Resultados do Carnaval do Rio de Janeiro em 2013

Nesta página estão listados os resultados dos concursos de escolas de samba e de blocos de enredo do carnaval do Rio de Janeiro do ano de 2013. Os desfiles foram realizados entre os dias 8 e 16 de fevereiro de 2013.

Unidos de Vila Isabel foi a campeã do Grupo Especial, conquistando seu terceiro título na elite do carnaval. A escola realizou um desfile sobre a vida no campo. O enredo "A Vila Canta o Brasil Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um..." foi desenvolvido pela carnavalesca Rosa Magalhães, que conquistou seu sétimo título de campeã do carnaval carioca.[1] Pela primeira vez a Vila foi campeã com um samba-enredo composto por Martinho da Vila. Com três décimos de diferença para a campeã, a Beija-Flor ficou com o vice-campeonato. Recém promovida ao Grupo Especial, após vencer o Grupo A em 2012, a Inocentes de Belford Roxo foi rebaixada ao se classificar em último lugar.[2]

Após o polêmico resultado do Grupo A de 2012, a segunda divisão do carnaval teve mudanças em seu formato. O grupo foi renomeado para "Série A" e os desfiles passaram a ser divididos em duas noites, na sexta-feira e no sábado de carnaval.[3][4] As escolas que estavam na terceira divisão foram promovidas à segunda, formando um grupo de dezenove agremiações.[5] No primeiro ano do novo formato, o Império da Tijuca se sagrou campeão, conquistando seu quarto título na segunda divisão. A escola realizou um desfile em homenagem às mulheres negras.[6]

Em Cima da Hora venceu o Grupo B com um desfile em homenagem ao falecido cantor João Nogueira. Unidos do Cabuçu conquistou o título do Grupo C. Mocidade Unida do Santa Marta foi a campeã do Grupo D. Entre os blocos de enredo, Unidos das Vargens venceu o Grupo 1; Colibri de Mesquita conquistou o Grupo 2; Bloco do Barriga foi o campeão do Grupo 3; e Esperança de Nova Campina ganhou o Grupo 4.[7]

Escolas de sambaEditar

Grupo EspecialEditar

O desfile do Grupo Especial foi organizado pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (LIESA) e realizado no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, a partir das 21 horas dos dias 10 e 11 de fevereiro de 2013.[8]

Ordem dos desfiles

A ordem dos desfiles foi definida através de sorteio realizado no dia 16 de julho de 2012 na Cidade do Samba. Para equilibrar as forças, as escolas foram divididas em pares, sendo que, dentro dos pares, cada escola desfilaria em uma noite diferente. Os pares formados foram: Beija-Flor e Unidos da Tijuca; Vila Isabel e Salgueiro; Grande Rio e Mocidade Independente de Padre Miguel; Portela e Mangueira; União da Ilha do Governador e Imperatriz Leopoldinense.[9]

Primeiro foi sorteada a noite de desfile de cada escola; depois foi sorteada a ordem de apresentação de cada noite. Após o sorteio foi permitido que as escolas negociassem a troca de posições dentro de cada noite. Sorteada para ser a segunda escola da segunda noite, a Imperatriz trocou de posição com a Mangueira. Duas escolas tinham posições definidas e não participaram do sorteio: Campeã do Grupo A (segunda divisão) do ano anterior, a Inocentes de Belford Roxo ficou responsável por abrir a primeira noite; antepenúltima colocada do Grupo Especial no ano anterior, a São Clemente ficou responsável por abrir a segunda noite.[10]

Domingo (10/02/2013) Segunda-feira (11/02/2013)
  1. Inocentes de Belford Roxo
  2. Acadêmicos do Salgueiro
  3. Unidos da Tijuca
  4. União da Ilha do Governador
  5. Mocidade Independente de Padre Miguel
  6. Portela
  1. São Clemente
  2. Estação Primeira de Mangueira
  3. Beija-Flor
  4. Acadêmicos do Grande Rio
  5. Imperatriz Leopoldinense
  6. Unidos de Vila Isabel

Quesitos e julgadores

Foram mantidos os dez quesitos de avaliação dos anos anteriores e a mesma quantidade de julgadores (quatro por quesito).[11][12]

Quesitos Julgador 1 Julgador 2 Julgador 3 Julgador 4
Entre os setores 03 e 03A Setor 06 Setor 08 Setor 10
Harmonia Célia Souto Sidnei Martins Dantas Simone Leitão Nilton Rodrigues
Conjunto Edileuza Batista de Aleluia Ricardo Rizzo Sulamita Trzcina João Vlamir
Mestre-Sala e Porta-Bandeira Ilclemar Nunes Tito Canha Beatriz Badejo Áurea Hârmmerli
Enredo Johnny Soares Flávio Freire Xavier Pérsio Gomyde Brasil Mariza Maline
Comissão de Frente Paulo César Morato Marcus Nery Magalhães Rafael David Fabiana Valor
Alegorias e Adereços Walber Ângelo de Freitas Bruno Chateaubriand Helenise Guimarães Marcelo Marques
Bateria Leandro Osiris Maestro Sérgio Naidin Cláudio Luiz Matheus Xande Figueiredo
Samba-Enredo Marta Macedo Maria Amélia Martins Maestro Bruno Rodrigues Alice Serrano
Fantasias Paulo Paradela Patrícia Nunes Emil Ferreira Clívia Cohen
Evolução Salete Lisboa Luiz Eduardo Rezende Carlos Pousa Sonia Gallo

NotasEditar

A apuração do resultado foi realizada na tarde da quarta-feira de cinzas, dia 13 de fevereiro de 2013, na Praça da Apoteose. De acordo com o regulamento do ano, a menor nota recebida por cada escola, em cada quesito, foi descartada. As notas variam de nove à dez, podendo ser fracionadas em décimos. O desempate entre agremiações que obtiveram a mesma pontuação final foi realizado seguindo a ordem inversa da leitura dos quesitos. A ordem de leitura dos quesitos foi definida em sorteio horas antes do início da apuração.[13][11][14]

Penalizações

  • Estação Primeira de Mangueira perdeu seis décimos por ultrapassar o tempo máximo de desfile em seis minutos, sendo um décimo por minuto.
Legenda:      Campeã      Rebaixada  S  Nota descartada  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2  J3  Julgador 3  J4  Julgador 4
Escolas
(por ordem de desfile)
Pen. Total
Harmonia Conjunto Mestre-Sala e Porta-Bandeira Enredo Comissão de Frente Alegorias e Adereços Bateria Samba-Enredo Fantasias Evolução
Domingo J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4
Inocentes 9,6 9,5 9,6 9,7 9,6 9,7 9,6 9,7 10 9,8 9,8 9,8 9,6 9,7 9,7 9,7 9,6 9,7 9,6 9,8 9,5 9,6 9,6 9,5 9,9 9,7 9,6 9,7 9,7 9,8 9,8 9,8 9,6 9,6 9,6 9,5 9,7 9,6 9,7 9,8 0 291,1
Salgueiro 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 10 9,9 10 9,8 9,9 9,9 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 10 9,8 10 10 9,8 9,9 9,8 9,6 9,9 9,9 10 9,8 10 9,9 9,9 9,9 10 0 297,9
Tijuca 10 9,8 10 9,9 10 10 10 9,9 10 9,9 9,9 9,8 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 9,7 10 10 9,9 10 10 9,9 9,7 9,8 10 9,9 10 9,8 10 10 9,9 9,9 0 299,2
U. da Ilha 9,8 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,7 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 10 9,9 9,9 10 9,6 9,8 9,7 9,7 9,8 9,8 9,8 10 9,7 9,8 9,8 9,6 9,7 10 9,6 9,6 9,9 9,9 9,7 10 9,8 9,7 9,8 9,8 0 294,9
Mocidade 9,7 9,7 9,7 9,8 9,9 9,8 9,8 9,7 9,7 9,9 9,8 9,8 9,7 9,6 9,7 9,6 9,5 9,9 9,8 9,7 9,8 9,8 9,7 9,6 9,8 9,9 10 9,6 9,6 9,7 9,7 9,7 9,7 9,8 10 9,6 9,8 9,7 9,8 9,6 0 293,5
Portela 10 10 9,9 10 9,8 10 9,9 9,7 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,5 9,8 9,9 9,7 9,8 9,8 9,7 9,5 10 10 10 9,9 10 10 10 10 9,7 9,7 9,9 9,7 10 10 9,8 9,7 0 296,6
Segunda J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 Pen. Total
S.Clemente 9,9 9,7 9,8 9,7 9,8 9,7 9,6 9,7 9,7 9,8 9,8 9,9 9,6 10 9,4 9,6 9,5 9,6 9,8 9,7 9,7 9,7 9,6 9,4 10 9,9 9,7 9,9 9,8 9,6 9,9 9,7 9,8 9,8 9,7 9,6 10 9,8 9,8 9,7 0 293,5
Mangueira 9,8 9,7 10 9,9 9,9 9,7 10 9,6 10 10 10 10 10 9,9 10 10 9,9 9,6 9,8 9,5 9,8 9,8 9,8 9,3 10 9,9 10 10 9,8 9,9 9,7 9,9 9,7 10 10 9,6 9,9 9,9 9,9 9,6 -0,6 296,5
Beija-Flor 9,9 10 10 10 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 9,9 10 10 9,9 9,9 10 10 9,7 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 9,9 10 10 9,9 10 9,9 10 10 10 0 299,4
Grande Rio 10 9,6 9,8 9,9 10 10 9,8 9,9 9,7 9,8 10 10 9,6 10 9,9 10 9,7 10 9,9 10 9,8 9,9 9,7 10 9,7 10 10 9,8 9,8 9,6 9,6 9,6 9,6 9,9 9,7 10 10 9,8 10 9,9 0 297,2
Imperatriz 9,9 10 10 10 9,8 9,9 10 9,9 9,8 10 9,9 9,7 10 9,9 10 10 9,8 9,9 10 9,9 9,8 9,9 9,9 10 9,9 10 9,9 9,7 9,9 9,9 9,8 9,9 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 0 298,3
Vila Isabel 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,8 10 10 10 9,9 10 9,9 10 10 10 9,6 9,8 9,9 10 9,9 10 10 9,8 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 0 299,7

