Cerâmica de figuras vermelhas

A cerâmica de figuras vermelhas ou registro de pintura vermelha em cerâmica é um estilo de cerâmica grega, depois adotado também na Magna Grécia, em que o fundo é pintado de preto, enquanto a figura em si não é pintada. Assim, as figuras tomam o tom avermelhado do barro ateniense depois que ele é cozido na presença de oxigênio.[1]

Aquiles ligando Pátroclo (representação dentro de uma taça)

Esta técnica foi desenvolvida por volta de 530 a.C., pelo Pintor de Andócides[nota 1] substituindo o mais antigo registro de pintura negra em cerâmica grega, com exceção das ânforas panatenaicas, pois o novo processo permitia mais detalhes intrincados nos elementos pintados. Quando progrediu, foi uma de várias técnicas que os artistas experimentaram. As técnicas e convenções de registros de pintura vermelha foram desenvolvidas por um grupo de artistas conhecido como Grupo Pioneiro, entre eles Eufrônio e Eutimidas. Tornou-se a técnica predominante e permaneceu popular até o século IV a.C.

Existem muito poucos exemplares de vasos posteriores a 450 a.C. Não é claro por que razão esta técnica foi usada durante tão pouco tempo em Atenas. Admite-se que, com a prosperidade de Atenas, tenham passado a preferir o metal (bronze e prata).

O registro de pintura vermelha em cerâmica grega é considerado o ápice da cerâmica grega, e a maioria dos vasos ou taças hoje famosos por suas pinturas requintadas, são pintados no estilo de registro de pintura vermelha.

A técnica do registro de pintura vermelhaEditar

Criar uma peça completa com um registro em figuras vermelhas requeria colaboração estreita entre o oleiro e o pintor. O oleiro moldava a peça em argila e a entregava ao pintor enquanto o barro ou a argila ainda estava úmida. O pintor pintava o vaso usando um instrumento como uma bolsa de pastel com um bico de seringa de osso ou madeira para expor as linhas de detalhes finos e cores de fundo.

Ceramistas que usavam pintura vermelha na arte gregaEditar

Ver tambémEditar

Notas

  1. É comum usar-se os pseudónimos "Pintor de..." para referir um artista nomeando uma de suas peças mais importantes.

Referências

  1. «Cerâmica de figuras vermelhas». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2020 

Ligações externasEditar