Revolução Verde da Índia

A Revolução Verde da Índia aconteceu em 1965, com a introdução de sementes híbridas, fertilizantes e a implantação de técnicas de irrigação, tornando a Índia auto-suficiente na produção de alimentos. A revolução, embora tenha causado concentrado terras nas mãos de poucos proprietários, foi essencial para salvar milhões de pessoas da fome, já que as políticas de esquerda se mostravam ineficientes.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Os agricultores desejavam uma revolução através da implementação de fertilizantes e sementes híbridas.No entanto, essa modernização não atingiu todos os agricultores, apenas os grandes latifundiários, adeptos ao modo de produção agrícola plantation, se beneficiaram do processo. Isso criou um verdadeiro apartheid agropecuários no país:de um lado, áreas de monocultura altamente produtivas, voltadas para exportação e responsáveis por cerca de 25% do PIB atual ; do outro, pequenas áreas de baixa produtividade e difícil acesso, o que torna a produção de alimentos insuficiente para a gigantesca população da Índia.