ClassificaçãoEditar

A Unidos de Vila Isabel conquistou seu terceiro título de campeã do carnaval carioca, quebrando o jejum de sete anos sem conquistas. O título anterior da escola foi conquistado em 2006. A Vila encerrando os desfiles de 2013 com um desfile sobre a vida no campo.[15][2] O enredo "A Vila Canta o Brasil Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um..." foi desenvolvido pela carnavalesca Rosa Magalhães, que conquistou seu sétimo título de campeã do carnaval.[1] O desfile teve como destaque o samba-enredo composto por André Diniz, Arlindo Cruz, Leonel, Martinho da Vila e Tunico da Vila. Pela primeira vez, a escola foi campeã com um samba-enredo composto por Martinho. Ao final do desfile, o público saudou a escola com gritos de "campeã".[16][17]

A Beija-Flor ficou com o vice-campeonato por três décimos de diferença para a campeã. A escola de Nilópolis realizou um desfile sobre a raça brasileira de cavalos Mangalarga marchador.[18][19] Campeã do ano anterior, a Unidos da Tijuca se classificou em terceiro lugar com um enredo de Paulo Barros sobre a Alemanha.[20][21] Imperatriz Leopoldinense conquistou o quarto lugar com um desfile sobre o estado do Pará.[22][23] Acadêmicos do Salgueiro foi o quinto colocado com um desfile sobre a Fama.[24][25] Acadêmicos do Grande Rio conquistou a última vaga do Desfile das Campeãs. Sexta colocada, a escola defendeu a manutenção da divisão dos royalties de petróleo favorável aos estados produtores, incluindo o Rio de Janeiro.[26][27]

Portela ficou em sétimo lugar homenageando os 400 anos do bairro de Madureira, onde fica sediada a escola.[28][29] Estação Primeira de Mangueira foi a oitava colocada com um desfile sobre o município de Cuiabá. A escola levou duas baterias para a Sapucaí, mas ultrapassou o tempo limite de desfile em seis minutos.[30][31] Homenageando os 100 anos do nascimento do poeta Vinícius de Moraes, a União da Ilha do Governador se classificou em nono lugar.[32][33] Décima colocada, a São Clemente realizou um desfile sobre telenovelas brasileiras.[34][35] Penúltima colocada, a Mocidade Independente de Padre Miguel realizou um desfile sobre o festival de música Rock in Rio.[36][37] Recém promovida ao Grupo Especial, após vencer o Grupo A em 2012, Inocentes de Belford Roxo foi rebaixada de volta à segunda divisão após se classificar em último lugar. A escola abriu os desfiles do Grupo Especial com uma homenagem à Coreia do Sul.[38][39]

Legenda:      Desfile das Campeãs      Rebaixada para a Série A
Col. Escola Enredo Carnavalesco(a) Pontos Desempate
1 Unidos de Vila Isabel A Vila Canta o Brasil Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um... Rosa Magalhães 299,7 -
2 Beija-Flor Amigo Fiel - Do Cavalo do Amanhecer ao Mangalarga Marchador André Cezari, Bianca Behrends, Fran Sérgio, Laíla, Ubiratan Silva, Victor Santos 299,4 -
3 Unidos da Tijuca Desceu num Raio, É Trovoada! O Deus Thor Pede Passagem pra Mostrar Nessa Viagem a Alemanha Encantada Paulo Barros 299,2 -
4 Imperatriz Leopoldinense Pará - O Muiraquitã do Brasil - Sob a Nudez Forte da Verdade, o Manto Diáfano da Fantasia Cahê Rodrigues, Kaká Monteiro e Mário Monteiro 298,3 -
5 Acadêmicos do Salgueiro Fama Renato Lage e Márcia Lage 297,9 -
6 Acadêmicos do Grande Rio Amo o Rio e Vou à Luta... Ouro Negro sem Disputa! Roberto Szaniecki 297,2 -
7 Portela Madureira... Onde o Meu Coração Se Deixou Levar Paulo Menezes 296,6 -
8 Estação Primeira de Mangueira Cuiabá: Um Paraíso no Centro da América Cid Carvalho 296,5 -
9 União da Ilha do Governador Vinicius, no Plural. Paixão, Poesia e Carnaval Alex de Souza 294,9 -
10 São Clemente Horário Nobre Fábio Ricardo 293,5 Evolução
(29,7 pts)
11 Mocidade Independente de Padre Miguel Eu Vou de Mocidade com Samba e Rock in Rio - Por Um Mundo Melhor Alexandre Louzada 293,5 Evolução
(29,3 pts)
12 Inocentes de Belford Roxo As Sete Confluências do Rio Han - 50 Anos de Imigração da Coreia do Sul no Brasil Wagner Gonçalves 291,1 -

Série AEditar

Após o polêmico resultado do Grupo A de 2012, a Riotur passou a não reconhecer mais legitimidade na Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso (LESGA), entidade reguladora da segunda divisão.[40][41][42] Na ocasião, a LESGA cancelou o rebaixamento do grupo. Também foi acusada de fraudar o campeonato da Inocentes de Belford Roxo, cujo o presidente também presidia a LESGA.[43][44] Para o carnaval de 2013, a LESGA mudou de nome para Liga das Escola de Samba do Rio de Janeiro (LIERJ), e elegeu novo presidente e diretoria.

A segunda divisão do carnaval teve mudanças significativas para o carnaval de 2013:

  • Antes denominada Grupo A, a segunda divisão passou a se chamar "Série A".[3]
  • As escolas que estavam na terceira divisão foram promovidas à segunda, formando um grupo de dezenove agremiações. Três seriam rebaixadas e a expectativa era de que, em 2015, o grupo atingisse o número de quatorze escolas, considerado ideal pela LIERJ.[5]
  • Os desfiles passaram a ser divididos em dois dias, na sexta-feira e no sábado de carnaval. O desfile das escolas de samba mirins, que acontecia na sexta-feira, foi transferido para a terça-feira de carnaval.[4]

O desfile da Série A foi realizado no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, a partir das 21 horas dos dias 8 e 9 de fevereiro de 2013.[8]

Ordem dos desfile

Seguindo o regulamento do concurso, a primeira escola a desfilar foi a campeã do Grupo C (quarta divisão) do ano anterior, Unidos do Jacarezinho. A posição de desfile das demais escolas foi definida através de sorteio realizado no dia 16 de julho de 2012.[9]

Sexta-feira (08/02/2013) Sábado (09/02/2013)
  1. Unidos do Jacarezinho
  2. Unidos do Porto da Pedra
  3. Acadêmicos de Santa Cruz
  4. Unidos da Vila Santa Tereza
  5. União do Parque Curicica
  6. Estácio de Sá
  7. Alegria da Zona Sul
  8. Acadêmicos da Rocinha
  9. Unidos do Viradouro
  1. União de Jacarepaguá
  2. Paraíso do Tuiuti
  3. Tradição
  4. Império Serrano
  5. Acadêmicos do Cubango
  6. Sereno de Campo Grande
  7. Império da Tijuca
  8. Caprichosos de Pilares
  9. Unidos de Padre Miguel
  10. Renascer de Jacarepaguá

Quesitos e julgadores

Foram mantidos os dez quesitos de avaliação dos anos anteriores e a mesma quantidade de julgadores (quatro por quesito).[45]

Quesitos Julgador 1 Julgador 2 Julgador 3 Julgador 4
Alegorias e Adereços Hugo Kovensky Levi Cintra Liana Brazil Roberto Cabot
Bateria David Bispo Elói Vicente Fabiano Rocha Luís Carlos "Meu Bom"
Evolução Fernando Reski Kátia Verônica Andrade Paulo Melgaço Robson Caetano
Fantasias Irene Orazen John Michael Lucia Simas Regina Oliva
Comissão de Frente Pedro Augusto de Souza Pires Rafaela Riveiro Ribeiro Toni Rodrigues Zé Helou
Samba-Enredo Gabriel Assumpção José Roberto Brandão Lilia Gutman Paranhos Paulo Roberto Direito
Harmonia Humberto Fajardo Jardel Maia Mario Bittencourt Monique Aragão
Enredo André Luís da Silva Júnior Carlos Eduardo Cardoso José Antonio Rodrigues Marcelo Figueira
Mestre-Sala e Porta-Bandeira Johayne Hildefonso Paola Novaes Ronaldo Damas Vera Aragão
Conjunto Cláudio Tunez Gustavo Paso Luiz Strauss Malu Cotrim

