Abrir menu principal
Ricky Jay
Nascimento 26 de junho de 1946
Brooklyn
Morte 24 de novembro de 2018 (72 anos)
Los Angeles
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Cornell
Ocupação ator de televisão
Página oficial
http://www.rickyjay.com

Richard Jay Potash (26 de junho de 1946 [1] - 24 de novembro de 2018), conhecido profissionalmente como Ricky Jay , foi um mágico de palco , ator, bibliófilo e escritor americano.[2] Em um perfil para a revista The New Yorker , Mark Singer chamou Jay de "talvez o mais talentoso prestidigitador vivo".[3] Além dos truques de mão, Jay era conhecido por seus truques e arremesso de cartas, memorização e presença de palco. Ele também escreveu extensivamente sobre mágica e sua história. Seus créditos de atuação incluíram os filmes The Prestige, The Spanish Prisoner, Mystery Men, Heist, Boogie Nights, Tomorrow Never Dies, House of Games, and Magnolia , e a série da HBO , Deadwood . Em 2015, ele foi tema de um episódio de American Masters da PBS , fazendo dele o único mágico a ser perfilado naquela série.[4]

Primeiros anosEditar

Jay preferia não discutir os detalhes de sua infância. Ele nasceu no Brooklyn , Nova York , filho de Shirley (Katz) e Samuel Potash.[5][6] Membro de uma família judia declasse média, ele cresceu em Elizabeth, Nova Jersey.[7][8] Raramente falava publicamente sobre seus pais, mas compartilhava uma anedota: "Meu pai lubrificava o cabelo com Brylcreem (brilhantina) e escovava os dentes com Colgate", lembrou Jay. "Ele guardava a pasta de dentes no armário de remédios e o Brylcreem em um armário a cerca de trinta centímetros de distância. Certa vez, quando eu tinha dez anos, troquei os tubos. Tudo o que você precisa saber sobre meu pai é que depois de ele escovar os dentes com Brylcreem, ele passou pasta de dente no cabelo. " [3] Durante uma entrevista no programa da National Public Radio Fresh Air com Terry Gross , Jay disse que possivelmente "a única memória que eu já tive dos meus pais" foi quando eles secretamente contrataram um de seus ídolos, o mágico Al Flosso , para se apresentar em seu bar mitzvah.[9] O avô de Jay, Max Katz, era contador público certificado e mágico amador que apresentou Jay à mágica.[10][11][12]

CarreiraEditar

MágicoEditar

Jay se apresentou pela primeira vez em público aos sete anos de idade, em 1953, quando apareceu no programa de televisão Time For Pets.[13] Ele é provavelmente o mágico mais jovem a realizar uma apresentação de mágica na TV, o primeiro mágico a aparecer em clubes de comédia e, provavelmente, o primeiro mágico a abrir para uma banda de rock and roll. No Electric Circus de Nova York na década de 1960, ele se apresentou entre Ike e Tina Turner e Timothy Leary , que lecionou sobre o LSD .[3]

Durante as décadas de 1960 e 70, Jay viveu em Ithaca, Nova York , se apresentando ao mesmo tempo que freqüentava a Escola de Administração de Hotéis da Cornell University , mas depois mudou-se para a área de Los Angeles .[14][15][16] Ele rapidamente desenvolveu seguidores entre aficionados por magia, e uma reputação de truques de destreza manual que confundiam até mesmo seus colegas.

Três dos shows solo de Jay , Ricky Jay and His 52 Assistants, Ricky Jay: On the Stem, e Ricky Jay: A Rogue's Gallery , foram dirigidos por Mamet, que também elencou Jay em vários de seus filmes.

