Ricardo Feghali

Ricardo Feghali (Belo Horizonte, 26 de maio de 1955) é um cantor, compositor, e produtor musical brasileiro. É violonista, segundo guitarrista, tecladista e um dos vocalistas do grupo carioca Roupa Nova.

Ricardo Feghali
Feghaliroupanova.jpg
Informação geral
Nome completo Ricardo Georges Feghali
Também conhecido(a) como Ricardo Feghali
Nascimento 26 de maio de 1955 (66 anos)
Local de nascimento Belo Horizonte, MG
Brasil
Gênero(s) pop, MPB, Rock
Instrumento(s) teclado, violão, guitarra e vocais
Período em atividade 1970-presente
Afiliação(ões) Roupa Nova

InstrumentosEditar

  • Órgão Hammond modelo XK-3
  • Piano Fender Rhodes modelo MK-II
  • Teclado Korg Triton Pro
  • Casio XW-P1
  • Violão Takamine
  • Workstation Korg M3;
  • Arranger Workstation Ketron Audya;
  • Guitarra Strinberg
  • Baixo Strinberg
  • Baixolão Takamine

HistóriaEditar

Ricardo é descendente de libaneses e sua tia era a icônica cantora libanesa Sabah (nascida Jeanette Gergis Feghali).[1]

Ricardo Feghali começou a tocar instrumentos ainda pequeno, aos 9 anos de idade. A partir do final da década de 1960, integrou a banda Los Panchos Villa, ao lado de Kiko e Paulinho, e também da irmã, Jandira. Em 1976, foi convidado a entrar para a banda Os Famks. Dois anos depois, gravou a música "Rainy Day" sob o nome de Richard Young, que entrou na trilha sonora da novela Locomotivas.[2]

Hoje, além de seguir fazendo shows por todo o Brasil, compondo e gravando álbuns com o Roupa Nova o músico também produz diversos álbuns de vários artistas renomados como A Cor do Som,[3] Alex Cohen[4] e Aline Barros.[5]

Como produtor musical Ricardo Feghali já ganhou 03 prêmios Grammy Latino.[6] Além destes, em 2009 a banda Roupa Nova também recebeu o Grammy Latino na categoria de Melhor álbum pop contemporâneo brasileiro com Roupa Nova em Londres, gravado nos estúdios Abbey Road em Londres e lançado em CD e DVD pelo selo Roupa Nova Music.[7]

Roupa NovaEditar

Atua nos teclados em geral (órgão, piano, etc), violão, guitarra e, mais eventualmente, baixo (como em "Coração Pirata" ao vivo, por exemplo). Também é responsável, eventualmente, pela voz e pelos vocais. Emprestou a sua voz para algumas músicas, como "Quem Virá" (Roupa Nova - 1981), "Nos Bailes da Vida" (Ouro de Minas - 2001), "Sensual" (ROUPAcústico II - 2006), "Cantar Faz Feliz o Coração" (4U - 2008) e cantou também partes de algumas músicas do álbum (Ao Vivo, de 1991). Recentemente, Feghali é responsável pela voz principal nas músicas "Vem Me Descobrir" e "O Barquinho", esta última com a participação de Twigg, filha de Paulinho, ambas as músicas integrantes do projeto duplo intitulado Todo Amor do Mundo, lançado no final de 2015.

Entre suas composições, destacam-se: Meu Universo é Você, Sensual, Chama, Vício, Cristina, A Lenda, Videogame e Volta Pra Mim.

Entre os artistas consagrados que já gravaram composições de Ricardo Feghali estão Roupa Nova, Victor & Léo, Sandy e Júnior, Angélica, Zezé Di Camargo e Luciano e Eduardo Costa, entre outros.

Como músico, juntamente com os parceiros da banda Roupa Nova, Ricardo Feghali já realizou trabalhos com artistas dos mais variados gêneros musicais como: Gilberto Gil, Fagner, Fafá de Belém, Simone, Joanna, José Augusto, Caetano Veloso, Gal Costa, Marina Lima, Guilherme Arantes, Byafra, Marcos e Belutti, Daniel, Leandro e Leonardo, Beto Guedes, Michael Sullivan e Milton Nascimento, entre tantos outros.[8]