NotasEditar

A apuração do resultado foi realizada na quarta-feira, dia 13 de fevereiro de 2013, na Praça da Apoteose, logo após a apuração do Grupo Especial. De acordo com o regulamento do ano, a menor nota recebida por cada escola, em cada quesito, foi descartada. As notas variam de oito à dez, podendo ser fracionadas em décimos. O desempate entre agremiações que obtiveram a mesma pontuação final foi realizado seguindo a ordem inversa da leitura dos quesitos.[46][47]

Penalizações

  • Tradição perdeu dois décimos por não retirar as alegorias do seu barracão dentro do prazo estipulado; e um ponto por abandonar alegorias na área de dispersão.
  • Estácio de Sá perdeu um décimo por ultrapassar o tempo máximo de desfile em um minuto.
  • Unidos do Jacarezinho perdeu cinco décimos por desfilar com integrantes usando camisas de times de futebol; e um ponto por abandonar alegorias na área de dispersão.
  • Unidos da Vila Santa Tereza perdeu 1,3 pontos por desfilar com treze baianas a menos do que a quantidade mínima exigida.
Legenda:      Campeão      Rebaixadas  S  Nota descartada  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2  J3  Julgador 3  J4  Julgador 4
Escolas
(por ordem de desfile)
Pen. Total
Alegorias e Adereços Bateria Evolução Fantasias Comissão de Frente Samba-Enredo Harmonia Enredo Mestre-Sala e Porta-Bandeira Conjunto
Sexta-feira J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4
Jacarezinho 9,4 9,7 9,7 9,6 9,8 9,8 9,7 9,7 9,7 9,5 9,7 9,8 9,7 9,5 9,7 9,6 9,7 9,8 9,8 9,6 9,9 9,7 9,6 9,8 9,8 9,7 9,7 9,8 9,8 9,7 9,6 9,5 9,6 9,6 9,6 9,3 9,8 9,7 9,4 9,6 -1,5 290
Porto da P. 9,9 10 10 9,9 10 10 10 10 9,6 10 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 10 10 10 10 9,8 10 9,6 9,8 9,7 10 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,8 10 9,8 10 10 9,8 9,7 9,6 9,7 0 297,4
Santa Cruz 9,6 9,8 9,9 10 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,7 9,8 9,8 10 10 9,8 10 9,9 10 9,9 10 9,7 10 9,7 9,7 9,8 9,8 10 9,9 10 10 10 10 9,9 9,9 9,8 9,9 10 9,8 9,9 9,6 0 297,3
Vila Santa T. 9,4 9,8 9,7 9,4 9,7 9,7 10 9,8 9,5 9,5 9,5 9,8 9,5 9,5 9,2 9,3 9,7 9,9 9,9 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 9,6 9,5 9,7 9,6 9,6 9,4 9,4 9,4 9,5 9,6 9,6 9,5 9,5 9,4 9,0 9,5 -1,3 287,2
Curicica 9,6 9,7 9,9 9,8 10 10 10 10 9,8 10 10 9,9 9,7 9,8 9,7 9,7 9,8 10 9,9 9,8 10 10 10 10 10 10 10 9,9 9,8 10 9,7 9,6 10 10 9,8 9,9 9,6 10 9,5 9,8 0 297
Estácio 10 10 10 9,9 10 10 9,9 10 10 9,7 9,9 9,8 10 10 10 10 10 10 10 9,7 10 10 9,9 9,9 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,8 -0,1 299,5
Alegria 9,8 9,9 9,8 9,8 9,9 9,7 10 9,8 9,8 10 9,8 9,9 9,8 9,7 10 9,8 9,8 9,7 9,9 9,6 10 10 9,6 10 10 10 9,9 9,8 9,9 9,8 9,8 9,9 9,7 9,8 9,7 9,6 10 10 9,5 9,8 0 296,4
Rocinha 9,8 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,9 10 9,9 10 10 10 10 9,9 10 9,8 9,8 10 10 9,9 9,8 10 10 10 10 10 9,9 9,6 10 10 10 10 9,9 0 299,3
Viradouro 9,9 9,9 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 10 9,9 10 9,8 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,8 10 10 10 10 10 9,8 10 10 10 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 9,8 0 299,6
Sábado J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 Pen. Total
União de J. 9,4 9,7 10 9,9 10 9,9 10 9,8 9,9 9,6 9,9 9,8 9,7 9,7 9,7 9,9 9,8 9,9 9,8 9,7 9,8 10 9,9 9,8 10 9,6 9,7 9,8 9,9 10 9,8 10 9,9 9,9 10 9,8 9,9 9,7 9,7 9,8 0 296,2
Tuiuti 9,6 9,7 9,7 9,9 10 9,9 9,8 9,9 9,8 10 9,8 9,8 9,8 10 9,7 9,8 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,7 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 10 9,8 10 9,8 9,8 9,8 9,8 0 296,7
Tradição 9,7 9,6 9,7 9,8 10 9,9 10 10 9,9 10 10 9,9 9,9 9,7 9,6 9,6 10 9,8 9,7 9,8 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,8 9,6 9,6 10 9,8 10 9,7 10 9,7 10 10 -1,2 295,8
Impéro Ser. 9,7 9,9 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 9,9 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 299,5
Cubango 9,7 9,7 10 9,9 9,9 10 9,9 9,8 10 9,8 10 9,7 9,7 9,8 9,7 9,9 9,8 9,8 10 9,9 10 9,8 9,7 9,9 9,8 9,8 10 9,8 10 9,9 9,9 9,9 10 9,8 10 10 10 9,7 9,8 9,8 0 297
Sereno 9,5 9,8 10 9,9 9,8 9,7 9,7 9,7 9,8 10 9,8 9,7 9,6 9,7 9,5 9,9 9,8 9,9 9,9 9,8 9,8 10 9,6 9,7 9,9 9,6 9,8 9,8 9,9 10 9,8 9,8 10 9,8 9,8 9,8 10 9,8 9,6 9,9 0 295,3
I. da Tijuca 9,7 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 300
Caprichosos 9,7 9,9 10 9,9 10 10 10 10 9,8 10 9,9 10 10 9,7 9,9 9,9 10 10 10 10 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 9,7 10 9,9 10 10 9,8 0 299
UPM 10 10 10 10 9,9 9,8 10 9,9 9,9 10 9,7 9,9 10 9,7 10 10 9,7 10 9,7 9,8 9,8 10 9,9 9,9 9,8 10 9,8 9,9 9,9 10 10 10 9,9 9,8 9,8 10 9,9 10 10 9,9 0 298,2
Renascer 9,6 9,9 10 9,9 10 9,8 10 9,9 10 10 10 9,9 10 9,8 10 10 10 10 9,9 9,9 9,6 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 9,8 9,9 9,9 9,8 10 9,8 9,6 9,6 10 9,9 9,6 10 0 298,2

ClassificaçãoEditar

Império da Tijuca foi o campeão com um desfile sobre mulheres negras. Foi o quarto título da escola na segunda divisão. Com a vitória, a agremiação garantiu seu retorno ao Grupo Especial, de onde estava afastada desde 1996.[6]

Unidos do Viradouro ficou com o vice-campeonato por quatro décimos de diferença para a campeã. A escola de Niterói prestou uma homenagem aos Acadêmicos do Salgueiro, que completavam 60 anos.[48] Império Serrano e Estácio de Sá somaram a mesma pontuação final. O desempate, no quesito Conjunto, deu ao Império o terceiro lugar. A escola realizou um desfile sobre o município mineiro de Caxambu.[49] Estácio ficou em quarto lugar com um desfile em homenagem ao maestro brasileiro Rildo Hora.[50] Quinta colocada, a Acadêmicos da Rocinha realizou um desfile sobre a alimentação brasileira.[51] Caprichosos de Pilares obteve a sexta colocação com um desfile sobre o fanatismo humano.[52] Unidos de Padre Miguel foi a sétima colocada desfilando o encontro entre orixás da mitologia africana e seres humanos.[53] Com um desfile sobre a fauna e a flora do Rio de Janeiro, a Renascer de Jacarepaguá se classificou em oitavo lugar.[54] Nona colocada, a Unidos do Porto da Pedra realizou um desfile sobre sapatos.[55] Acadêmicos de Santa Cruz foi a décima colocada com um desfile sobre o Ceará.[56] Décima primeira colocada, a Acadêmicos do Cubango celebrou escultores, ilustradores, cordelistas, entre outros artistas brasileiros pouco conhecidos pelo público em geral.[57] Reeditando o enredo de 1994 da Portela, sobre o samba, a União do Parque Curicica obteve a décima segunda colocação.[58] Paraíso do Tuiuti foi a décima terceira colocada homenageando o humorista Chico Anysio.[59] Com uma homenagem aos 95 anos do Cordão da Bola Preta, a Alegria da Zona Sul obteve o décimo terceiro lugar.[60] União de Jacarepaguá foi a décima quarta colocada com um desfile sobre a cidade de Vassouras.[61] Décima quinta colocada, a Tradição reeditou o clássico samba-enredo de 1981 da Portela, sobre o mar.[62]

