Regininha Poltergeist

Regininha Poltergeist, nome artístico de Regina de Oliveira Soares (Rio de Janeiro, 6 de janeiro de 1971), é uma atriz, ex-modelo.

Regininha Poltergeist
Nascimento 6 de janeiro de 1971 (50 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação modelo e atriz
Religião espiritualista

BiografiaEditar

Sua trajetória artística começou na infância, aos seis anos de idade, quando passou a estudar balé clássico. Em 1987, lançou-se na carreira de modelo publicitário, utilizando o nome Regina Soares. Três anos após, formou-se pela "Escola Estadual de Danças Maria Olinewa", do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Despontou para a fama em 1990, nos espetáculo "Santa Clara Poltergeist", no papel de uma santa com o poder de curar as pessoas por meio do sexo. Do espetáculo performático, idealizado e produzido pelo cantor Fausto Fawcett, ela tirou seu nome artístico (Regininha Poltergeist). Posteriormente, participou do espetáculo "Básico Instinto", apresentado entre 1991 e 1993, também sob o comando de Fausto Fawcett.

A imagem sensual e a fama lhe renderam diversos convites para posar nua. Desde 1992, foi capa de diversas revistas masculinas como Playboy, Sexy, Sexway, Interview, Casseta e Planeta e Trip.

Na televisão, além do humorístico da Globo Zorra Total, participou do Básico Instinto, na Bandeirantes, em 1993. Atuou em pegadinhas do Domingão do Faustão e foi convidada para estrelar programas das séries Confissões de Adolescente e Como Ser Solteiro. Em 1998, depois de um tempo fora da TV, ela foi garota-propaganda da bebida Cynar e no ano seguinte chegou a apresentar o programa erótico Puro Êxtase, nas madrugadas da CNT Gazeta.[1]

No cinema, em 1994, fez uma pequena participação no filme "Veja Esta Canção", de Cacá Diegues. Em 1997, interpretou a namorada de Pedro Cardoso no filme "Drão", dirigido por Cacá Diegues, e no teatro atuou na peça "Deu a louca no motel" em 1998.

BrasileirinhasEditar

Após vários anos fora da mídia, a modelo aceitou um convite da produtora Brasileirinhas para protagonizar filmes pornográficos. O primeiro filme, inicialmente, teria roteiro de Fausto Fawcett, mas as negociações não avançaram.[2] A produção "Perigosa" foi lançada em Junho de 2007.

A segunda produção, "Sex City", foi lançada em agosto de 2008.[3] E o terceiro filme, "Regininha Sem Censura", foi lançado no início de 2009.

Conversão ao protestantismoEditar

Tornou-se evangélica[4] e começou a trabalhar como vendedora nas Casas Bahia até o ano de 2011[5] e, com carteira assinada, numa das lojas da operadora TIM.[6][7] Depois se decepcionou com a religião e a abandonou.

FilmografiaEditar

Referências