Abrir menu principal
Um padre russo abençoa um foguete Soyuz com destino à Estação Espacial Internacional

Astronautas já praticaram a sua religião no espaço; Algumas vezes de forma pública, algumas vezes de forma privada.

Índice

CristianismoEditar

Leitura do Gênesis na missão Apollo 8Editar

Na véspera de Natal, em 1968, os astronautas Bill Anders, Jim Lovell, e Frank Borman leram uma passagem do texto de Gênesis enquanto a espaçonave da missão Apollo 8 orbitava a Lua.[1][2]

CatolicismoEditar

Uma mensagem do Papa Paulo VI foi gravada em disco de silício, parte da missão da Apollo 11.[3]

ProtestantismoEditar

Buzz Aldrin, praticamente do Presbiterianismo, praticou a comunhão durante a viagem da missão Apollo 11.[4]

Natal na Estação Espacial InternacionalEditar

A chegada da Expedição 1 na Estação Espacial Internacional marcou a primeira comemoração do Natal, recebendo presentes em aviões de suprimento.[5]

IslamismoEditar

A prática do Salah se torna complicada no espaço devido a velocidade da Estação Espacial. A prática envolve o ajoelhamento em direção à Mecca. Em preparação para a viagem do primeiro astronauta malaio, Sheikh Muszaphar Shukor, uma organização islâmica criou um documento com instruções para muçulmanos no espaço. Sheikh celebrou o Eid al-Fitr dentro da Estação Espacial.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Future, Richard Hollingham Da BBC (25 de Dezembro de 2014). «Como é passar o Natal no espaço?». BBC News Brasil. Consultado em 17 de abril de 2019 
  2. «Race to the Moon – Telecasts from Apollo 8». American Experience (em inglês). PBS. 22 de setembro de 2005. Consultado em 26 de dezembro de 2008. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2008 
  3. «Goodwill Message Apollo 11 Material» (PDF). NASA (em inglês) 
  4. «Guideposts Classics: Buzz Aldrin on Communion in Space». Guideposts (em inglês). 10 de julho de 2014. Consultado em 17 de abril de 2019 
  5. «Space station in UK skies» (em inglês). 25 de dezembro de 2000 
  6. «Astronaut plans first Eid party in space». Reuters (em inglês). 10 de outubro de 2007