Dante Vanzeir
17   Cameron Harper
22   Serge Ngoma
41   Julian Hall
74   Tom Barlow
Comissão técnica
Nome Pos.
  Sandro Schwarz T

Ver também editar

Referências

  1. Panizo, Franco (11 de dezembro de 2013). «New York Red Bulls' Andy Roxburgh says impending rivalry with New York City FC a good thing» 
  2. Lewis, Brian (11 de dezembro de 2013). «New York Soccer Rivalry Already Brewing». New York Post 
  3. Prince-Wright, Joe (23 de maio de 2013). «New York City FC, Red Bulls rivalry heating up already» 
  4. «Top Atlantic Cup moments: Tony Meola recalls the moment the New York-D.C. United rivalry began». MLSsoccer.com. 15 de março de 2013. Consultado em 5 de maio de 2013. Cópia arquivada em 19 de maio de 2013 
  5. «Revs, Red Bull renew I-95 rivalry». Fox News. Maio de 2013 
  6. UOL (15 de julho de 2010). «Thierry Henry anuncia que não jogará mais pela seleção francesa». Consultado em 15 de julho de 2010 
  7. Twitter recap: Red Bulls win Supporters' Shield
  8. «Players». redbulls (em inglês). Consultado em 11 de setembro de 2021 

Ligações externas editar

   Este artigo sobre clubes de futebol estadunidenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.