Ribeira de São João

localidade e antiga freguesia de Rio Maior, Portugal
Portugal Ribeira de São João 
  Freguesia portuguesa extinta  
Localização
Ribeira de São João está localizado em: Portugal Continental
Ribeira de São João
Localização de Ribeira de São João em Portugal Continental
Coordenadas 39° 17' 6" N 8° 53' 15" O
Concelho primitivo Rio Maior
História
Fundação 16 de Maio de 1984
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 7,76 km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora da Barreira

Ribeira de São João é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Rio Maior, com 7,76 km² de área e 496 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 63,9 hab/km².
Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013,[1] sendo o seu território integrado na União de Freguesias de São João da Ribeira e Ribeira de São João.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Ribeira de São João [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
545 582 496

Criada pela lei nº 71/84, de 31 de Dezembro, com lugares desanexados da freguesia de São João da Ribeira

Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 92 78 291 121 15,8% 13,4% 50,0% 20,8%
2011 70 56 246 124 14,1% 11,3% 49,6% 25,0%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

HistóriaEditar

A freguesia foi criada a 16 de Maio de 1984 por desanexação da freguesia de São João da Ribeira à qual sempre pertenceu exceptuando um pequeno período no século XVIII em que esteve integrada na freguesia de Rio Maior. No início do século XVI, as terras que hoje constituem a freguesia pertenciam a Pedro Álvares Cabral. Após o seu falecimento em 1520, a proprietária passou a ser a viúva D. Isabel de Castro que faleceria em 1538.

O desenvolvimento da aldeia da Ribeira de São João foi em redor do Rio Maior, beneficiando das potencialidades agrícolas dos terrenos de aluvião e ainda usar o curso da água como força motriz dos seus moinhos e azenhas.

A antiga ermida de Nossa Senhora da Barreira seria elevada à categoria de Igreja Paroquial aquando da constituição da freguesia canónica em 1985, mantendo Nossa Senhora da Barreira como orago da freguesia. A pequena igreja, já várias vezes restaurada depois da sua construção no séc. XV, possui uma magnifica quadrocentista figurando a padroeira.

A população da zona sempre foi muito devota a Nossa Senhora da Barreira, e tem tradições a festa em sua honra realizada no domingo do Espírito Santo. Sabe-se que pelo menos em 1984, já atraia muitos devotos, sendo a capela ornamentada, com folhas de nespereira e variadas flores nas paredes e alecrim no chão.

Mas a essência patrimonial da freguesia está nas suas antigas azenhas. Algumas perderam-se com os anos, mas outras foram recuperadas para turismo, como é o caso das da Ferraria e do Capitão. Uma característica das gentes da região é boa hospitalidade com que recebem gente de fora.

A paróquia foi instituida em 1985.

Lenda de Nossa Senhora da BarreiraEditar

Reza a lenda que um homem, que andava com um arado a lavrar a terra nas fazendas de Barreira, encontrou uma imagem de Nossa Senhora. A imagem foi levada para a igreja de São João da Ribeira, mas desapareceu e foi encontrada nas fazendas de Barreira e isto repetiu-se várias vezes até ser construída a capela que a guardaria definitivamente e que é hoje a igreja paroquial. A capela terá sido construída no século XIV.

Actividades económicasEditar

Indústria de carnes, agricultura e comércio

Festas e RomariasEditar

Nossa Senhora da Barreira (domingo do Espírito Santo)

Património cultural e edificadoEditar

Igreja matriz, azenhas da Ferraria e das Faias, Moinho dos Carvalhos, Fonte da Quinta da Rosa e Capela de Nossa Senhora da Barreira

Outros locais de interesse turísticoEditar

Quinta da Ferraria, Quinta do Capitão, Quinta de Santa Bárbara e Fontes da Ribeira

GastronomiaEditar

Migas de Bacalhau, Magustos, misturadas, lapardão, frango de cabidela e coscorões

ArtesanatoEditar

Tapeçaria tipo Arraiolos, arranjos florais, rendas e bordados

ColectividadesEditar

Associaçao Solidariedade Social Cultural Desportiva Ribeirense, Associação Físico Cultural da Ribeira de São da Ribeira e Projor - Projecto Jovem Ribeirense

Referências

  1. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.