ComposiçõesEditar

Ano Álbum Compositor(es) Canção
1981 Roupa Nova Feghali Bem Simples
Feghali, Marcio Borges Quem Virá?
Feghali, Fausto Nilo Tanto Faz
1982 Roupa Nova Feghali, Serginho, Marcio Borges Demônio do Meio-dia
Feghali, Serginho, Ronaldo Bastos Faz a Minha Cabeça
Ricardo Feghali, Serginho Herval, Mariozinho Rocha Vira de Lado
1983 Roupa Nova Feghali, Cleberson Horsth, Claudio Rabelo Sensual
Cleberson Horsth, Ricardo Feghali Videogame
1985 Roupa Nova Serginho, Feghali E você o que é que faz?
Feghali, Nando Tudo de Novo
Kiko, Ricardo Feghali Um Caso Louco
1987 Herança Serginho, Feghali Cristina
Kiko, Feghali Herança
Kiko, Feghali Latinos
Cleberson Horsth, Feghali, Nando Na Mira do Coração
Kiko, Feghali Sexo Frágil
Cleberson Horsth, Feghali, Nando Tolo Ciúme
Ricardo Feghali, Nando Um Lugar no Mundo
Serginho Herval e Ricardo Feghali Um Toque
Cleberson Horsth, Ricardo Feghali Volta Pra Mim
1988 Luz Serginho, Feghali Camaleão
Feghali, Nando Chama
Kiko, Feghali, Nando Ídolos
Feghali, Nando Meu Universo é Você
Kiko, Feghali Romântico Demais
Feghali, Nando Seu Jeito & Meu Jeito
Ricardo Feghali, Nando Vício
1990 Frente e Versos Kiko, Feghali Asas do Prazer
Nando, Feghali, Ed Wilson Betty e Lou
Feghali Fica Comigo
1994 Vida Vida Feghali, Nando A Nossa Canção
Nando, Feghali Mais uma Chance
Kiko, Feghali Os Embalos de Todo Dia
Ricardo Feghali, Nando Últimas Palavras de Amor
1996 6/1 Cleberson Horsth, Feghali Amar é
Cleberson Horsth, Feghali, Nando Anos 60
Nando, Feghali Bate um Coração
Serginho, Feghali Falar dos Meus Pais
Nando, Feghali Lembranças
Feghali, Nando Nossa História
Kiko, Feghali Perdoa
Nando, Feghali Tempo de Paz
1997 Através dos Tempos Nando, Feghali Adrenalina
Feghali, Nando Luz do Teu Caminho
Cleberson Horsth, Feghali Muito Mais
1999 Agora Sim! Feghali, Nando Agora Sim
2001 Angélica Ricardo Feghali, Nando Eu Sei
Ricardo Feghali, Nando Por Que Não?
Ricardo Feghali, Kiko, Nando Quadro de Amor
2004 ROUPAcústico Nando, Kiko, Feghali A Lenda
Kiko, Feghali, Nando Já nem sei mais
Feghali, Nando Razão de Viver
2006 ROUPAcústico II Feghali, Kiko, Nando Metade da Maçã
Feghali, Kiko, Nando, Serginho Retratos Rasgados
2018 Novas do Roupa[9] Melendi (Versão: Ricardo Feghali) Destino Ou Acaso (Destino O Casualidad)
Ricardo Feghali, Cleberson Horsth Volta Pra Casa

Referências

  1. CAVALCANTI LINHARES, RICARDO. «ESTUDO DA BOLHA DE TAYLOR ASSIMÉTRICA CONTRA UM ESCOAMENTO DESCENDENTE». Consultado em 14 de fevereiro de 2021 
  2. Frederico Pellachin (16 de julho de 2013). «Os amantes do sucesso». globo.com. Consultado em 26 de agosto de 2014 
  3. «Músico do Roupa Nova produz álbum que festeja 40 anos de A Cor do Som | G1 Música Blog do Mauro Ferreira». Mauro Ferreira. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  4. «Na Paraíba, Alex Cohen canta trecho da inédita "Taí"». Cabo Branco, 91,5 FM. 4 de junho de 2015. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  5. Ferreira, Postado por Mauro. «Músicos do Roupa Nova produzem Aline Barros, voz da cena evangélica». Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  6. «Ricardo Feghali». Casio Teclados. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  7. «Roupa Nova ganha Grammy Latino no dia do show em Maceió». Cadaminuto. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  8. http://www.livroroupanova.com.br/
  9. «Roupa Nova volta ao Espaço das Américas para show de Dia dos Namorado». www.abcdoabc.com.br. Portal do ABC. Consultado em 29 de dezembro de 2020