Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde setembro de 2011). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde setembro de 2011). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Merínidas Dinastia Saadi

Parece que o título de Rei de Fez foi dado aos sultões Merínidas. Esse reino era assim chamado por oposição ao reino de Marrocos ou de Marraquexe (estes dois nomes têm a mesma origem). O norte do Marrocos atual era dominado por esses reis, enquanto o sul o era pelos reis de Marraquexe. Diferentes dinastias levaram esse nome, a dinastia Merínida, entre 1217 e 1465 que chegou a dominar grande parte do Magrebe, e a dinastia oatácida ou Sultanato Oatácida, entre 1472 e 1554, estes últimos sendo a partir de 1420 os vizires dos reis Merínidas.

O Sultanato Oatácida é formado por Abu Abd Allah ach-Chaykh Muhammad ben Yahya, o Mulei Xeque das crónicas portuguesas, o primeiro a usar o título de « sultão Oatácida » em 1472. Em 1550 os Saadianos conquistam Fez, mas em 1554 o Wattassida Abû Hasûn `Alî, apoiado pelos Otomanos instalados em Alger, retoma a cidade. Ele é finalmente vencido e morto pelo Saadiano Mohammed ech-Cheikh que recupera Fez. Os últimos oatácidas são massacrados por piratas quando fugiam o Marrocos.

Lista dos reis merínidasEditar

Lista de vizires OatácidasEditar

Lista dos reis OatácidasEditar

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Kingdom of Fez».

BibliografiaEditar