Abrir menu principal

Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho

Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho, O.Præm
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Pouso Alegre
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem Premonstratense
Diocese Arquidiocese de Pouso Alegre
Nomeação 16 de outubro de 1996
Entrada solene 3 de dezembro de 1996
Predecessor Dom João Bergese
Sucessor Dom José Luiz Majella Delgado, C.Ss.R.
Mandato 1996 - 2014
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 29 de junho de 1967
Nomeação episcopal 14 de março de 1990
Ordenação episcopal 21 de abril de 1990
Contagem
por Dom Serafim Fernandes de Araújo
Lema episcopal CARITAS CHRISTI URGET
O Amor de Cristo nos impele
Nomeado arcebispo 16 de outubro de 1996
Brasão arquiepiscopal
Archbishop CoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Capelinha, Minas Gerais
6 de agosto de 1938
Morte Monte Sião, Minas Gerais
1 de abril de 2018 (79 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas - Bispo de Leopoldina (1990-1996)
Sepultado Catedral Metropolitana de Pouso Alegre
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho O. Præm (Capelinha, 6 de agosto de 1938 - Pouso Alegre, 1 de abril de 2018) foi um sacerdote católico brasileiro, cônego premonstratense e arcebispo de Pouso Alegre. Foi o sexto bispo e terceiro arcebispo de Pouso Alegre.

Estudos e vida religiosaEditar

Cursou os dois primeiros anos em escola rural, na fazenda de seu pai, concluindo o primário no município de Caetanópolis (Minas Gerais).

Em 1954 entrou para o Seminário Provincial do Sagrado Coração de Jesus, em Diamantina e, em 1957, passou para a Escola Apostólica São Norberto, na cidade de Montes Claros, onde terminou o seminário menor.

Em 28 de janeiro de 1961 ingressou no noviciado dos Cônegos Premonstratenses, em Pirapora do Bom Jesus (São Paulo), onde posteriormente, fez cursos de Filosofia e Teologia. Na ordem religiosa, recebeu o nome de Ricardo, em honra de São Ricardo, o rei saxão peregrino, falecido em Lucca, em 722.

Recebeu a ordenação presbiteral em 29 de junho de 1967 e, em 1983, licenciou-se em Teologia Moral na Academia Alfonsiana, em Roma.

Atividades antes do episcopadoEditar

Cônego Ricardo foi vigário da Paróquia de Bocaiúva (Minas Gerais) por dois anos.

Exerceu o cargo de reitor da Escola Apostólica de São Norberto e do Seminário Maior da Ordem, em Belo Horizonte. Atuou também como mestre de noviços.

Em dezembro de 1983, foi nomeado superior da Ordem Premonstratense de Minas Gerais. A partir de 1986, transferindo-se novamente para Belo Horizonte, assumiu a função de vigário na Paróquia de São Gonçalo, em Contagem-MG.

EpiscopadoEditar

Dom Ricardo foi designado Bispo de Leopoldina, pelo Papa João Paulo II, em 14 de março de 1990. No dia 21 de abril do mesmo ano foi ordenado bispo, em Contagem.

Dom Ricardo foi nomeado arcebispo da Arquidiocese de Pouso Alegre no dia 16 de outubro de 1996. Tomou posse no dia 3 de dezembro.

Conforme determina o Código de Direito Canônico, ao completar 75 anos Dom Ricardo enviou sua carta de renúncia à Arquidiocese e no dia 28 de maio de 2014 o Papa Francisco a aceitou e Dom Ricardo tornou-se o primeiro arcebispo-emérito de Pouso Alegre.

Morreu em Monte Sião, em 1 de abril de 2018, aos 79 anos de idade. Seu sepultamento aconteceu no dia 3 de abril de 2018, na cripta da Catedral Metropolitana de Pouso Alegre, após a Missa das 14h presididia por seu sucessor, Dom José Luiz Majella Delgado, CSsR.[1]

Referências

  1. «Nota de falecimento». Arquidiocese de Pouso Alegre. Consultado em 1 de abril de 2018 

Ligações externasEditar