Últimas colocadas, Sereno de Campo Grande, Unidos do Jacarezinho e Unidos da Vila Santa Tereza foram rebaixadas para o Grupo B. Com um desfile sobre paz e religião, a Sereno obteve o décimo sétimo lugar.[63] Homenageando o cantor Jamelão, morto em 2008, a Jacarezinho se classificou em penúltimo lugar.[64] Última colocada, Unidos da Vila Santa Tereza desfilou o poder da água na mitologia africana. A escola enfrentou diversos problemas e várias alas, incluindo a bateria, desfilaram sem fantasia.[65]

Legenda:      Promovido ao Grupo Especial      Rebaixadas para o Grupo B
Col. Escola Enredo Carnavalesco(a) Pontos Desempate
1 Império da Tijuca Negra, Pérola Mulher Junior Pernambucano 300 -
2 Unidos do Viradouro Nem Melhor nem Pior, que não Sai da Minha Mente. Inspiração para o Meu Samba, Eu Também Sou Diferente! Max Lopes 299,6 -
3 Império Serrano Caxambu - O Milagre das Águas na Fonte do Samba Mauro Quintaes 299,5 Conjunto
(40 pts)
4 Estácio de Sá Rildo Hora: A Ópera de um Menino... O Toque do Realejo Rege o Seu Destino! Jack Vasconcelos 299,5 Conjunto
(39,8 pts)
5 Acadêmicos da Rocinha Mistura de Sabores e Raças: Uma Feijoada à Brasileira Luiz Carlos Bruno 299,3 -
6 Caprichosos de Pilares Fanatismo... Enigma da Mente Humana Amauri Santos 299 -
7 Unidos de Padre Miguel O Reencontro entre o Céu e a Terra no Reino de Aláàfin Óyo Edson Pereira 298,2 Conjunto
(39,8 pts)
8 Renascer de Jacarepaguá Rio, Uma Viagem Alucinante Alexandre Brittes, Roberto Assis e Tatiana Mello 298,2 Conjunto
(39,5 pts)
9 Unidos do Porto da Pedra Me Digas o que Calças e Eu Te Direis Quem És! Leandro Valente 297,4 -
10 Acadêmicos de Santa Cruz O Dragão do Mar e a Lenda do Ceará Sylvio Cunha e Munir Nicolau 297,3 -
11 Acadêmicos do Cubango Teimosias da Imaginação Severo Luzardo 297 Conjunto
(39,3 pts)
12 União do Parque Curicica Quando o Samba Era Samba
(Reedição do enredo de 1994 da Portela)
Paulo Brasil 297 Conjunto
(38,9 pts)
13 Paraíso do Tuiuti Ao Mestre do Riso com Carinho: As Caras do Brasil Cid Carvalho 296,7 -
14 Alegria da Zona Sul Quem não Chora, não Mama... Eduardo Gonçalves 296,4 -
15 União de Jacarepaguá Dos Barões do Café à Cidade Universitária. Vassouras, Ouro Verde do Brasil! Jorge Caribé e Ney Júnior 296,2 -
16 Tradição Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de uma Noite
(Reedição do enredo de 1981 da Portela)
Orlando Júnior 295,8 -
17 Sereno de Campo Grande Na Busca da Paz, Equilíbrio e Harmonia. Bem Aventurados Sejam os que Ouvem a Voz de Deus! Amarildo de Mello 295,3 -
18 Unidos do Jacarezinho Puxador, não. Intérprete! Por Mestre Jamelão! Marcus Ferreira 290 -
19 Unidos da Vila Santa Tereza Axé - No Caminho das Águas Sagradas Guilherme Alexandre 287,5 -

Grupo BEditar

O desfile do Grupo B (terceira divisão) foi organizado pela Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro e realizado a partir da noite do domingo, dia 10 de fevereiro de 2013, na Estrada Intendente Magalhães.[8]

Ordem dos desfiles
  1. Unidos de Lucas
  2. Império da Praça Seca
  3. Rosa de Ouro
  4. Arranco
  5. Em Cima da Hora
  6. Difícil É o Nome
  7. Unidos da Villa Rica
  8. Boi da Ilha do Governador
  9. Favo de Acari
  10. Mocidade de Vicente de Carvalho
  11. Unidos da Vila Kennedy
  12. Unidos da Ponte
  13. Acadêmicos do Sossego

NotasEditar

De acordo com o regulamento do ano, a menor nota recebida por cada escola, em cada quesito, foi descartada. As notas variam de nove à dez, podendo ser fracionadas em décimos. O desempate entre agremiações que obtiveram a mesma pontuação final foi realizado seguindo a ordem inversa da leitura dos quesitos.[66]

Penalizações

  • Rosa de Ouro perdeu quatro décimos por desfilar com quatro baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Em Cima da Hora perdeu oito décimos por desfilar com oito baianas a menos do que a quantidade mínima exigida.
  • Difícil é o Nome perdeu 1,3 pontos por desfilar com treze baianas a menos do que a quantidade mínima exigida.
  • Unidos da Villa Rica perdeu três décimos por desfilar com três baianas a menos do que a quantidade mínima exigida.
  • Boi da Ilha do Governador perdeu 2,7 pontos por desfilar com 27 baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Mocidade de Vicente de Carvalho perdeu um ponto por desfilar com menos ritmistas do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Unidos da Ponte perdeu um ponto por desfilar com menos ritmistas do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
Legenda:      Campeã      Rebaixadas  S  Nota descartada  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2  J3  Julgador 3  J4  Julgador 4
Escolas
(por ordem de desfile)
Pen. Total
Mestre-Sala e Porta-Bandeira Comissão de Frente Fantasias Alegorias e Adereços Conjunto Enredo Evolução Harmonia Samba-Enredo Bateria
J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4
Unidos de Lucas 10 10 10 10 10 10 10 10 9,8 9,9 9,8 9,9 9,7 9,9 9,8 9,7 9,8 9,9 9,8 9,8 10 10 10 10 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,7 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 297,5
Império da Praça Seca 10 10 10 10 10 10 10 10 9,7 9,8 9,8 9,8 9,9 10 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 298,4
Rosa de Ouro 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,9 9,7 9,8 9,8 9,7 9,7 9,8 9,7 9,8 9,8 9,9 9,8 9,7 9,8 9,8 9,8 9,8 9,7 9,8 9,7 9,7 9,8 9,8 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -1,4 294,1
Arranco 9,9 9,9 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 10 9,8 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 10 9,9 9,9 10 9,9 9,9 10 9,9 10 9,9 10 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 298,5
Em Cima da Hora 10 10 10 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,8 9,9 10 10 9,9 9,9 10 9,9 10 10 10 9,9 10 9,9 10 10 10 9,9 10 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 -0,8 298,8
Difícil É o Nome 10 10 10 10 10 10 10 10 9,8 9,8 9,9 9,8 9,6 9,7 9,7 9,6 9,7 9,5 9,7 9,6 10 10 10 10 9,9 9,9 9,6 9,9 9,8 9,7 9,8 9,7 10 10 9,9 10 10 10 10 10 -1,3 294,2
Unidos da Villa Rica 9,9 10 9,9 9,8 9,9 9,6 9,8 9,8 9,7 9,8 9,8 9,8 9,7 9,8 9,7 9,8 9,8 9,9 9,8 9,7 9,7 9,8 9,8 9,7 9,8 9,9 9,7 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -0,3 295,5
Boi da Ilha 10 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,7 9,8 10 9,7 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 10 10 9,9 10 10 10 10 10 -3,7 293,9
Favo de Acari 10 10 10 10 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 9,9 9,9 9,8 9,8 10 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 9,9 10 10 10 10 10 0 298,4
Vicente de Carvalho 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 10 10 10 10 10 10 10 10 -2,0 293,5
Vila Kennedy 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 10 10 9,8 10 10 10 10 10 0 296,6
Unidos da Ponte 9,9 10 10 9,9 10 10 10 10 9,8 9,9 9,9 9,9 9,7 9,9 9,7 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,8 10 9,8 9,8 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -2,0 295,8
Acadêmicos do Sossego 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 10 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 298,1

ClassificaçãoEditar

Em Cima da Hora foi campeã com quatro décimos de diferença para o Arranco. Com a vitória, a escola foi promovida à segunda divisão, de onde estava afastada desde 2001. A Em Cima da Hora realizou um desfile em homenagem ao cantor e compositor João Nogueira, morto em 2000.[67][68][69]