Colecionador e historiador, foi aluno e amigo de Dai Vernon , a quem chamou de "o maior colaborador vivo da arte mágica". Ele coletou livros raros e manuscritos, arte e outros artefatos relacionados à história da magia, jogos de azar, entretenimentos incomuns e jogos de fraude e confiança. Jay se opôs a qualquer revelação pública das técnicas de magia.[3]

Jay foi anteriormente listado no Guinness World Records por arremessar uma carta de baralho por 190 pés (58 m) a 90 milhas por hora (140 km/h) (o recorde atual é de 216 pés (66 m) por Rick Smith, Jr.). Podia jogar uma carta de baralho numa casca de melancia (que ele chamava de "camada de melão exterior espessa e paquidérmica " e "a mais prodigiosa das frutas caseiras") a dez passos de distância. Além disso, foi capaz de jogar uma carta no ar como um bumerangue e cortá-la limpa ao meio com um par de "tesouras gigantes" em seu retorno. Em seus shows, ele frequentemente atacava animais de plástico com cartas atiradas em "autodefesa".

AtorEditar

Jay apareceu em vários filmes de David Mamet, incluindo House of Games,The Spanish Prisoner e Redbelt .

Jay interpretou Gupta, um capanga do vilão Elliot Carver, no filme de James Bond, Tomorrow Never Dies, e apareceu em Boogie Nights e Magnolia , de Paul Thomas Anderson , e em The Prestige, de Christopher Nolan.

Jay se juntou ao elenco do drama de faroeste da HBO , Deadwood, como personagem recorrente e roteirista para a primeira temporada em 2004, interpretando o jogador Eddie Sawyer. Ele escreveu o episódio "Jewel's Boot Is Made for Walking" [17] e deixou a série no final da primeira temporada.

ConsultorEditar

Como especialista em magia, jogos de azar, jogos de contravenção e entretenimento incomum, Jay era há muito tempo consultor recorrente em projetos de Hollywood, começando com seu trabalho na produção de Francis Ford Coppola de The Escape Artist, de Caleb Deschanel .[18] Outros trabalhos iniciais incluíram ensinar a Robert Redford como manipular moedas para The Natural e trabalhar com Douglas Trumbull em seu projeto Showscan New Magic (1983).

No início dos anos 1990, Jay e Michael Weber criaram uma empresa, Deceptive Practices, oferecendo consultoria para cinema, televisão e produções teatrais. Ao oferecer uma vasta expertise histórica e uma invenção criativa, foram capazes de fornecer soluções práticas surpreendentes para desafios reais de produção. Entre muitas realizações, eles projetaram a cadeira de rodas que "magicamente" escondia as pernas de Gary Sinise em Forrest Gump ; o copo que "se bebesozinho " usado pelo gorila em Congo ; e uma ilusão "em que um homem sobe ao topo de uma escada de luz e desaparece em pleno ar" para a produção da Broadway Angels in America: Perestroika .[19]

Outros projetos nos quais trabalharam são The Prestige ,[20] The Illusionist , Sneakers , Leap of Faith , Lobo , The Parent Trap , I Love Trouble , The Great Buck Howard , Heartbreakers , e Ocean's Thirteen .

Além disso, trabalhou com bibliotecas e museus em suas coleções, incluindo a Biblioteca Mulholland de Conjuração e Artes Aliadas e o Museu de Tecnologia Jurássica em Culver City , Califórnia .[2]

FilmeEditar

Jay é o tema do documentário Deceptive Practice: The Mysteries and Mentors of Ricky Jay"

MorteEditar

Jay morreu em 24 de novembro de 2018, aos 72 anos. Seu advogado Stan Coleman confirmou sua morte; mais detalhes não foram liberados imediatamente.[21]

