Renesmee Cullen


Renesmee "Nessie" Carlie Cullen (Forks em Washington, 11 de setembro de 2011[1]) é uma personagem fictícia da série de livros Twilight (Crepúsculo, em português), da escritora americana Stephenie Meyer. Aparece pela primeira vez no livro Breaking Dawn (Amanhecer[2]), quarto e último livro da série. Essa personagem foi baseada na lenda do incubus.[3]

Renesmee Carlie Cullen
Twilight2.png
Renesmee.jpg
A atriz Mackenzie Foy interpreta Renesmee nos filmes da franquia
Outro(s) nome(s) Nessie, Ness
Sexo Feminino
Nascimento 11 de setembro de 2011 (biologicamente 9 anos, mas provavelmente já tem uma aparência "maior")
Morada Forks, Washington
Espécie Híbrida (meio humana e meio vampira)
Especialidade(s) Projetar os seus pensamentos em outras mentes através do contato físico.
Família Edward Cullen (pai)
Isabella Cullen (mãe)
Alice Cullen e Rosalie Hale (tias)
Jasper Hale e Emmett Cullen (tios)
Carlisle Cullen e Esme Cullen (avós paternos)
Renée Dwyer e Charlie Swan (avós maternos)
Criado por Stephenie Meyer
Género(s) Feminino
Primeira aparição Amanhecer
Última aparição Amanhecer
Interpretado por Mackenzie Foy

A personagem foi interpretada no cinema nos filmes The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 1 (2011) e em The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 2 (2012), pela atriz mirim Mackenzie Foy, como filha dos dois vampiros poderosos (Edward Cullen eIsabella Swan), a "Nessie" não é como Bella e Edward, ela é metade humana e metade vampira.

HistóriaEditar

Renesmee Carlie Cullen, também chamada de "Nessie", é filha biológica dos protagonistas Edward Cullen e Bella Swan-Cullen. Sua espécie é híbrida, meio vampira e meio humana.

O seu primeiro nome incomum é uma junção dos de suas avós Renée Dwyer e Esme Cullen que formam Renesmee, e o seu nome "Carlie" é a junção dos nomes de Carlisle Cullen e Charlie Swan.

Na história, o envolvimento entre vampiros e humanos é raríssimo. Uma vez que o vampiro sente uma atração muito forte por sangue humano (o cheiro dos humanos os atrai e o simples fato de estarem próximos) já é suficiente para que os vampiros percam o controle. Os vampiros do universo criado pela autora são criaturas com superpoderes: eles têm todos os sentidos ampliados (visão, tato, olfato, etc), força e velocidade sobre-humanos. Eles não dormem, brilham à luz do sol e não tem presas, porém seus dentes são venenosos e é o contato do veneno com a corrente sanguínea que faz com que a pessoa se transforme em vampiro quando mordida. Porém, quando o vampiro sente o gosto do sangue humano ele perde a razão e suga até que a vítima morra. Poucos vampiros, como a família de Carlisle Cullen, conseguem se alimentar apenas com sangue de animais.

Inicialmente a atração que Edward sente por Bella é devido ao "problema" de Bella, que é (já que Edward lê mentes) o imprevisto de que Edward não consegue ver Bella (mentalmente). Porém, ele se apaixona por ela e, uma vez correspondido, luta com todas as suas forças para protegê-la do perigo, que os Volturi da Itália causam, já que por eles, como Bella é humana, ou morre por saber o segredo dos vampiros, ou vira uma.

O envolvimento entre os dois é tão intenso, um amor tão grande que Edward supera a tristeza e aceita viver com Bella. Os dois se casam e, apesar de todos os riscos, têm sua primeira experiência sexual juntos. Bella fica grávida e inicialmente quase todos os Cullen estavam a favor do aborto, apenas Rosalie Hale-Cullen e Esme Cullen acharam que Bella deveria ter a criança. No conhecimento dos Cullen, o caso de Bella era único e ninguém sabia como seria o bebê e nem se Bella sobreviveria à gravidez. Como a criança era metade vampira, sua força era grande e, durante a gravidez, Bella teve três costelas quebradas, a bacia estourada, e a coluna fraturada durante o parto. Bella não sobreviveria, o que obrigou Edward a transformá-la em vampira, mas não tradicionalmente, e sim com uma vacina que possuía seu veneno, e também com mordidas.