Legenda:      Promovida à Série A      Rebaixadas para o Grupo C
Col. Escola Enredo Carnavalesco(a) Pontos Desempate
1 Em Cima da Hora Além do Espelho, João Nogueira de Todos os Sambas Marco Antonio Falleiros 298,8 -
2 Arranco Boca de Cena Severo Luzardo 298,5 -
3 Império da Praça Seca Valei-me Jorge! Ney Junior e Rodrigo Almeida 298,4 Harmonia
(29,9 pts)
4 Favo de Acari Muito Prazer! Sou Acari em Verde, Rosa e Ouro. E a Favo Faz a Festa na Intendente! Humberto Abrantes 298,4 Harmonia
(29,7 pts)
5 Acadêmicos do Sossego De Luiza D’Oyá a Carmem Miranda. O que é que a Baiana Tem? Paula Vannier 298,1 -
6 Unidos de Lucas Livros de História Infantil - Páginas Recheadas de Fantasias, Sonhos e Imaginações. Uma Viagem na Intendente Magalhães Luiz Cavalcanthé 297,5 -
7 Unidos da Vila Kennedy Brincadeiras de Criança Wenderson Silva 296,6 -
8 Unidos da Ponte É Carnaval! Ricardo Paulino 295,8 -
9 Unidos da Villa Rica Em Busca da Felicidade Regis Kammura 295,5 -
10 Difícil É o Nome Rio de Janeiro, o Filme Wagner Almeida 294,2 -
11 Rosa de Ouro Sou Rosa, Sou de Ouro! Alexandre Costa, Lino Sales e Marcus do Val 294,1 -
12 Boi da Ilha do Governador África, o Esplendor das Máscaras. Magia, Encanto e Sedução na Festa da Folia! Mônica Barbatto e Santana Hofstatter 293,9 -
13 Mocidade de Vicente de Carvalho Cora, Coração, Coralina Jorge Knawer 293,5 -

Grupo CEditar

O desfile do Grupo C (quarta divisão) foi organizado pela AESCRJ e realizado a partir da noite da segunda-feira, dia 11 de fevereiro 2013, na Estrada Intendente Magalhães.[8]

Ordem dos desfiles
  1. Corações Unidos do Amarelinho
  2. Lins Imperial
  3. Boca de Siri
  4. Acadêmicos da Abolição
  5. Acadêmicos do Dendê
  6. Unidos de Bangu
  7. Mocidade Unida da Cidade de Deus
  8. Arrastão de Cascadura
  9. Acadêmicos do Engenho da Rainha
  10. Unidos do Cabuçu
  11. Gato de Bonsucesso
  12. Acadêmicos de Vigário Geral

NotasEditar

De acordo com o regulamento do ano, a menor nota recebida por cada escola, em cada quesito, foi descartada. As notas variam de nove à dez, podendo ser fracionadas em décimos.[70]

Penalizações

  • Corações Unidos do Amarelinho perdeu um ponto por desfilar com menos ritmistas do que a quantidade mínima exigida; um ponto por desfilar com dez baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida; e dois pontos por desfilar com menos componentes na comissão de frente do que a quantidade mínima exigida.
  • Lins Imperial perdeu um ponto por desfilar com instrumentos de outras agremiações na bateria; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Arrastão de Cascadura perdeu um ponto por desfilar com instrumentos de outras agremiações na bateria; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Gato de Bonsucesso perdeu um ponto por desfilar com menos ritmistas do que a quantidade mínima exigida; 1,7 pontos por desfilar com dezessete baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Acadêmicos de Vigário Geral perdeu um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
Legenda:      Campeã      Rebaixadas  S  Nota descartada  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2  J3  Julgador 3  J4  Julgador 4
Escolas
(por ordem de desfile)
Pen. Total
Mestre-Sala e Porta-Bandeira Comissão de Frente Fantasias Alegorias e Adereços Conjunto Enredo Evolução Harmonia Samba-Enredo Bateria
J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4
Corações Unidos 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 10 9,8 9,8 9,8 9,8 9,7 9,7 9,6 9,9 9,8 10 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 10 9,8 9,8 9,8 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 9,8 10 9,9 10 -5,0 292,4
Lins Imperial 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,7 9,9 9,8 10 10 9,9 9,8 9,9 9,9 9,8 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,7 9,8 10 10 10 10 9,7 10 10 10 -2,0 295,5
Boca de Siri 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,8 9,8 9,9 9,8 9,8 9,9 9,9 9,7 9,8 9,8 9,9 10 10 9,7 .9,8 9,9 10 10 9,7 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 10 10 10 10 9,8 10 10 10 0 297,7
Acadêmicos da Abolição 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 10 9,8 9,8 10 10 9,9 9,9 9,6 9,7 9,8 9,6 10 10 10 9,9 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,7 9,7 9,7 9,8 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 9,9 10 9,9 10 0 296,9
Acadêmicos do Dendê 9,9 9,9 9,8 9,9 10 10 10 10 9,8 9,9 9,8 9,9 10 10 9,9 9,9 9,8 10 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,9 10 10 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 298,4
Unidos de Bangu 10 9,9 10 9,9 10 9,9 9,9 10 9,8 9,8 9,9 10 9,9 9,9 9,9 10 9,8 10 10 10 9,9 9,8 9,9 10 10 9,9 9,9 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 299
Cidade de Deus 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,8 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,7 9,8 10 10 10 10 9,7 10 10 10 0 298,6
Arrastão de Cascadura 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 10 10 9,9 9,8 9,9 9,8 10 10 9,9 9,9 9,9 10 10 9,9 9,8 10 10 10 10 9,9 10 9,9 9,9 -2,0 295,8
Engenho da Rainha 10 10 9,9 10 10 9,9 10 10 9,9 9,9 10 9,9 10 9,8 10 9,8 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,8 10 9,9 9,8 10 10 10 10 10 10 9,9 10 0 298,7
Unidos do Cabuçu 10 10 10 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 10 9,9 10 9,9 10 9,9 10 10 9,9 9,9 10 9,9 10 10 10 9,9 9,9 10 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 299,6
Gato de Bonsucesso 9,8 9,8 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,9 9,8 10 9,8 9,7 9,6 9,9 9,6 9,8 10 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,7 9,9 9,8 9,8 9,7 10 10 10 10 10 10 10 10 -3,7 292,6
Vigário Geral 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 10 10 9,9 9,9 9,8 9,8 9,9 9,9 9,7 9,8 9,9 10 9,8 10 9,9 10 9,9 9,9 10 9,8 9,8 9,8 9,9 10 9,9 10 10 10 10 10 9,8 9,9 9,9 10 -1,0 296,5

ClassificaçãoEditar

Unidos do Cabuçu foi a campeã, garantindo seu retorno à terceira divisão, de onde estava afastada desde 2004.[67][68][69]

Legenda:      Promovidas ao Grupo B      Rebaixadas para o Grupo D
Col. Escola Enredo Carnavalesco(a) Pontos
1 Unidos do Cabuçu O Mestre-sala dos Mares Clebson Prates e Laerte Gulini 299,6
2 Unidos de Bangu Nas Lembranças da Infância, Um Carnaval de Esperança Ricardo Paulino 299
3 Acadêmicos do Engenho da Rainha Do Rei do Black Music... A Rainha da Massa Funkeira... Verônica Costa, Sofrida mas Guerreira Diangelo Fernandes 298,7
4 Mocidade Unida da Cidade de Deus Assombrações dos Sete Mares - O Navio Fantasma Leandro Mourão 298,6
5 Acadêmicos do Dendê Pode Chegar Freguesa! O Dendê Mostra a Cultura e Alegria da Feira! Carlos Carvalho 298,4
6 Boca de Siri Brasil, Território Xingu Valério Guidinelle 297,7
7 Acadêmicos da Abolição Sou Negro, Sou Raça, Sou Vida... Sou Abolição Marcio Puluker 296,9
8 Acadêmicos de Vigário Geral Vigário Te Convida a Ser Criança Novamente. Vem Brincar com a Gente na Intendente! Afonso Delano 296,5
9 Arrastão de Cascadura E com Vocês: O Palhaço a Desfilar Felipe Rocha 295,8
10 Lins Imperial Por Um Lugar ao Sol Eduardo Pinho 295,5
11 Gato de Bonsucesso Gato Malandro Sonha mas não Engole Mosca José Luis e Morgana Bastos 292,6
12 Corações Unidos do Amarelinho Caramuru Renato Bandeira 292,4

Grupo DEditar

O desfile do Grupo D (quinta divisão) foi organizado pela AESCRJ e realizado a partir da noite da terça-feira, dia 12 de fevereiro de 2013, na Estrada Intendente Magalhães.[8]

Ordem dos desfiles
  1. Mocidade Independente de Inhaúma
  2. Matriz de São João de Meriti
  3. Unidos de Manguinhos
  4. Flor da Mina do Andaraí
  5. Arame de Ricardo
  6. Vizinha Faladeira
  7. Chatuba de Mesquita
  8. Leão de Nova Iguaçu
  9. Tradição Barreirense de Mesquita
  10. Unidos de Cosmos
  11. Mocidade Unida do Santa Marta
  12. Unidos do Anil

NotasEditar

De acordo com o regulamento do ano, a menor nota recebida por cada escola, em cada quesito, foi descartada. As notas variam de nove à dez, podendo ser fracionadas em décimos. O desempate entre agremiações que obtiveram a mesma pontuação final foi realizado seguindo a ordem inversa da leitura dos quesitos.[71]