CréditosEditar

TelevisãoEditar

 
Ricky Jay em The Secret Cabaret
  • The Tonight Show Starring Johnny Carson (26 de outubro de 1970)
  • Doug Henning's World of Magic II ( dezembro de 1976)
  • Saturday Night Live (1977)
  • The Ricky Jay Magic Show - especial da BBC (1978)
  • Dinah! (11 de julho de 1979)
  • The John Davidson Show (28 de novembro de 1980)
  • Simon & Simon - Bird (1983)
  • O Show Mágico de Paul Daniels (1985)
  • Arsenio (1988)
  • Learned Pigs and Fireproof Women - especial de uma hora para a TV Americana (1989)
  • The Secret Cabaret (duas séries feitas pela Open Media para Channel 4 , UK)
  • DL Hughley Breaks the News (10 de janeiro de 1990)
  • Guerras Civis - Lenny NiCastro (11 de novembro de 1991)
  • Late Show com David Letterman (1994, 2013)
  • The Ranger, the Cook and a Hole in the Sky - Hawkes (1995)
  • Ricky Jay and His 52 assistentes - versão de 1 hora de seu show off-Broadway, gravado para a HBO (1996)
  • Hustlers, Hoaxsters, Pranksters, Jokesters e Ricky Jay (1996)
  • American Masters - "Richard Avedon: Trevas e Luz" (1996)
  • Late Night with Conan O'Brian (1998, 2002)
  • The X-Files - O Incrível Maleeni / Herman Pinchbeck / Albert Pinchbeck em " O Incrível Maleeni " (2000)
  • MythBusters - Episódio 20, "Exploding Jawbreaker, Static Cannon, Deadly Playing Cards". Jay demonstrou arremesso de cartas e a velocidade de seus arremessos foi marcada. (2003)
  • Deadwood - Eddie Sawyer (2004), 1 ª temporada
  • Kidnapped- Roger Prince (2006–07)
  • The Unit- Agente Kern (2007–09)
  • Lie to Me - Mason Brock (2009)
  • FlashForward - Homem em armazém / Ted Flosso (2009-10)
  • 60 Minutes - Entrevistado por Morley Safer para o segmento "Pigeon Fever" [22] (2010)
  • The Simpsons - interpreta a si mesmo no episódio " The Great Simpsina " (2011)
  • Teen Titans Go! - interpreta voz na cabeça de Robin no episódio "The Date" (2013)
  • The Tonight Show Estrelando Jimmy Fallon (31 de março de 2014)
  • Getting On - Cirurgião Torácico (2014)

CinemaEditar

  • House of Games (1987) – George / Vegas Man
  • Things Change (1988) – Mr. Silver
  • Homicide (1991) – Aaron
  • Leap of Faith (1992) – Cons and Frauds Consultant
  • The Spanish Prisoner (1997) – George Lang
  • Boogie Nights (1997) – Kurt Longjohn
  • Hacks (1997) – The Hat
  • Tomorrow Never Dies (1997) – Henry Gupta
  • Mystery Men (1999) – Vic Weems
  • Magnolia (1999) – Burt Ramsey / Narrador
  • State and Main (2000) – Jack
  • Heartbreakers (2001) – Dawson's Auctioneer
  • Heist (2001) – Don "Pinky" Pincus
  • Incident at Loch Ness (2004) – Party Guest #5
  • Last Days (2005) – Detective
  • The Prestige (2006) – Milton
  • The Great Buck Howard (2008) – Gil Bellamy
  • Redbelt (2008) – Marty Brown
  • The Brothers Bloom (2008) – Narrador (voz)
  • Intense (2009) – John
  • The Automatic Hate (2015) – Uncle Josh (último papel)

TeatroEditar

  • Sonho de uma Noite de Verão (1982); produzido por Joseph Papp para o New York Shakespeare Festival.
    • Ricky Jay & His 52 Assistants (1994)
    • Ricky Jay: On The Stem (2002)
    • Ricky Jay: A Rogue's Gallery (2009)

Ele também se apresentou na adaptação da BBC Radio de 2005 de Faustus, de David Mamet.[23]

LivrosEditar

Jay was the author of eleven books:[24]

