Ricardo Sá Pinto

futebolista português

Ricardo Manuel de Andrade da Silva Sá Pinto (Porto, 10 de outubro de 1972) é um treinador e ex-futebolista português que atuava como atacante. Atualmente está sem clube.

Ricardo Sá Pinto
{{{nome}}}
Ricardo Sá Pinto em 2019
Informações pessoais
Nome completo Ricardo Manuel de Andrade da Silva Sá Pinto
Data de nasc. 10 de outubro de 1972 (48 anos)
Local de nasc. Porto, Portugal
Altura 1,78 m
destro
Apelido Sá Leão
Ricardo Coração de Leão
Grande Capitão
Informações profissionais
Posição Ex-atacante
Função Treinador
Clubes de juventude
1982–1987
1987–1991
Porto
Salgueiros
Clubes profissionais
Anos Clubes
1991–1994
1994–1997
1997–2000
2000–2006
2006–2007
Salgueiros
Sporting
Real Sociedad
Sporting
Standard de Liège
Seleção nacional
1994–2001 Portugal
Times/Equipas que treinou
2012
2013
2013–2015
2015
2016
2017
2017–2018
2018–2019
2019
2020
2021–
Sporting
Estrela Vermelha
OFI Creta
Belenenses
Al-Fateh
Atromitos
Standard de Liège
Légia Varsóvia
Braga
Vasco da Gama
Gaziantep

Carreira como jogadorEditar

InícioEditar

Começou a sua carreira na temporada 1992–93, no Salgueiros, e no final da temporada seguinte foi comprado pelo Sporting.

Foi dos jogadores mais carismáticos dos Leões, e como tal é apelidado na família sportinguista de "Ricardo Coração de Leão", tanto pela sua entrega em campo como pelo seu retrospecto a serviço do clube verde e branco: conquistou três Supertaças, duas Taças de Portugal e um título da Primeira Liga.

Real SociedadEditar

Em 1997 transferiu-se para a Real Sociedad, da Espanha, onde permaneceu até à temporada 1999–00, quando voltou para Portugal integrando o elenco do Sporting que seria campeão nacional.

Standard de LiègeEditar

Após uma despedida do clube português, transferiu-se para o Standard de Liége, da Bélgica, utilizando na camisa o número 76, em homenagem à claque sportinguista Juventude Leonina que foi criada nesse mesmo ano de 1976.

AposentadoriaEditar

Acabou a carreira após um ano no Standard de Liége, no final da temporada 2006–07 no jogo All Stars'07 realizado pela fundação Luís Figo, onde marcou o seu último gol enquanto profissional. Após se aposentar, continuou sendo lembrado pelo seu faro de gol, espírito de equipe, garra, caráter e lealdade, superando ao longo da sua carreira difíceis obstáculos, como quatro operações aos joelhos, tendo conseguido, contra todas as perspectivas, voltar a jogar no mais alto nível e tornar-se então num dos jogadores mais queridos da família leonina. No total, Sá Pinto marcou 49 gols em duas passagens pelo Sporting.

Seleção NacionalEditar

Representou a Seleção Portuguesa e disputou duas Eurocopas (1996 e 2000). Participou também das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, mas não foi convocado para a competição devido a uma lesão no joelho.[1] Disputou 45 partidas e marcou 10 gols pela Seleção Portuguesa.

 
Sá Pinto atuando pela Seleção Nacional Portuguesa na Legends Cup de 2011.

Carreira como treinadorEditar

União de Leiria e SportingEditar

Em julho de 2010, iniciou como auxiliar técnico do União de Leiria. Um ano depois, aceitou o convite por parte da nova direção do Sporting e tornou-se treinador da equipe sub-19, acabando por ser campeão nacional na temporada 2011–12 em conjunto com Abel Ferreira.

No dia 13 de fevereiro de 2012, após a demissão de Domingos Paciência, assumiu o comando do time principal do Sporting.[2] Levou a equipe às semifinais da Liga Europa, após ter eliminado o gigante Manchester City nas quartas-de-final.[3] Foi também finalista da Taça de Portugal nessa temporada.

