Abrir menu principal

Wikipédia β

Ria de Alvor

O Rio Alvor (ou Ria de Alvor) é um pequeno rio português, resultante da união de quatro cursos de água nascidos na encosta Sul da Serra de Monchique: a ribeira do Farelo e a ribeira da Torre (que desaguam na sua margem a nascente) e a ribeira de Odiáxere com a sua aflente ribeira do Arão (que desaguam na margem poente). A partir daí estabelece uma ria alargada, que constitui a fronteira natural entre as freguesias de Odiáxere (concelho de Lagos), Mexilhoeira Grande e Alvor (concelho de Portimão).

Rio Alvor
Estação romana da Quinta da Abicada com a Ria de Alvor ao fundo

A Ria de Alvor está reconhecida como Sítio de Importância Comunitária (PTCON0058).[1] Dela fazem parte dunas cinzentas, praias e estuários, terrenos agrícolas, mato semi-natural, pinhal e sapais salgados, além de abrigar espécies e habitats de interesse comunitário, conforme a Directiva Habitats. É também local classificado como sítio Ramsar[2]

As duas maiores propriedades na Ria de Alvor são a Quinta da Rocha e a Abicada .

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.