Abrir menu principal

Rianápolis é um município brasileiro do estado de Goiás.Situado na região do Vale do São Patrício. A partir de 1941 foram criadas diversas colônias agrícolas no estado de Goiás. Nesta época, Bernardo Sayão deu inicio a construção da Rodovia Federal a Transbrasiliana atual Belém Brasília BR-153.

Município de Rianápolis
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 18 de dezembro
Fundação 1958 (61 anos)
Gentílico rianápolino
Lema O trabalho continua
CEP 76.315-000
Prefeito(a) Jose Carlos Lopes (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rianápolis
Localização de Rianápolis em Goiás
Rianápolis está localizado em: Brasil
Rianápolis
Localização de Rianápolis no Brasil
15° 26' 49" S 49° 30' 36" O15° 26' 49" S 49° 30' 36" O
Unidade federativa Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Ceres IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Rialma, Uruana, Jaraguá e Santa Isabel
Distância até a capital 170 km
Características geográficas
Área 159,255 km² [2]
População 4,788 hab. Censo IBGE/2015[3]
Densidade 0,03 hab./km²
Altitude 589 m
Clima Tropical Úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,693 médio IBGE/2010 [4]
PIB R$ 51 145,399 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 16,439 14 IBGE/2012[5]

Na região onde hoje está Rianápolis foi improvisado um pequeno campo de aviação devido à topografia ser favorável, logo em seguida os primeiros moradores fixaram residência.

Índice

HistóriaEditar

A formação do povoado que deu origem à sede municipal iniciou-se no início da década de 1940, às margens da estrada que ligava Jaraguá à Colônia Agrícola Nacional de Goiás (atual Ceres) , nas proximidades do campo de pouso servindo de ponto de ″pernoite″ para os viajantes e trabalhadores. A ideia de formação do povoado corporificou-se, construindo casas rústicas de pau-a-pique cobertas de folhas de buriti, sendo pioneiros da localidade, João Pereira da Silva (Fazendeiro) Antônio Morais Rodrigues (Fundador do município, Fazendeiro e Latifundiário) Benjamim Pereira da Silva (Um mineiro erradicado goiano, que pertencia a família detentora sobre os direitos de nome da fazenda Bom Sucesso, uma extinta e antiquíssima fazenda de gado leiteiro nas regiões de uberlândia -MG e Buriti Alegre -Go) Irineu de Almeida Pina (Farmacêutico) Benedito Morais Bueno (Vereador, Genro de João Pereira da Silva e sobrinho de Antônio Morais e Diógenes Peixoto dos Santos, era primo irmão de Geraldo de Morais Bueno, por via paterna os dois eram descentes do bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva, e de Dona Umbelina Teixeira de Morais, era também cunhado de Benjamim Pereira da Silva, através de seu casamento com Dona Maria Delfina de Morais) José Ribas Gomes, Diógenes Peixoto dos Santos (Latifundiário, fazendeiro) Geraldo de Morais Bueno (Primeiro Presidente da Câmara) Antônio Gricôn e Silva (Prefeito, Orador) Emprestou seu nome para a construção do Colégio Gricôn e Silva, um dos mais respeitados da região) Dona Alzira Vieira (Famosa Pensionista) e Estevam Macarraw. Com uma pequena casa comercial e uma pensão. Devido à grande movimentação de viajantes e à boa localização, o povoado, conhecido por ″Campo de Aviação″, cresceu espontaneamente, erguendo-se ali uma capela consagrada a São Sebastião, padroeiro local. Bastante desenvolvido, o lugarejo passou à condição de Município, pela Lei Estadual nº 2428, de 18 de dezembro de 1958, com o novo topônimo de Rianápolis, decorrente de sua situação entre Rialma e Anápolis, dando-se a instalação em 1º de janeiro de 1959.


Formação AdministrativaEditar

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Rianápolis, pela Lei Estadual n.º 2.428, de 18-12-1958, desmembrado de Jaraguá. Sede no povoado de Campo da Aviação, atual distrito de Rianápolis. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1959. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1959. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2017.

GeografiaEditar

De acordo com o ultimo senso de 2018, possui uma população de 4566 pessoas, e Densidade demográfica de 28,67 hab/km

EducaçãoEditar

Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 6.2 no IDEB. Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 4.8. Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 42 de 246. Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 120 de 246. A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 98.6 em 2010. Isso posicionava o município na posição 62 de 246 dentre as cidades do estado e na posição 1139 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

 
Colégio Estadual Gricon e Silva

Trabalho e rendimentoEditar

Em 2016, o salário médio mensal era de 2.4 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 16.3%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 29 de 246 e 76 de 246, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 648 de 5570 e 1787 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 33.2% da população nessas condições, o que o colocava na posição 161 de 246 dentre as cidades do estado e na posição 3981 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

EconomiaEditar

A principal fonte de economia da cidade é a Empresa LACEL - Laticínios Ceres Ltda. Outra fonte de recursos é a lavoura, onde se destaca a criação de gado, plantação de melancia, avicultura e comercio local outra grande fonte de renda fica por conta do comercio local.

SaúdeEditar

A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de - para 1.000 nascidos vivos. As internações devido a diarreias são de 0.4 para cada 1.000 habitantes. Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 1 de 246 e 163 de 246, respectivamente. Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 1 de 5570 e 3606 de 5570, respectivamente.

ReligiãoEditar

A população rianápolina é majoritariamente católica, porém com diversas correntes protestantes espalhadas pela cidade. O Padroeiro é são sebastião.


FeriadosEditar

Em Rianápolis, há quatro feriados municipais, que são: a Sexta-Feira Santa, que ocorre sempre em março ou abril; o Corpus Christi, que sempre é realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade; o dia do padroeiro de Rianápolis, São Sebastião, comemorado em 20 de Janeiro; e o aniversário da cidade, que ocorre no dia 18 de Dezembro.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver tambémEditar