  • Cards as Weapons. Image Graphiques (1977). ISBN 0882010174.
  • Learned Pigs & Fireproof Women. Villard (1986). ISBN 0394537505.
  • Many Mysteries Unraveled: Conjuring Literature in America 1786–1874. Antiquarian Society (1990). ASIN B00FFJ0402.
  • The Magic Magic Book. Whitney Museum Library Associates (1994). ASIN B004ONUJP0.
  • Jay's Journal of Anomalies. Farrar, Straus and Giroux (2001). ISBN 0374178674.
  • Dice: Deception, Fate, and Rotten Luck. Quantuck Lane Press (2002). ISBN 0971454817.
  • Extraordinary Exhibitions: Broadsides from the Collection of Ricky Jay. Quantuck Lane Press (2005). ISBN 1593720122.
  • Ricky Jay Plays Poker (Audio CD). Sony Legacy (2007). ASIN B000HT2MB4.
  • Magic: 1400s–1950s (with Mike Caveney, Jim Steinmeyer) Taschen (2009). ISBN 383652807X.
  • Celebrations of Curious Characters. McSweeney (2010). ISBN 1936365030.
  • Matthias Buchinger: "The Greatest German Living". Siglio (2016).

MúsicaEditar

Ricky Jay contribuiu para vários projetos no mundo da música, mais notavelmente o lançamento da Sony de 2007 Ricky Jay Plays Poker [1] , um box contendo um CD de músicas relacionadas ao pôquer (de Bob Dylan , Robert Johnson , Towns Van Zandt , Patsy Cline , Lorne Greene , Howard Da Silva , OV Wright e vários outros), um DVD com Ricky Jay discutindo e realizando feitos notáveis de ilusionismo na mesa de cartas, e uma caixa de cartas de Ricky Jay.

Ele tocou "The Fiddler" com Richard Greene na compilação de canções de marinheiro de Hal Willner - Rogue's Gallery: Pirate Ballads, Sea Songs e Chanteys (2006), bem como "The Chantey of Noah and his Ark (Old School Song)". em sua sequência Son of Rogues Gallery: Baladas Piratas, Canções Marinhas & Chanteys (2013).

Ele apareceu no videoclipe da música de Bob Dylan, "Tweedle Dee & Tweedle Dum", do álbum Love and Theft . Durante a produção do vídeo, uma chave de fenda caiu das vigas e se alojou na mão de Jay.[25]

Ele também apareceu no vídeo do single de Jerry Garcia e David Grisman "The Thrill Is Gone", que está disponível no DVD do documentário Grateful Dawg .

ReferênciasEditar

  1. «Richard Potash in Births, New York, New York, from 1910 to 1965» 
  2. a b Basbanes, Nicholas. A Gentle Madness. [S.l.: s.n.] ISBN 978-0-8050-3653-4 
  3. a b c d «Secrets of the Magus». New Yorker. 69 
  4. «Ricky Jay: Deceptive Practice | About the Film | American Masters | PBS» (em inglês) 
  5. «Samuel Potash and Shirley Katz marriage announcement» 
  6. «Samuel Potash Obituary» 
  7. «Magician With A Lot Up His Sleeve». Consultado em 22 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 22 de outubro de 2012 
  8. «The Greatest Living Magician» 
  9. «Remembering Master Magician And Sleight-Of-Hand Artist Ricky Jay» 
  10. «The World Wide Website of Ricky Jay» 
  11. «Forbes.com – Magazine Article» 
  12. «Secrets of the Magus» 
  13. «Secrets of the Magus». New Yorker 
  14. «He's musician and builder, but don't call him sculptor». Ithaca Journal 
  15. «Sui Generis». Ithaca Times 
  16. Steve Shill (director), Ricky Jay (writer). «Jewel's Boot Is Made for Walking». Deadwood. Temporada 1. Episódio 11. HBO 
  17. «It's Just Magic. Really.» 
  18. «It's Just Magic. Really.» 
  19. «Conjuring up the magical in movies» 
  20. «Ricky Jay, Master Magician and Actor in 'Deadwood,' 'Boogie Nights,' Dies at 72» 
  21. «Pigeon Fever: Ponzi Schemes Still Thriving» 
  22. «BBC - Radio 3 - Drama on 3 - Faustus» 
  23. «Ricky Jay, Gifted Magician, Actor and Author, Is Dead at 70» 
  24. Entrevista na The Believer Magazine, maio de 2012.

Ligações externasEditar