Porém o nascimento de Renesmee trouxe grande alegria a todos e valeu todo o sofrimento que Bella passou para protegê-la. É um bebê incomum, com o raro dom de mostrar às pessoas tudo que pensa e vê ao tocá-las. Nessie tem o rosto mais parecido com o de seu pai, Edward, e como ele, é excepcionalmente linda. Herdou os olhos castanhos (cor de chocolate) de Bella e os cabelos cacheados, como os de seu avô Charlie Swan. Ela nasceu com os dentes perfeitos e cresce muito mais rápido que as crianças humanas (a cada um ano para uma criança humana, são quatro anos para Nessie). Aprendeu a andar, falar e ler com poucos dias de vida, mas para não assustar as pessoas ue não têm ideia de que vampiros existem age como se fosse um bebê normal. É uma criança extremamente carinhosa com todos que a cercam e até mesmo com quem ela nunca viu e conquista a todos facilmente. Todos, exceto Bella, a tratam pela alcunha "Nessie". No entanto, Bella acaba aceitando o apelido no final.

Quando Renesmee nasce, Jacob Black (melhor amigo de Bella) sofre um imprinting com ela, e Bella, ocasionalmente, fica muito brava com Jacob Black e tenta lutar com ele. Um imprinting é uma espécie de amor à primeira vista, acontece quando um lobisomem encontra a sua "alma gêmea". Raro acontecer, mas quando ocorre é mais forte que tudo. O lobisomem que sofre isso não consegue sair de perto da pessoa com quem teve imprinting (no caso, Renesmee). Primeiro se torna um irmão mais velho (como Quil, um dos lobisomens, e Claire, sobrinha de Emily que só tem dois anos), depois um amigo e depois passa a ter um amor de namorados ou maridos (como Sam, o lobo Alfa dos Quileutes tem por Emily, sua noiva).

No decorrer da história a família Cullen descobrem que Renesmee não é a única da sua espécie. Existem outros mestiços, como ela, no Brasil. Como Renesmee é uma híbrida (meio humana e meio vampira) pode sobreviver com sangue ou com comida humana comum.

CaracterísticasEditar

Ela possui cachos que herdou de seu avô materno, Charlie Swan. Os cabelos cor de bronze, iguais de seu pai, Edward Cullen. Seus olhos são castanhos-chocolate, completamente semelhantes aos de Bella Swan, sua mãe, quando a mesma ainda era humana. Sua pele brilha, como se fosse um alabastro iluminado. Renesmee é uma criança gentil e boa, nunca desejou mal a ninguém, nem mesmo aos piores inimigos de sua família, os Volturi, ela mostra não ter medo deles, mas de verdade ela tem um medo imenso de que eles façam algum mal a sua família. É quieta, e tímida, doce e extremamente delicada.

Habilidades especiaisEditar

Faz com que suas memórias sejam vistas por outros através do seu contato. Ela usa esse dom na maior parte do tempo. O poder de Renesmee também pode ser considerado como a versão "contrária" da habilidade de seu pai (Edward Cullen), uma vez que enquanto Edward consegue escutar os pensamentos das pessoas à distância, a Renesmee consegue fazer com que os outros escutem os seus pensamentos através do contato físico. Fora a isso, Renesmee também consegue "quebrar" de forma temporária o escudo mental" da mãe Bella Swan-Cullen enquanto mostra os seus pensamentos para ela.

Escolha da atrizEditar

Em 2009 e 2010, durante a produção do filme "The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 1" (lançado em 2011), tinham vários boatos sobre quem seria a atriz escolhida para interpretar Renesmee Cullen nos dois últimos filmes da The Twilight Saga.

No dia 06 de outubro de 2010, foi anunciado oficialmente pela própria autora dos livros, a Stephenie Meyer através de uma publicação no Facebook, que a atriz escolhida para interpretar Renesmee nos filmes "The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 1" (2011) e em "The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 2" (2012), foi a modelo e atriz mirim Mackenzie Foy.[4]

Referências

  1. Stephenie, Meyer (2011). Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série 1ª ed. [S.l.]: Intrínseca. p. 161. 559 páginas. ISBN 978-85-8057-048-9 
  2. «Amanhecer (romance)». Wikipédia, a enciclopédia livre. 16 de agosto de 2018 
  3. Meyer, Stephenie. «Frequently Asked Questions: Breaking Dawn». Consultado em 7 de dezembro de 2009 
  4. «A special note from Stephenie Meyer | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 1 de agosto de 2020 

Ligações externasEditar