Penalizações

  • Mocidade Independente de Inhaúma perdeu um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Matriz de São João de Meriti perdeu um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Unidos de Manguinhos perdeu um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida; e menos um décimo por desfilar com menos crianças do que a quantidade mínima exigida.
  • Flor da Mina do Andaraí perdeu 1,1 ponto por desfilar com onze baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; e menos um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Vizinha Faladeira perdeu três décimos por desfilar com três baianas a menos do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida.
  • Tradição Barreirense de Mesquita perdeu um ponto por desfilar com menos componentes do que a quantidade mínima exigida; seis décimos por desfilar com menos crianças do que a quantidade mínima exigida; dois pontos por desfilar com menos componentes na comissão de frente do que a quantidade mínima exigida; e um ponto por desfilar com instrumentos de outras agremiações na bateria.
  • Unidos do Anil perdeu um ponto por desfilar com menos ritmistas do que a quantidade mínima exigida.
Legenda:      Campeã  S  Nota descartada  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2  J3  Julgador 3  J4  Julgador 4
Escolas
(por ordem de desfile)
Pen. Total
Mestre-Sala e Porta-Bandeira Comissão de Frente Fantasias Alegorias e Adereços Conjunto Enredo Evolução Harmonia Samba-Enredo Bateria
J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4 J1 J2 J3 J4
Mocidade de Inhaúma 10 9,9 10 9,9 9,7 9,8 9,8 9,7 9,7 9,7 9,9 9,8 9,8 9,7 9,7 9,7 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 -1,0 295,3
Matriz de São João 10 9,9 10 10 10 9,9 10 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9 9 9,3 9,9 10 9,9 10 10 9,8 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,5 9,9 10 10 10 10 9,9 10 10 10 -1,0 296,1
Unidos de Manguinhos 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -1,1 296,1
Flor da Mina do Andaraí 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,7 9,8 9,8 9,7 9,7 9,6 9,7 9,8 9,8 9,7 9,7 9,9 9,8 9,9 9,8 10 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 10 10 10 10 9,9 9,9 10 10 -2,1 294
Arame de Ricardo 10 10 10 10 9,9 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,8 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 0 298
Vizinha Faladeira 10 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,7 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,7 9,8 9,8 9,7 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,8 9,8 9,7 9,7 9,8 9,8 10 10 10 10 10 9,9 10 9,9 -1,3 294,8
Chatuba de Mesquita 9,9 10 10 9,8 9,9 10 9,8 9,8 9,7 9,7 9,7 9,8 9,6 9,8 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 9,8 10 9,9 9,9 10 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,9 9,9 9,8 10 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 0 295,5
Leão de Nova Ig. 10 9,8 10 9,9 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 10 10 10 9,9 9,9 10 9,8 9,9 9,9 10 10 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 299,1
Tradição de Mesquita 10 10 10 9,9 9,9 10 9,9 10 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,7 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -4,6 293,3
Unidos de Cosmos 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,8 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,8 9,6 9,7 9,7 10 10 10 10 9,9 10 9,9 10 0 297,2
Mocidade do Santa M. 10 10 10 9,9 9,8 10 10 10 9,9 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 9,9 10 9,9 10 9,9 9,8 10 10 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 0 299,5
Unidos do Anil 10 10 10 9,9 9,9 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,9 9,9 9,7 9,8 9,7 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,8 9,9 9,8 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 9,9 10 10 10 10 10 10 10 10 -1,0 296

ClassificaçãoEditar

Mocidade Unida do Santa Marta foi campeã com quatro décimos de diferença para o Leão de Nova Iguaçu. Com a vitória, a Mocidade foi promovida à quarta divisão, de onde estava afastada desde 2004. Leão de Nova Iguaçu e Arame de Ricardo também foram promovidas ao Grupo C.[67][68][69]

Legenda:      Promovidas ao Grupo C
Col. Escola Enredo Carnavalesco(a) Pontos Desempate
1 Mocidade Unida do Santa Marta Dona Marta Mexe o Caldeirão da Pantera Eduardo Gonçalves, Gabriel Haddad, Leonardo Bora, Rafael Gonçalves e Vítor Saraiva 299,5 -
2 Leão de Nova Iguaçu Filho de Mestre... Mestre Andrezinho É a Eterna Estrela do Samba Robson Goulart 299,1 -
3 Arame de Ricardo Do Meu Nordeste ao seu Agreste, Hoje Sou Cabra da Peste! Ney Junior 298 -
4 Unidos de Cosmos Rosele Nicolau Brilha no Cosmos: A Eterna Estrela da Zona Oeste! Sylvio Cunha e Lane Santana 297,2 -
5 Matriz de São João de Meriti Corcovado, Matriz Embarca Neste Trem! Nelson Costa 296,1 Harmonia
(29,8 pts)
6 Unidos de Manguinhos De 'Repente' Manguinhos Leonardo Soares 296,1 Harmonia
(29,6 pts)
7 Unidos do Anil Tem Gente Bamba... Na Casa do Samba Rogério Lima 296 -
8 Chatuba de Mesquita Cabaret Chatuba Alexandre Costa, Lino Salles e Marcus do Val 295,5 -
9 Mocidade Independente de Inhaúma Lembranças da Cinematografia Infantil. Inhaúma o Filme! Luiz Fernando de Oliveira 295,3 -
10 Vizinha Faladeira O Brasil Está em Festa. A Visão da Pioneira! Carlos Cavalliere e Newton Ribeiro 294,8 -
11 Flor da Mina do Andaraí Flor da Mina, Cinco Décadas de Histórias Numa Trajetória Cheia de Glórias... Comissão de Carnaval 294 -
12 Tradição Barreirense de Mesquita Sertão Carioca, Sua História, Comércio e Cultura Osmar Costa da Silva 293,3 -

MirinsEditar

Com a divisão do desfile do acesso entre sexta e sábado, o desfile das crianças passou a ser realizado na terça-feira de carnaval. O desfile das escolas mirins foi organizado pela Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro (AESM-Rio) e realizado no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, a partir das 17 horas da terça-feira, dia 12 de fevereiro de 2013. As escolas mirins não são julgadas.[72]

Ordem dos desfiles
  1. Mel do Futuro
  2. Filhos da Águia
  3. Pimpolhos da Grande Rio
  4. Estrelinha da Mocidade
  5. Corações Unidos do Ciep
  6. Tijuquinha do Borel
  7. Mangueira do Amanhã
  8. Império do Futuro
  9. Ainda Existem Crianças na Vila Kennedy
  10. Miúda da Cabuçu
  11. Petizes da Penha
  12. Infantes do Lins
  13. Aprendizes do Salgueiro
  14. Planeta Golfinho da Guanabara
  15. Inocentes da Caprichosos
  16. Nova Geração do Estácio
  17. Herdeiros da Vila

Desfile das CampeãsEditar

O Desfile das Campeãs foi realizado a partir das 21 horas do sábado, dia 16 de fevereiro de 2013, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Participaram do desfile as seis primeiras colocadas do Grupo Especial.[73][74]

Ordem dos desfiles
  1. Acadêmicos do Grande Rio
  2. Acadêmicos do Salgueiro
  3. Imperatriz Leopoldinense
  4. Unidos da Tijuca
  5. Beija-Flor
  6. Unidos de Vila Isabel

Blocos de enredoEditar

Os desfiles foram organizados pela Federação dos Blocos Carnavalescos do Estado do Rio de Janeiro (FBCERJ).

Grupo 1Editar

O desfile do Grupo 1 foi realizado a partir das 20 horas do sábado, dia 9 de fevereiro de 2013, na Avenida Rio Branco.[75]

Ordem dos desfiles
  1. Canários das Laranjeiras
  2. Unidos do Cabral
  3. União de Vaz Lobo
  4. Flor da Primavera
  5. Magnatas de Engenheiro Pedreira
  6. União da Ponte
  7. Império do Gramacho
  8. Coroado de Jacarepaguá
  9. Unidos das Vargens

NotasEditar

Abaixo, as notas do Grupo 1.[76]

Legenda:      Campeão      Rebaixados  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2
Blocos
(por ordem de desfile)
Tempo Comp. Conc. Bonif. Total
Bateria Samba-Enredo Evolução Fantasias Abre-Alas Alegoria Enredo Estandarte Coreografia de M.Sala e P.Estandarte
J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2
Canários das Laranjeiras 8,5 9 10 10 8 8,5 8 8,5 9 9 8,5 8 9 9 10 10 8 8 5 5 5 5 179
Unidos do Cabral 8 8,5 10 9,5 8,5 8,5 8 8,5 0 0 0 0 10 10 9 9 9 9 5 0 0 10 138,5
União de Vaz Lobo 9 9,5 8,5 8 9 9 9 8,5 9,5 9,5 8,5 9 9 9 10 10 10 10 5 0 0 10 180
Flor da Primavera 9,5 10 10 10 8,5 9 10 10 10 10 10 10 9,5 9,5 9,5 9,5 10 10 5 5 5 10 200
Magnatas de Eng. Ped. 8 8,5 10 10 8 8 8 8 10 10 10 10 8,5 8,5 8 8,5 8 8 5 0 0 9 172
União da Ponte 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,5 9,5 10 10 5 5 5 10 204
Império do Gramacho 10 10 10 10 9 9 9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9 9 5 5 5 10 200
Coroado de Jacarepaguá 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9,5 9,5 10 10 5 5 5 10 204
Unidos das Vargens 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 5 5 5 10 205

ClassificaçãoEditar

Unidos das Vargens foi o campeão, sendo promovido ao Grupo D das escolas de samba.[7]