Al-FatehEditar

No dia 29 de maio de 2016, foi contratado pelo Al-Fateh, da Árabia Saudita. Deixou a equipe no dia 23 de setembro.[4]

Standard de LiègeEditar

No dia 1 de julho do mesmo ano foi apresentado no Standard de Liège. A equipe terminou em segundo lugar no Campeonato Belga, conquistou a Copa da Bélgica[5] e qualificou-se para a Liga dos Campeões. Alcançou também o recorde de 19 jogos sem perder em casa. O treinador português foi considerado um dos melhores treinadores do ano na Bélgica em 2018.

Legia VarsóviaEditar

No dia 13 de agosto de 2018, assinou contrato com o Legia Varsóvia.[6] Terminou a temporada como vice-campeão da liga polaca.[7]

BragaEditar

No dia 4 de julho de 2019 foi contratado pelo Braga, clube que comandou até 23 de dezembro.[8] Foi responsável pela melhor participação da história da equipe na fase de grupos da Liga Europa, com 14 pontos conquistados. Bateu também o recorde de invencibilidade de equipes portuguesas nas competições europeias (13 jogos). Em janeiro de 2020 o Braga conquistou a Taça da Liga, competição na qual venceu todos os jogos da fase de grupos, teve o melhor ataque e derrotou o Porto na final.

Vasco da GamaEditar

Foi anunciado como novo técnico do Vasco da Gama no dia 14 de outubro de 2020.[9][10] Foi demitido no dia 29 de dezembro, após uma derrota de 3 a 0 para o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro.[11] Em 15 jogos de Sá Pinto à frente do Vasco, o clube teve um aproveitamento de 33,3% nos pontos disputados. Foram três vitórias, seis empates e seis derrotas.[12][13]

GaziantepEditar

No dia 20 de janeiro de 2021, foi anunciado pelo Gaziantep, da Turquia.[14]

TítulosEditar

Como jogadorEditar

Sporting

Como treinadorEditar

Sporting
Standard de Liège
Braga

Referências

  1. «Sá Pinto: eventual operação significa seis meses de paragem». Maisfutebol. 5 de março de 2002. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  2. «Sporting: Sai Domingos, entra Sá Pinto». PÚBLICO. 13 de fevereiro de 2012. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  3. «Manchester City vence, mas é eliminado na Liga Europa». Estadão. 15 de março de 2012. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  4. Maria Gomes de Andrade (23 de setembro de 2016). «Ricardo Sá Pinto despedido do Al-Fateh». Maisfutebol. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  5. «Ricardo Sá Pinto leva Standard Liège à conquista da taça - DN». Diário de Notícias. 17 de março de 2018. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  6. «Sá Pinto assinou contrato por três temporadas com Legia Varsóvia». Observador. 13 de agosto de 2018. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  7. Amanda Gil (14 de outubro de 2020). «Quem é Ricardo Sá Pinto, o novo treinador do Vasco?». Metrópoles. Consultado em 31 de dezembro de 2020 
  8. «Oficial: Sá Pinto sai do SC Braga». SAPO. 23 de dezembro de 2019. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  9. «Vasco anuncia a contratação do técnico português Ricardo Sá Pinto: "Muito honrado"». GloboEsporte.com. 14 de outubro de 2020. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  10. «Vasco anuncia português Ricardo Sá Pinto; técnico veste camisa de Romário». UOL. 14 de outubro de 2020. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  11. «Athletico vence fácil, se afasta do Z-4 e mantém Vasco na zona de rebaixamento». GloboEsporte.com. 27 de dezembro de 2020 
  12. «Vasco define demissão de Sá Pinto e tenta fechar com Zé Ricardo». GloboEsporte.com. 29 de dezembro de 2020 
  13. «Vasco demite técnico português Ricardo Sá Pinto». www.uol.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  14. «Ricardo Sá Pinto é anunciado pelo Gaziantep, terceiro colocado do Campeonato Turco: "Orgulho"». GloboEsporte.com. 20 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar