Abrir menu principal

Ricardo Coimbra de Almeida Brennand (Cabo de Santo Agostinho, 27 de maio de 1927) é um engenheiro, empresário e colecionador brasileiro, fundador do Instituto Ricardo Brennand,[1] cujo acervo inclui a maior coleção privada de pinturas de Frans Post..

História de brennandEditar

Filho de Dulce Padilha Coimbra e de Antônio Luiz de Almeida Brennand, aos 12 anos de idade ganhou um canivete do tio homônimo e, desde então, passou a colecionar armas e obras de arte. e assim Formou-se em engenharia pela Universidade Federal de Pernambuco (1949).

Durante muitos anos, Ricardo Brennand dedicou-se aos negócios da sua família - fabricação de vidro, aço,cerâmica, cimento, porcelana e açúcar entre utras coisas. Em 1999, o empresário vende as fábricas de cimento, utilizando parte dos recursos para fundar o Instituto Ricardo Brennand, inaugurado no segundo semestre de 2002. O acervo do Instituto inclui objetos históricos e artísticos de diversas procedências, abrangendo o período que vai da Baixa Idade Média ao século XXI, destacando-se a documentação histórica e iconográfica relacionada ao período colonial e ao Brasil Holandês, que inclui uma importante coleção de pinturas do artista neerlandês Frans Post (1612 – 1680), um dos artistas integrantes da comitiva do conde Maurício de Nassau - fundador da colônia de Nova Holanda, em Pernambuco.

É casado com Graça Monteiro Brennand, com ela teve 8 filhos. É seu primo ceramista Francisco Brennand. Está Atualmente morando em Recife.

Referências

  1. Instituto Ricardo Brennand, por Semira Adler Vainsencher. Inclui dados biográficos de Ricardo Brennand.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.