Legenda:      Promovido ao Grupo D      Rebaixados para o Grupo 2
Col. Bloco Enredo Carnavalesco(a) Pontos
1 Unidos das Vargens Eu Sou Você e Você Sou Eu Thiago Avhis 205
2 União da Ponte Gangazumba, Rei dos Palmares Comissão de Carnaval 204
3 Coroado de Jacarepaguá As Quatro Estações Lucy Pinto Ribeiro 204
4 Império do Gramacho Do Circo ao Cinema... Oscarito Raimundo Câmara Moreira 200
5 Flor da Primavera Feche os Olhos e Imagine... o Irreal Está Dentro de Você! Fabiano Ferraro 200
6 União de Vaz Lobo Uma Viagem que Dá Samba Diogo Porthella 180
7 Canários das Laranjeiras Canarioca Renato Cabral 179
8 Magnatas de Engenheiro Pedreira Um Pouco do Ceará Comissão de Carnaval 172
9 Unidos do Cabral Devo e não Nego... Pago após o Carnaval Victor Ângelo 138,5

Grupo 2Editar

O desfile do Grupo 2 foi realizado a partir das 20 horas do sábado, dia 9 de fevereiro de 2013, na Estrada Intendente Magalhães.[75]

Ordem dos desfiles
  1. Boêmios de Inhaúma
  2. Infantes da Piedade (Não desfilou)
  3. Unidos do Uraiti
  4. Raízes da Tijuca
  5. Colibri de Mesquita
  6. Mocidade Unida de Manguariba
  7. Unidos do Alto da Boa Vista
  8. Unidos da Laureano
  9. Novo Horizonte

NotasEditar

Abaixo, as notas do Grupo 2.[77]

Legenda:      Campeão      Rebaixados  J1  Julgador 1  J2  Julgador 2
Blocos
(por ordem de desfile)
Tempo Comp. Conc. Bonif. Total
Bateria Samba-Enredo Evolução Fantasias Abre-Alas Alegoria Enredo Estandarte Coreografia de M.Sala e P.Estandarte
J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2 J1 J2
Boêmios de Inhaúma 8 8 8,5 8,5 9 9,5 9 9 9 9 8 8 0 0 8,5 9 9 9 5 0 5 5 154
Raízes da Tijuca 10 9,5 10 10 10 10 10 10 9,5 9,5 10 10 10 10 10 10 10 10 5 5 5 9 202,5
Colibri de Mesquita 10 9,5 9,5 9,5 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 5 5 5 10 203,5
Mocidade de Manguariba 9 9 10 10 10 10 10 10 9 9,5 9 9 0 0 10 10 9 8 5 5 5 10 176,5
U. do Alto da Boa Vista 10 10 0 0 9,5 10 9,5 9,5 10 10 8 8 9 9,5 7 7 9 8 5 5 5 9 168
Unidos da Laureano 8 10 9 9 10 10 9 9 10 10 8 8 9,5 9 10 10 10 10 5 5 5 9 192,5
Novo Horizonte 7 10 10 10 9,5 9,5 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 9 9,5 5 0 5 9 192,5

ClassificaçãoEditar

Colibri de Mesquita foi o campeão, sendo promovido ao Grupo 1. Unidos do Uraiti foi desclassificado por desfilar fora da ordem definida.[7]

Legenda:      Promovido ao Grupo 1      Rebaixado para o Grupo 3
Col. Bloco Enredo Carnavalesco(a) Pontos
1 Colibri de Mesquita Deleite-se no Sabor do Leite... Da Pré-História aos Dias Atuais Comissão de Carnaval 203,5
2 Raízes da Tijuca Cabeças Vão Rolar - O Cangaço Invade o Carnaval Carioca Suely da Conceição Silva 202,5
3 Unidos da Laureano No Mundo Encantado do Circo, Todos Nós Somos Crianças Mônica Soares da Silva 192,5
4 Novo Horizonte A História das Histórias Infantis Rose Marie 192,5
5 Mocidade Unida de Manguariba Uiara, Mãe D'água e o Boto... O Canto das Águas Felipe Maia e Waldir Tavares 176,5
6 Unidos do Alto da Boa Vista Dona Santa, Rainha Negra do Maracatú Elefante Comissão de Carnaval 168
7 Boêmios de Inhaúma Uma História de Samba e de Gente Bamba Mário Mamusca 154
8 Unidos do Uraiti Holanda, o País das Flores Ebla Mahin Desclassificado
(Artigo 14)
Infantes da Piedade (Não desfilou)

Grupo 3Editar

O desfile do Grupo 3 foi realizado a partir das 22 horas do sábado, dia 9 de fevereiro de 2013, na Rua Cardoso de Morais.[75]

Ordem dos desfiles
  1. Chora na Rampa
  2. Amizade da Água Branca
  3. Unidos de Tubiacanga
  4. Grilo de Bangu
  5. Bloco do Barriga
  6. Mocidade Unida da Mineira
  7. Bloco do China
  8. Oba-Oba do Recreio

NotasEditar

Abaixo, as notas do Grupo 3.[78]

Legenda:      Campeão      Rebaixados
Blocos
(por ordem de desfile)
Tempo Comp. Conc. Bonif. Total
Bateria Samba-Enredo Evolução Fantasias Abre-Alas Enredo Estandarte Coreografia de M.Sala e P.Estandarte
Chora na Rampa 10 10 8,5 10 0 10 9,5 8,5 5 0 5 10 86,5
Unidos de Tubiacanga 9 9,5 10 8 9 9 0 0 5 0 5 3 67,5
Grilo de Bangu 10 9,5 9,5 8 10 8 8,5 9,5 5 0 5 10 93
Bloco do Barriga 9,5 10 9,5 10 10 10 10 10 5 5 5 10 104
Mocidade da Mineira 10 9 9,5 7 8,5 10 10 0 5 0 5 10 84
Bloco do China 9 9,5 9 8 9,5 10 9,5 10 5 5 5 10 99,5
Oba-Oba do Recreio 10 10 9 10 9,5 10 10 10 5 5 5 10 103,5

ClassificaçãoEditar

Bloco do Barriga foi o campeão, sendo promovido ao Grupo 2. Amizade da Água Branca foi desclassificado por desfilar fora da ordem definida.[7]

Legenda:      Promovido ao Grupo 2      Rebaixado para o Grupo 4
Col. Bloco Enredo Carnavalesco(a) Pontos
1 Bloco do Barriga O Poder das Mãos Raphael Ladeira 104
2 Oba-Oba do Recreio Tudo Começou Aqui, Tia Ciata Luiz Macedo 103,5
3 Bloco do China Isabel, a Princesa Comissão de Carnaval 99,5
4 Grilo de Bangu O Grilo Canta Sua História Antônio Ricardo 93
5 Chora na Rampa Soberania Africana Leonardo Soares 86,5
6 Mocidade Unida da Mineira Futebol Carioca, Alegria do Povo Oziene Furttado 84
7 Unidos de Tubiacanga Sou Mulher e Sou Guerreira, se Vier com Violência, 'Maria da Penha' É di Primeira Josemar A. Santos 67,5
8 Amizade da Água Branca Do Luxo ao Lixo Flávio Ribeiro Desclassificado
(Artigo 14)

Grupo 4Editar

O desfile do Grupo 4 foi realizado a partir das 20 horas do sábado, dia 9 de fevereiro de 2013, na Rua Cardoso de Morais.[75]

Ordem dos desfiles
  1. Cometas do Bispo
  2. Arranco da Guarany de Piabetá
  3. Roda Quem Pode (Não desfilou)
  4. Unidos de Parada Angélica
  5. Esperança de Nova Campina

NotasEditar

Abaixo, as notas do bloco campeão.[79]

Blocos
(por ordem de desfile)
Tempo Comp. Conc. Bonif. Total
Bateria Samba-Enredo Evolução Fantasias Abre-Alas Enredo Estandarte Coreografia de M.Sala e P.Estandarte
Esperança de Nova Campina 10 10 10 9,5 8 9,5 10 10 5 5 5 10 102

ClassificaçãoEditar

Esperança de Nova Campina foi campeão do Grupo 4, sendo promovido ao Grupo 3. Unidos de Parada Angélica, Arranco da Guarany de Piabetá e Cometas do Bispo fora desclassificados por desfilarem fora da ordem definida.[7]

Legenda:      Promovido ao Grupo 3
Col. Bloco Enredo Carnavalesco(a) Pontos
1 Esperança de Nova Campina Valter 59, É Caxias, Esperança e Pura Alegria! Comissão de Carnaval 102
2 Unidos de Parada Angélica Garrincha, o Anjo das Pernas Tortas Roberto Fonseca Desclassificado
(Artigo 14)
3 Arranco da Guarany de Piabetá O Arranco Vem Brincar e Dançar com as Danças do Brasil Mika
4 Cometas do Bispo Oba! Chegou o Carnaval Rui Xavier
Roda Quem Pode (Não desfilou)

