Abrir menu principal

República Socialista da Sérvia

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"


República Socialista da Sérvia
Flag of Serbia (1941–1944).svg
1943 – 1992 Flag of Serbia (1992–2004).svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de {{{nome_comum}}}
Continente Europa
Região Balcãs
Capital Belgrado
Língua oficial sérvia
Governo República Socialista
História
 • 1943 Fundação
 • 1992 Dissolução
Moeda Dinar iugoslavo

A República Socialista da Sérvia (em sérvio: Социјалистичка Република Србија/Socijalistička Republika Srbija), anteriormente conhecido como Estado Federal da Sérvia e República Popular da Sérvia, comumente referido como Sérvia Socialista, foi uma das seis repúblicas constituintes da República Socialista Federativa da Iugoslávia. Era a maior república constituinte em termos de população e território. Sua capital, Belgrado, também foi a capital federal da Iugoslávia.

Em 1521 os turcos otomanos dominam a Sérvia, que ressurgirá como estado semi-independente em 1804. O Principado da Sérvia é elevado a reino em 1882, mas com sua independência sempre ameaçada pela nova potência na área, o império Austro-Húngaro. Aliás, a tentativa dos austríacos de controlar a Sérvia foi um dos estopins da Primeira Guerra Mundial.

As potências vitoriosas da guerra procuram uma forma de acabar com os conflitos nos Bálcãs redesenhando seu mapa, auxiliados pelo sentimento nacionalista do eslavos locais de unirem-se em um grande estado. Desta reorganização surge o Estado dos eslovenos, croatas e sérvios, rebatizado em 1929 como Reino da Iugoslávia.

Na Segunda Guerra Mundial, a Iugoslávia é ocupada pela Alemanha, para se tornar parte da esfera de influência soviética ao final do conflito. O reino é transformado em um estado socialista, que logo rompe com Moscou, guiado pela mão de ferro do general Josip Broz (Tito). Com a morte de Tito, em 1980, o sentimento de um estado eslavo comum vai desaparecendo, dando lugar aos nacionalismos. A Iugoslávia acaba em 1992, dando origem a Eslovênia, Croácia, Macedônia, Bósnia e Herzegovina e República Federal da Iugoslávia (Sérvia e Montenegro). Guerras fomentadas por diferenças étnicas e religiosas irão assombrar a região, com os partidários do nacionalismo sérvio de direita sempre envolvidos. Em 1998, inicia-se a guerra do Kosovo, que irá resultar na sua independência, no bombardeamento da Sérvia, e renúncia e subsequente prisão de seu presidente, Slobodan Milosevic, que morre antes de receber sentença de uma corte internacional pelos crimes de guerra cometidos durante a década de 90. Em 2006, ocorre a separação de Montenegro, dando a atual configuração territorial da Sérvia.2.

Sua capital era Belgrado (também a capital do estado moderno da Sérvia, resultado da dissolução da dissolução das repúblicas iugoslavas) e abrangia também duas províncias autônomas:

  1. a Província Socialista Autónoma do Kosovo, cuja capital era Priština; e
  2. a Província Socialista Autónoma da Voivodina, cuja capital era Novi Sad.
Ícone de esboço Este artigo sobre a história da Europa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.