Abrir menu principal

A Região das Hortênsias é uma comarca turística do estado brasileiro do Rio Grande do Sul. As cidades que a compõem são Gramado, Canela, Nova Petrópolis, São Francisco de Paula e Caxias do Sul[1], ligadas pela RS 235, uma das estradas mais belas do país. A região é de colonização predominantemente alemã (a exceção de Caxias do Sul, que é italiana) e clima invernal frio. A arquitetura enxaimel, os festivais locais, a possibilidade de neve e a farta culinária típica são suas principais atrações.[2]

A flor que dá nome a toda a região é a hortênsia. O primeiro em plantá-la na área foi Oscar Knorr, uma dos imigrantes alemães mais tradicionais da cidade de Gramado. Aos poucos, a moda dos jardins das hortênsias pegou e foi ganhando jardins privados, praças, ruas e estradas. A cor tipicamente azul das flores deve-se à grande quantia de alumínio no solo da Serra Gaúcha[carece de fontes?].

Hoje em dia a região das hortênsias é o principal destino turístico do Rio Grande do Sul e um dos mais visitados por turistas de todo o Brasil. Há uma grande quantia de hotéis, pousadas e cabanas, além de requintados restaurantes que oferecem cozinha alemã, suíça, italiana (galeto) e café colonial. A região também é conhecida pela produção de sapatos, roupa de couro, malharias, móveis, chocolate e artesanato. Também é procurada por pessoas que gostam do ecoturismo, pois possui mata nativa de araucárias, riachos cristalinos, cachoeiras, serras, vales e canyons.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Ministério do Turismo confirma Caxias do Sul na Região das Hortênsias». Rádio Caxias. 26 de agosto de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  2. Maria Rita Teixeira (14 de outubro de 2005). «Na região da hortênsias, Canela e Gramado têm inverno de 8 meses». Folha de S. Paulo. Consultado em 11 de dezembro de 2016 

Ligações externasEditar