Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Canoas
Riodelaplatabasinmap.png
Localização
País
Localização
Coordenadas
Dimensões
Comprimento
570 km
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Área da bacia
22 808 km2Visualizar e editar dados no Wikidata
Nascente
Altitude da nascente
1600 m
Afluente
principal
Foz
Rio Pelotas
Altitude da foz
440 m

O rio Canoas é um curso de água do estado de Santa Catarina, no Brasil.

Tem uma extensão de 570 km, o que o faz o maior rio que corre somente no estado de Santa Catarina. Nasce entre a serra da Anta Gorda e a serra da Boa Vista[desambiguação necessária], ambas parte da serra Geral, na divisa das cidades de Anitápolis, Santa Rosa de Lima e Bom Retiro, a cerca de 100 km do litoral.

No entanto, o rio Canoas corre para o oeste, banhando os municípios de Urubici, Rio Rufino, Otacílio Costa, Correia Pinto, Ponte Alta, São José do Cerrito, Abdon Batista (um pouco antes do qual recebe as águas de seu afluente, o rio Caveiras), Anita Garibaldi, Celso Ramos (entre os quais recebe as águas do rio Inferno Grande). Após passar pelo município de Celso Ramos, deságua no rio Pelotas e forma o rio Uruguai.

Bacia hidrográfica do rio CanoasEditar

A bacia hidrográfica do Rio Canoas possui uma área de 22 808& km² e uma área de drenagem de 15 012 km², além disso, a vazão do Canoas é de 260 m³/s. A poluição pode ser dada por: efluentes tóxicos da produção de papel e celulose, efluentes orgânicos e tóxicos das concentrações urbanas e industriais e agrotóxicos das lavouras anuais e fruticultura.

Com um consumo urbano de 1 027 731m³/mês ou 133 l/hab/dia, a bacia é utilizada por indústrias e pela agricultura.

São bem variadas as indústrias que se utilizam a bacia, tendo indústrias nas áreas de: construção civil, extrativa mineral, madeireira e moveleira, de borracha, couro, fumo, peles, produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, produtos minerais não metálicos, papel, papelão, editoras e gráficas, material elétrico e de comunicação, produtos farmacêuticos, veterinários, perfumaria e higiene, têxteis e de artefatos, calçados, material de transporte e mecânica.

Já na agricultura, o consumo é de 56.416,3 m³/dia, sendo a bacia utilizada para culturas de milho (6,2% da produção catarinense), de soja (13,4% da produção catarinense), maçã (48,2% da produção catarinense), batata (25% da produção catarinense) e de alho, (100% da produção catarinense).

Além disso, a bacia hidrográfica do rio Canoas contém com três usinas hidrelétricas, localizadas uma em Lages no rio Caveiras, outra em Curitibanos no rio Canoas e a última no município de Campos Novos, também no rio Canoas.

Um de seus afluentes também é o rio Desquite junto ao município de Otacílio Costa com uma vazão média de 15m³/s.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.