Abrir menu principal
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Tpm ("Trip Para Mulher") é uma revista brasileira de cultura e informação voltada ao público feminino. [1] [2] [3]

Lançada em 2001 pela Trip Editora, a revista nasceu com uma proposta inovadora, em relação às publicações femininas então existentes no país. Desde sua criação, o editorial defende causas como a legalização do aborto no Brasil, descriminação das drogas, igualdade salarial entre homens e mulheres, liberdade sexual, inserção de mulheres na política e na ciência, se sentir bem com o próprio corpo e o ter direito a rir de si mesma. [4] Atualmente, possui uma tiragem de 42 mil exemplares.

Desde 2011, o evento Casa Tpm, baseada nos preceitos editorias da Tpm, convida pensadoras, jornalistas, músicas, cineastas, empresárias e famosas para discutir a mulher contemporânea em sociedade.[5]

O site da Tpm foi lançado junto com a primeira edição da revista, em maio de 2001. Desde agosto de 2005 também está hospedada no UOL. Além de trazer todo o conteúdo da revista, o site contém reportagens exclusivas, em vídeos produzidos pelo canal Trip TV[6], produto da Trip Editora exclusivo para produção de vídeos, além de entrevistas e notícias em texto.

Em 20 de dezembro, a Trip anuncia que a Revista TPM deixará de ser publicada no impresso e passará a ser exclusivamente digital. A versão impressa só será publicada quatro vezes ao longo do ano.

Prêmios recebidosEditar

  • Julho 2007 – Melhor Revista Feminina, pela revista Imprensa, pelo segundo ano consecutivo, com 42,3% dos votos.
  • Novembro 2006 - Finalista ao Prêmio Esso de Jornalismo de Criação Gráfica em Revista, com a matéria "Embalagem de remédio", de Sergio Cury e Maria Emília Lacombe.
  • Junho de 2006 – Troféu Dia da Imprensa na categoria Melhor Revista Feminina, atribuído mediante pesquisa promovida pelo portal Imprensa.
  • Maio de 2006 – Melhor site do país na categoria Mulher pela academia iBest.
  • Dezembro de 2005 – Prêmio Esso de Jornalismo na categoria Criação Gráfica em Revista com a reportagem “Descrimine já”, um trabalho extenso sobre a importância da descriminação do aborto no Brasil.
  • Maio de 2005 – Melhor site do país na categoria Mulher, pela academia iBest.
  • Abril de 2004 – Melhor site do Brasil, na categoria Mulher, pela academia iBest.
  • Dezembro de 2002 – Finalista ao Prêmio Esso de Jornalismo de Criação Gráfica, na categoria Revista com o trabalho “Linda de morrer”, de Paola Bianchi e Sérgio Cury.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Grahal Benatti (2 de agosto de 2005). «Da TRIP a TPM : um estudo sobre a produção de significados no mercado de revistas». IFCH / Unicamp. Consultado em 12 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2016 
  2. Fernanda Burbulhan e Rafael Siqueira de Guimarães (2011). «RELAÇÕES DE GÊNERO, MÍDIA ESCRITA E CONTEMPORANEIDADE: ANÁLISE DO DISCURSO NAS REVISTAS TRIP E TPM». Publicatio UEPG: Ciências Sociais Aplicadas (v.19, n.1). Consultado em 12 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2016 
  3. Auxiliadôra Aparecida de Matos e Maria de Fátima Lopes (2008). «Corpo e gênero: uma análise da revista TRIP Para Mulher». Revista Estudos Feministas (v.16, n.1) / UFSC. Consultado em 12 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2016 
  4. «Outra conversa, desde 2001». Consultado em 29 de setembro de 2016 
  5. «#Casa TPM - Trip». revistatrip.uol.com.br. Consultado em 29 de setembro de 2016 
  6. «Trip TV - Conteúdo para transformar». Trip. Consultado em 29 de setembro de 2016 


  Este artigo sobre uma revista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.