Referências

  1. a b «Rosa Magalhães: a grande 'sinhá' da Sapucaí volta à cena com mais um título!». Jornal do Brasil. Consultado em 6 de maio de 2018. Arquivado do original em 30 de abril de 2013 
  2. a b «Vila Isabel samba o 'caminho da roça' e é campeã do carnaval do Rio». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2018 
  3. a b «Lierj decide que Série A é o novo nome do Grupo de Acesso». Site Carnavalesco. Consultado em 21 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2018 
  4. a b «Déo Pessoa, presidente da Lierj, explica novo formato de desfiles do Grupo de Acesso em 2013». O Globo. Consultado em 26 de março de 2017. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2018 
  5. a b «Série A do Grupo de Acesso estreia novo formato no carnaval do Rio». Portal G1. Consultado em 27 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 12 de dezembro de 2012 
  6. a b «Império da Tijuca homenageia mulher negra é a campeã da Série A no Rio». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  7. a b c d e «Resultado 2013 – Blocos de Enredo». FBCERJ. Consultado em 8 de maio de 2018. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2017 
  8. a b c d e «Ordem dos Desfiles 2013». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  9. a b «Definida a ordem de desfile do Grupo Especial; Escolas da Série A, o novo Grupo de Acesso, desfilarão Sexta e Sábado no Sambódromo». LIESA. 18 de julho de 2012. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2021 
  10. «Veja a ordem dos desfiles das escolas do Grupo Especial no Carnaval 2013». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2016 
  11. a b «Notas 2013». Galeria do Samba. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2021 
  12. «Julgadores - Grupo Especial 2013». LIESA. Consultado em 27 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 27 de agosto de 2014 
  13. «Confira as notas da apuração do desfile do Grupo Especial do Rio». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  14. «Notas 2013 – Grupo Especial». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  15. «Vila Isabel transforma Sapucaí em caminho da roça ao falar do campo». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  16. «Vila Isabel encerra Carnaval carioca com enredo caipira e gritos de "É campeã"». UOL. 12 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  17. «2013: Brilho da Vila e vitória do samba-enredo». Pedro Migão - Ouro de Tolo. Consultado em 25 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 23 de junho de 2017 
  18. «Beija-Flor desfila no ritmo do cavalo mangalarga marchador». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  19. «Com resposta do público, Beija-Flor faz desfile competente com enredo sobre cavalo». UOL. 12 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  20. «Tijuca mostra a Alemanha em desfile criativo, mas cheio de problemas». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2018 
  21. «Problemas com alegorias atrapalham esperança de bi da Unidos da Tijuca». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  22. «Imperatriz fala do Pará, mostra Círio de Nazaré e emociona Fafá de Belém». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  23. «Imperatriz Leopoldinense sofre com problemas em alegorias durante desfile sobre Pará». UOL. 12 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  24. «Salgueiro fala de 'Fama' em desfile que lembrou os 60 anos da escola». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  25. «Salgueiro satiriza universo das celebridades com desfile tecnológico e luxuoso». UOL. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  26. «Com desfile futurista, Grande Rio faz manifesto por royalties do petróleo». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  27. «Grande Rio traduz na avenida polêmica sobre divisão dos royalties do petróleo». UOL. 12 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  28. «Portela encerra 1ª noite no Rio cantando os 400 anos de Madureira». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  29. «Portela encerra primeiro dia de desfiles do Rio de Janeiro com homenagem a Madureira». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  30. «Mangueira inova com 2 baterias, mas estoura o tempo para falar de Cuiabá». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 8 de julho de 2017 
  31. «Apesar de estourar o tempo, Mangueira conquista Sapucaí com troca de bateria». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  32. «Com Toquinho e Helô, União da Ilha celebra obra de Vinicius de Moraes». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  33. «União da Ilha celebra centenário de Vinicius de Moraes com soluções criativas na avenida». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  34. «São Clemente abre 2ª noite no Rio com homenagem a telenovelas». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  35. «Sem empolgação do público, São Clemente destaca personagens famosos de novelas». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  36. «Mocidade celebra Rock in Rio com Serguei e Evandro Mesquita». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2017 
  37. «Paradona da bateria da Mocidade Independente levanta o público em desfile com clichês do rock». UOL. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  38. «Inocentes de Belford Roxo estreia no Grupo Especial homenageando Coreia do Sul». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2017 
  39. «Inocentes de Belford Roxo agrada público com enredo sobre Coreia do Sul no RJ». UOL. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  40. «Riotur não reconhece mais Lesga como organizadora do Acesso A». Portal IG. Consultado em 5 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2016 
  41. «Lesga não organiza mais desfiles do Grupo de Acesso A, diz Riotur». Portal G1. Consultado em 27 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2017 
  42. «Prefeitura rompe relações com a Lesga e pode até anular resultado no Grupo de Acesso». Site do Jornal Extra. Consultado em 9 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 2 de maio de 2012 
  43. «Após polêmica, Inocentes de Belford Roxo vai para a elite». Folha de São Paulo. Consultado em 18 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2018 
  44. «Inocentes de Belford Roxo sobe para Grupo Especial do Rio». Veja. Consultado em 18 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2018 
  45. «Carnaval de 2013 - Julgadores». Galeria do Samba. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  46. «Veja a classificação final da Série A do carnaval do Rio». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2014 
  47. «Notas 2013 – Série A». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  48. «Viradouro encerra o 1° dia de desfile celebrando 60 anos do Salgueiro». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 13 de setembro de 2017 
  49. «Império Serrano homenageia parque em Minas e ouve gritos de 'é campeã'». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 30 de julho de 2017 
  50. «Estácio de Sá extrapola o tempo em 1 minuto ao festejar maestro Rildo Hora». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  51. «Acadêmicos da Rocinha leva sundae, x-bacon e guloseimas para a Sapucaí». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 5 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2013 
  52. «Com truque na abertura, Caprichosos de Pilares aborda fanatismo humano». G1. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  53. «Debaixo de chuva, Unidos de Padre Miguel destaca a mitologia africana». G1. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 11 de abril de 2014 
  54. «Renascer de Jacarepaguá leva beleza do Rio à Sapucaí e pede preservação». G1. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2013 
  55. «Porto da Pedra desfila enredo sobre sapatos para voltar à elite no Rio». 8 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 15 de abril de 2014 
  56. «Santa Cruz tem problema com carro alegórico ao levar Ceará à Sapucaí». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  57. «Acadêmicos do Cubango retrata trabalho de artistas brasileiros». G1. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2013 
  58. «União do Parque Curicica reedita samba da Portela na Sapucaí». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 27 de julho de 2014 
  59. «Chico Anysio é homenageado pela Paraíso do Tuiuti em desfile». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2013 
  60. «Alegria da Zona Sul leva marchinhas e clima de blocos de rua à Sapucaí». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 26 de abril de 2013 
  61. «União de Jacarepaguá conta história de Vassouras e leva café à Sapucaí». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  62. «Tradição reedita sucesso da Portela sobre o mar e faz Sapucaí cantar». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  63. «Sereno de Campo Grande fala de paz e religião, mas desfile tem problemas». G1. 10 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 20 de setembro de 2013 
  64. «Unidos de Jacarezinho desfila na Sapucaí com enredo sobre Jamelão». G1. 8 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 1 de junho de 2014 
  65. «Unidos de Vila Santa Tereza enfrenta problema com fantasia ao desfilar axé». G1. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2013 
  66. «Notas 2013 – Grupo B». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  67. a b c «Resultado 2013». Galeria do Samba. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2021 
  68. a b c «Resultado 2013». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  69. a b c «Resultado 2013». Site Sambario Carnaval. Consultado em 28 de abril de 2018. Cópia arquivada em 28 de abril de 2018 
  70. «Notas 2013 – Grupo C». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  71. «Notas - Grupo D 2013». Apoteose. Consultado em 25 de março de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2021 
  72. «Escolas Mirins desfilarão na Terça de Carnaval». LIESA. 1 de outubro de 2012. Consultado em 24 de março de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2021 
  73. «Vila Isabel comemora o título no Desfile das Campeãs no Rio». Portal G1. Consultado em 6 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de julho de 2017 
  74. «Em clima de paz e amor, Vila Isabel repete desfile campeão». O Globo. 18 de fevereiro de 2013. p. 8. Consultado em 15 de novembro de 2019. Arquivado do original em 15 de novembro de 2019 
  75. a b c d «Ordem dos Desfiles 2013 – Blocos de Enredo». FBCERJ. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 13 de março de 2017 
  76. «Notas 2013 – Blocos de Enredo – Grupo 1». FBCERJ. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 10 de agosto de 2016 
  77. «Notas 2013 – Blocos de Enredo – Grupo 2». FBCERJ. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 10 de agosto de 2016 
  78. «Notas 2013 – Blocos de Enredo – Grupo 3». FBCERJ. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 10 de agosto de 2016 
  79. «Notas 2013 – Blocos de Enredo – Grupo 4». FBCERJ. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 10 de agosto de 2016 

BibliografiaEditar

  • Gomyde Brasil, Pérsio (2015). Da Candelária à Apoteose - Quatro décadas de paixão 3.ª ed. Rio de Janeiro: Multifoco. ISBN 978-85-7961-102-5 
  • Valença, Rachel; Valença, Suetônio (2017). Serra, Serrinha, Serrano - O Império do Samba 1.ª ed. Rio de Janeiro: Record. 433 páginas. ISBN 978-85-0110-897-5 

Ver tambémEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons
  Notícias no Wikinotícias

Ligações externasEditar