Abrir menu principal

A Reforma Ortográfica de 1973 foi uma mudança na ortografia em Portugal, promulgada pelo decreto-lei 32/1973, de 6 de fevereiro, pelo então presidente Américo Thomaz, na sequência de uma sugestão da Secção de Ciências Filológicas da Academia das Ciências de Lisboa. A reforma aboliu o acento grave e o acento circunflexo em palavras formadas pelo sufixo -mente e pelos sufixos iniciados por z. Deixaram assim de ser acentuadas palavras como pràticamente, indelèvelmente, ìntimamente, avôzinho e nùmerozinho. A razão alegada para a alteração foi a aproximação com a ortografia brasileira, que introduzira a mesma mudança na sua reforma de 1971.

Antes Depois
apàticamente apaticamente
unânimamente unanimamente
cândidamente candidamente
acadèmicamente academicamente
bebèzinho bebezinho
farmacêuticamente farmaceuticamente
linguìsticamente linguisticamente
falìvelmente falivelmente
cubìculozinho cubiculozinho
sòzinho sozinho
recônditamente reconditamente
avòzinha avozinha
econòmicamente economicamente
ùltimamente ultimamente
volùvelmente voluvelmente
tùnicazinha tunicazinha

Ligações externasEditar